• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2013.tde-08102013-161215
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Hiromi Yonezawa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Antonio dos Santos (Presidente)
Cunha, Marcus Vinicius da
Gallo, Silvio Donizetti de Oliveira
Mostafa, Solange Puntel
Muylaert, Marília Aparecida
Título em português
O bailarino dos afetos: corporeidade dionisíaca e ética trágica em Deleuze e na companhia de Nietzsche
Palavras-chave em português
não consta
Resumo em português
A partir de nossa trajetória anterior de pesquisa sobre o tema da corporeidade na obra de Gilles Deleuze e Félix Guattari, neste trabalho, estaremos abordando a relação entre o conceito de corpo e a ética. Assim, também fortemente acompanhados de Nietzsche, procuramos elaborar a noção de que existe, no pensamento delezeano, uma ética trágica e uma corporeidade dionisíaca. Deste modo, iniciamos trazendo o conceito de corpo como sendo um composto complexo de forças multiplicitárias e apresentamos o trágico e o dionisíaco enquanto elementos de uma alegre afirmação da uma vida forte. Por isso, na primeira parte, procuramos compreender, nas obras relativas a Spinoza, a noção de que a ética depende do estabelecimento de uma nova relação com o corpo e com o conhecimento, já que, se concebe que haja três níveis de conhecimento, os quais progridem no sentido de uma aproximação cada vez maior do conhecimento das diferenças, das potências e da Natureza. No segundo capítulo, nos concentramos em explanar a diferença entre as formas de existência nobre e escrava, para entendermos que as primeiras decorrem de uma composição privilegiada das forças ativas sobre as reativas e as segundas são construídas quando a moral do ressentimento sai vencedora da dinâmica belicosa que Deleuze diz existir entre as forças e seus respectivos poderes. Chegamos, então, ao conceito de Corpo-sem-Órgãos, entendido como corpo experimental que se tece nos encontros, a partir de uma ética da crueldade, afeita a favorecer, na existência, o transbordamento de forças que a vida traz. Assim, também relacionamos a isso a corporeidade radicalmente dessubjetivada que se constitui quando entendemos o conceito de agenciamento e de devir, sendo este último ligado às metamorfoses próprias do encontro entre multiplicidades. Finalmente, veremos que, entre ética e corpo, há uma relação de pressumposição mútua, porque é através corpo que se constitui uma sensibilidade ética, voltada às potências e alegrias afirmativas, típicas do dionisíaco e da sabedoria trágica.
Título em inglês
não consta
Palavras-chave em inglês
não consta
Resumo em inglês
From our previous research route on the subject of corporality in Gilles Deleuze and Felix Guattari's work, in this text, we will be addressing to the relationship between the concepts of body and ethics. So, also strongly keept-up with Nietzsche, we attempt to develop the notion that exists, on deleuzian thought, a tragic ethics and a dionisiac corporality. Thus we began bringing the concept of body as a complex composition of multiplicitarian forces and presenting the tragic and dionisiac as elements of an joyful claim of a strong life. Because of this, in the first part, we attempt to understand, in the works related to Spinoza, the notion that ethics depends on the establishment of a new relationship with body and knowledge, cause there is three levels of knowledge, wich advance more and more to come next the knowledge of the differences, the potency and of the Nature. In the second chapter we fixed our attention in expounding the difference between noble and slave moods of existence, to understand that the firs ones comes from a prerogative composition of the active forces upon the reactive forces and the second ones are constructed when the grievance s moral comes victorious from the warlike dynamic that Deleuze says being existent between forces and its concerned power. Than we arrive to the concept of Body-without-organs known as the experimental body that is weaved in the meets based on the cruelty ethics, wich is used to promote, in the existence, the overflowing of the forces that life brings. So, we also relate to this the radically unsubjectived corporality that is established when we understand the concepts of agenciment and becoming, this last one being related to the characteristic metamorphosis of the meeting among multiplicities. Finally, we will see that between ethical and body there is a surmised mutual relationship, because is through body that is constituted an ethical sensitiveness, bended on the potencies and gladness, characteristical on the dionisiac and on tragic wisdom.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.