• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2010.tde-08112013-143908
Documento
Autor
Nome completo
André de Mello Galiano
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Navarro, Vera Lucia (Presidente)
Pinassi, Maria Orlanda
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Título em português
Trabalho e migração: estudo com jovens trabalhadores no corte da cana-de-açúcar na região de Ribeirão Preto - SP
Palavras-chave em português
Cana-de-açúcar.
Juventude
Migração
Trabalho rural
Resumo em português
O desemprego de jovens com idade entre 16 e 24 anos no Brasil é preocupante já que os jovens desempregados nesta faixa etária no país chegam a 3,5 milhões, o que representa cerca de 45% da força de trabalho nacional. Além da preocupação com o fato de haver, ou não, oportunidades de emprego para este contingente de jovens, é necessário saber que tipo de trabalho será destinado a este grupo da população. A migração de jovens de regiões pobres do país, em especial de alguns Estados da região Nordeste, em busca de emprego na região Sudeste, tem sido uma constante na história do Brasil. Mas nas últimas décadas tem crescido a migração de jovens do Estado do Maranhão e Piauí em busca de emprego na colheita de canade- açúcar na região de Ribeirão Preto (SP). É desta realidade que trata esta pesquisa, que objetivou compreender como os jovens migrantes foram atraídos para o corte da cana-deaçúcar, se este foi seu primeiro emprego e o que significou para eles deixar família, amigos, escola, sua terra natal e seus projetos de vida para trabalhar em um local distante e desconhecido. O estudo buscou também conhecer como este trabalho repercute na saúde física e psíquica destes jovens. A pesquisa, de abordagem qualitativa, foi realizada com trabalhadores rurais empregados no corte da cana-de-açúcar na região de Ribeirão Preto (SP). Foram entrevistados 14 trabalhadores de ambos os sexos, com idades entre 18 e 24 anos, migrantes do Estado do Maranhão. As entrevistas foram feitas a partir de um roteiro préestabelecido, com questões semi-estruturadas, visando colher idéias e informações a respeito da subjetividade desses trabalhadores. Os depoimentos relataram como ocorreu o processo de contratação, viagem e execução do trabalho nos canaviais paulistas. Os resultados obtidos revelaram a árdua rotina na colheita da cana, que se estende de segunda a sábado. Mostraram também que o grande esforço físico despendido neste tipo de atividade, aliado ao ritmo de trabalho, às condições insalubres e à extensão da jornada, trazem sérias implicações para saúde destes trabalhadores. As queixas mais frequentemente relatadas foram: dores musculares, dores na coluna vertebral, insolação, desidratação, dores de cabeça, inchaços nos braços, câimbras e tremores, além do sentimento de desapontamento com esta realidade de trabalho. Realidade contextualizada dentro da forma de pagamento por produção, que se revelou como um dos mais perversos mecanismos de exploração daqueles trabalhadores.
Título em inglês
Work and migration: study with young workers who cut cane in the region of Ribeirão Preto-SP.
Palavras-chave em inglês
Migration
Rural work
Sugarcane.
Youth
Resumo em inglês
The unemployment of young people aged between 16 and 24 in Brazil worries the country by reaching the number of 3.5 million, which represents about 45% of the national workforce. Besides the concern with the fact that will exist, or not, employment opportunities for this contingent of young, it is necessary to know which kind of work will be aimed at this population group. The migration of young people from poorer regions of the country, particularly in some states of the northeast region, in search of employment in the Southeast region, has been a constant in the story of Brazil. But in the last few decades, there has been an increase of migration of young people from the States of Maranhão and Piauí, seeking for employment in the sugarcane harvest of the region of Ribeirão Preto (SP). This is the reality that this research aimed to understand, especially the reasons that drive these young people to migration to work in the cutting of sugarcane, if this was their first job and what meant for them to leave family, friends, school, their homeland and their life projects, to work on a distant and unknown place. The study also tried to know how this work affects their physical and psychological health. The research, using a qualitative methodological approach, was conducted with rural workers employed in cutting cane in the region of Ribeirão Preto (SP). 14 employees were interviewed, of both sexes, aged between 18 and 24 and migrants from the State of Maranhão. These interviews were carried from a script pre-established, comprised of semi-structured questions. The objective was to seek ideas and gather information about the subjectivity of work in the sugarcane industry from São Paulo. The testimony reported the process of hiring, travel and execution of work in the sugarcane plantations. The results revealed the harsh routine in sugarcane harvest, which runs from Monday to Saturday. Also showed that the large physical effort spent in this type of activity, coupled with the pace of work, the unhealthy conditions and the extension of the journey, bring serious health implications for these workers. The most frequently complaints reported were muscle aches, pains in the spine, heatstroke, dehydration, headaches, swelling in the arms, cramps and tremors, besides the feeling of disappointment with this reality of work. Reality that represents payment for production, who revealed itself as one of the most perverse mechanisms of exploitation of those workers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.