• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2009.tde-07052009-134731
Documento
Autor
Nome completo
Luciene Vaccaro de Morais Abumusse
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Loureiro, Sonia Regina (Presidente)
Citero, Vanessa de Albuquerque
Figueiredo, Marco Antonio de Castro
Pasian, Sonia Regina
Picon, Patrícia da Veiga Chaves
Título em português
Transtorno de ansiedade social e os prejuízos funcionais relacionados a vida cotidiana: validação de escalas
Palavras-chave em português
Escalas
Prejuízo funcional.
Terapia ocupacional
Transtorno de ansiedade social
Validade
Resumo em português
O Transtorno de Ansiedade Social (TAS) caracteriza-se pelo medo acentuado e persistente de situações sociais ou de desempenho, mostrando-se associado a prejuízos funcionais . Objetiva-se avaliar a associação do TAS a prejuízos funcionais nas atividades cotidianas, por meio da validação de duas escalas de auto e de hetero-avaliação, aplicadas a universitários brasileiros. Realizou-se dois estudos, um de comparação entre grupos TAS e Não TAS e outro de estudos de casos. Procedeu-se à tradução e adaptação da Escala de Liebowitz para auto-avaliação dos prejuízos funcionais (ELAPF) e da Escala de Liebowitz para hetero-avaliação dos prejuízos funcionais (ELHPF). Participaram do estudo de comparação entre grupos 173 universitários (TAS = 84 e Não TAS = 89), de ambos os sexos, com idade entre 17 e 35 anos. Procedeu-se a aplicação da Entrevista clínica semi-estruturada para o DSM-IV, para a confirmação diagnóstica e dos instrumentos: ELAPF, ELHPF, Questionário de Saúde Geral -12 (QSG-12), Inventário de Fobia Social (SPIN). Para os estudos de casos, selecionou-se três participantes do grupo TAS e procedeu-se a uma entrevista semi-estruturada sobre o impacto do transtorno nas atividades cotidianas, nos relacionamentos e na saúde geral. Os dados das escalas foram codificados e os grupos comparados por teste estatísticos não paramétricos (p 0,05) e para os estudos de casos foram integrados e analisados qualitativamente os dados das escalas e da entrevista,. Os grupos não apresentaram diferenças significativas quanto as variáveis demográficas. O grupo TAS apresentou no QSG-12 mais dificuldades quanto ao bem estar geral, e na ELAPF e na ELHPF apresentou, com significância estatística, mais dificuldades nas últimas semanas e no curso da vida. Observou-se para o grupo TAS: a) para a ELHPF, consistência interna de 0,68 no curso da vida e 0,67 nas duas últimas semanas, o coeficiente de correlação Kappa entre os avaliadores, variou de 0,75 a 0,93, caracterizando nível de concordância satisfatória e na análise dos componentes principais extrairam-se dois fatores para os dois parâmetros temporais; a validade concorrente realizada com o SPIN, mostrou valores que variaram entre 0,11 e 0,33 para o parâmetro no curso da vida e 0,17 a 0,39 nas duas últimas semanas, e b) para a ELAPF, a consistência interna foi de 0,85 para o parâmetro no curso da vida e 0,83 nas duas últimas semanas e na análise dos componentes principais extrairam-se três fatores, para o parâmetro temporal no curso da vida e dois fatores no parâmetro nas duas últimas semanas; a validade concorrente realizada em relação ao SPIN, mostrou valores no curso da vida de -0,14 a 0,25 e nas duas últimas semanas, a correlação variou de 0 a 0,38. Os estudos de casos evidenciaram que os prejuízos funcionais associados ao TAS têm impacto negativo para os relacionamentos, as atividades cotidianas, o bem estar e a percepção de saúde. As escalas , mostraram-se válidas para a avaliação dos prejuízos funcionais associados ao TAS, o que contribui para as práticas de saúde mental, em especial as de terapia ocupacional, que tem como foco as intervenções voltadas para a vida cotidiana.
Título em inglês
Social anxiety disorder and functional impairment: scale validation
Palavras-chave em inglês
functional impairment
occupational therapy
scales
social anxiety disorder
validity
Resumo em inglês
Social Anxiety Disorder (SAD) is characterized by marked and persistent fear of social or performance situations and is associated with functional impairment. The objective of the present study was to assess the association of SAD with functional impairment in daily activities by means of the validation of two scales (auto and hetero-evaluation) applied to Brazilian university students. Two studies were conducted, one of them comparing SAD and Non SAD groups and the other consisting of cases studies. The Liebowitz Disability Self Rating Scale (LDSRS) and the Disability Profile /Clinician- Rated (DP) were translated and adapted. A total of 173 university students (SAD = 84 and Non-SAD = 89) of both genders, aged 17 to 35 years participated in the study of group comparison. A semi-structured clinical interview for DSM-IV was applied for confirmation of the diagnosis and the following instruments were applied: LDSRS, DP, General Health Questionnaire-12 (GHQ-12), and Social Phobia Inventory (SPIN). Three participants of the SAD group were selected for the case studies and submitted to a semi-structured interview about the impact of the disorder on daily activities, relationships, and general health. The scale data were coded and the groups were compared by a non-parametric test (p 0.05), and for the case studies the scale and interview data were integrated and analyzed qualitatively. The groups did not differ significantly in terms of demographic variables. For the SAD group, application of the GHQ-12 revealed more difficulties regarding general well-being, and application of the LDSRS and DP revealed significantly more lifetime difficulties and difficulties in the last weeks. The following observations were made for the SAD group: a) for the DP, the internal consistency was 0.68 during the life course and 0.67 during the last two weeks; the Kappa correlation coefficient for the two raters ranged from 0.75 to 0.93, characterizing a satisfactory level of concordance, and two factors for the two temporal parameters were extracted in the analysis of the principal components; concurrent validity performed with the SPIN showed values ranging from 0.11 to 0.33 for the lifetime parameter and from 0.17 to 0.39 for the last two weeks, and b) for the LDSRS, the internal consistency was 0.85 for the lifetime parameter and 0.83 for the last two weeks; concurrent validity performed with the SPIN showed lifetime values ranging from 0.14 to 0.25 and values ranging from 0 to 0.38 in the last two weeks. The case studies demonstrated that the functional impairment associated with SAD has a negative impact on relationships, daily activities, well-being, and health perception. The scales proved to be valid for the assessment of the functional impairment associated with SAD, a fact that contributes to mental health practices, especially those of occupational therapy, that focus on interventions in daily life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese.pdf (1.01 Mbytes)
Data de Publicação
2009-05-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.