• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2014.tde-12012015-170009
Documento
Autor
Nome completo
Giovanna Cabral Doricci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lorenzi, Carla Guanaes (Presidente)
Martin, Sueli Terezinha Ferrero
Pereira, Maria José Bistafa
Título em português
A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde
Palavras-chave em português
Atenção Básica
Comunicação em Saúde
Construcionismo Social
Gestão em Saúde
Resumo em português
O Programa Articuladores da Atenção Básica, iniciativa da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo (SES-SP), objetiva apoiar o processo de qualificação da Atenção Básica no estado e oferecer suporte técnico aos municípios na reorientação do modelo de atenção em saúde. O Programa estabeleceu uma nova função profissional, a do articulador da atenção básica. Destacam-se, dentre os pré-requisitos para execução dessa nova função, habilidades de comunicação e negociação. Devido à escassez de informações na literatura sobre o Programa, e à falta de clareza quanto ao papel desempenhado, na prática, por esses novos profissionais, delineamos este estudo com o objetivo de compreender e analisar a forma como os articuladores da atenção básica significam sua atuação profissional. Buscamos, ao mesmo tempo, oferecer contribuições da Psicologia sobre o processo de comunicação e sua relação com esta nova proposta. Participaram deste estudo treze articuladores alocados em quatro Departamentos Regionais de Saúde (DRS) que formam a Rede de Atenção à Saúde XIII do estado de São Paulo (DRS de Ribeirão Preto, Araraquara, Franca e Barretos). As entrevistas individuais e semiestruturadas foram gravadas em áudio e, posteriormente, transcritas na íntegra. A análise do corpus possui delineamento qualitativo com respaldo teórico nas contribuições do movimento construcionista social em Psicologia, realizada a partir das seguintes etapas: 1ª) transcrição das entrevistas; 2ª) leitura em profundidade das transcrições; 3ª) organização temática e produção de sentidos. Os resultados são apresentados em dois momentos. O primeiro, em que analisamos a prática do articulador a partir de dois temas principais: a) A implantação do programa; e b) A prática do articulador; e o segundo em que apresentamos a análise sobre o processo de comunicação envolvido nesta função, também dividido em três temas principais: a) O que fazem, tema que descreve as ações; b) Como fazem, tema que analisa a comunicação envolvida a partir de dois modelos de comunicação, o transmissional e o construcionista social; e c) Reflexões sobre a mudança do modelo de atenção e a prática do articulador da atenção básica. De modo geral, concluímos que o Programa dos articuladores possui grande potencial para promover mudanças positivas que possibilitam a mudança do modelo de atenção, levando em consideração, ao mesmo tempo, a realidade local. Porém, na prática a atuação dos profissionais se mostra ainda em construção, oscilando entre o papel informante e o papel transformador. O modo como os profissionais significam sua prática e se comunicam com os demais delineia os objetivos traçados e resultados decorrentes de sua atuação. Esperamos, ao descrever os principais recursos teóricos e técnicos necessários ao desempenho dessa função, contribuir com o entendimento da prática do articulador da atenção básica, bem como contribuir para a participação da Psicologia no campo das políticas de saúde. (FAPESP, nº 2012/17264-8).
Título em inglês
The primary healthcare articulators practice: communication and healthcare model change.
Palavras-chave em inglês
Health Communication
Health management
Primary Health Care
Social Constructionism
Resumo em inglês
The Articulators of Primary Healthcare Program, an initiative by the Health State Secretary of São Paulo (SES-SP), aims to support the qualification process of Primary Healthcare in the state area, and to offer technical support to the municipalities in the reorientation of the healthcare model. The Program established a new professional function the articulator of primary healthcare. Communication and negotiation abilities are highlighted as requirements for the carrying out of this function. This study was designed because of the scarcity of information about this Program on scientific literature and because of a lack of clarity regarding the role that these professionals play in practice. The study aims to understand and to analyze how articulators of primary healthcare signify their professional work. We seek, at the same time, to offer contributions from Psychology about the communication process and its relations to this new proposal. Thirteen articulators participated in this study. They work in four Regional Departments of Health (DRS) that compound the Healthcare Network number XIII of the state of São Paulo (Ribeirão Preto, Araraquara, Franca and Barretos DRS). Individual and semi structured interviews were audio recorded and later fully transcribed. The analysis of the research corpus is a qualitative design, theoretically supported by the contributions of the social constructionist movement in Psychology. The analysis was carried out in the following stages: 1st) interview transcription; 2nd) deep reading of the transcripts; 3rd) thematic organization and meaning making. The results are presented in two moments. In the first moment, we analyze the articulators practice from two themes: a) Implementation of the Program; and b) The articulators practice. In the second moment we present the analysis of the communication process that is part of this practice. This moment is divided in three main themes: a) What they do, a theme that describes their activities; b) How they do it, a theme that analyzes the communication involved from the standpoint of two models of communication (transmissional and social constructionist); and c) Reflections about the changes in the healthcare model and the primary healthcare articulators practice. In general, we concluded that the Articulators Program has a great potential to promote positive changes that make the transformation of the healthcare model possible, at the same time that it takes into consideration the local reality. However, in practice, the work of the professionals is still found under construction, coming back and forth between the roles of informant and change maker. The ways how the professionals understand their practices and how they communicate with each other design their objectives and the results their work bring about. In describing the main theoretical and technical resources required by this professional function, we expect to contribute to the understanding of the practice of the articulators of primary, as well as to contribute to the participation of Psychology in the field of health policies. (FAPESP, grant number 2012/17264-8).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Giovanna.pdf (672.73 Kbytes)
Data de Publicação
2015-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.