• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2015.tde-05112015-150159
Documento
Autor
Nome completo
Fabíola Dantas Andrez Nobre Arantes de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Linhares, Maria Beatriz Martins (Presidente)
Elias, Luciana Carla dos Santos
Padovani, Flávia Helena Pereira
Pasian, Sonia Regina
Perosa, Gimol Benzaquen
Título em português
Cognição, atenção, temperamento e comportamento em crianças nascidas pré-termo na fase pré-escolar
Palavras-chave em português
atenção
cognição
comportamento
nascimento pré-termo
temperamento
Resumo em português
O nascimento pré-termo aumenta o risco para problemas no desenvolvimento. O estudo teve por objetivos: a) examinar as associações entre condições clínicas neonatais e indicadores de cognição, atenção, temperamento e comportamento de crianças nascidas pré-termo; b) comparar esses indicadores em grupos estratificados pelo nível de prematuridade. A amostra foi composta por 50 crianças nascidas pré-termo (idade gestacional média = 31 semanas [26-35] e com peso ao nascimento médio de 1.190g [650-1.500g], de seis anos de idade, participantes de um programa de follow-up em um hospital universitário de nível terciário. As crianças foram avaliadas pela Escala de Inteligência Wechsler para Crianças (WISC-III) e Teste de Atenção por Cancelamento. As mães responderam aos Child Behavior Questionnaire (CBQ), Questionário de Capacidades e Dificuldades (SDQ) e ficha de caracterização. A história clínica foi analisada com base nos prontuários médicos. Foram processadas as análises de regressão linear múltipla e comparação entre grupos (t-Student/Qui-Quadrado); p 0,05. Os resultados mostraram que, na avaliação cognitiva pelo WISC-III, a maior parte das crianças apresentou resultados na média ou acima média nos QIs Total (70%), Verbal (76%) e de Execução (76%) e no índice fatorial de Resistência à distração (78%). No escore total de atenção, 74% das crianças situaram-se na média ou acima desta. No temperamento, as crianças apresentaram escores moderados entre 4 a 5, nos três fatores do CBQ (afeto negativo, extroversão e controle com esforço). No comportamento, 56% das crianças obtiveram classificação normal no total, assim como 96% em comportamento pró-social e 76% em relacionamento com colegas. No entanto, houve altas porcentagens de classificações limítrofes/anormais nos sintomas emocionais (64%), problemas de conduta (56%) e hiperatividade (50%). Na comparação entre grupos, às crianças pré-termo extremo/muito pré-termo apresentaram pior desempenho apenas na atenção alternada do que as pré-termo moderado/tardio. Na análise de predição, foram encontrados os seguintes resultados nos desfechos cognitivos: menor QI-Total foi predito por menor QI-Verbal e escolaridade materna; menor QI Verbal foi predito por menos controle com esforço e atenção e menor escolaridade materna; menor QI-Execução foi predito por menos atenção, menor escolaridade materna e nível socioeconômico. Os problemas de comportamento global foram preditos por mais afeto negativo e extroversão e menor controle com esforço e atenção. A hiperatividade foi predita por mais afeto negativo e menor controle com esforço e atenção. Os problemas de conduta foram preditos por mais afeto negativo, sexo masculino e menor QI-Verbal. Os problemas de relacionamento com os colegas foi predito por mais extroversão, maior escolaridade paterna, menor escolaridade materna e menor QI-Execução. Os sintomas emocionais foram preditos por menor idade gestacional, controle com esforço e nível socioeconômico e mais afeto negativo e extroversão. Apesar da vulnerabilidade das crianças, foram verificados recursos cognitivos e de atenção. Os problemas concentraram-se mais no comportamento, que foi predito por fatores da criança (temperamento, sexo, idade gestacional) e socioeconômicos.
Título em inglês
Cognition, attention, temperament, and behavior in preschool children born preterm.
Palavras-chave em inglês
attention
behavior
cognition
preterm birth
temperament
Resumo em inglês
The preterm birth increases risk for developmental problems. The objectives of the present study were the following: a) to exam the associations between neonatal clinical conditions and cognition, attentional, temperament, and behavior indicators in preschool children born preterm; b) to compare these indicators in groups according to the prematurity level. The sample was composed of 50 children born preterm (mean gestational age = 31 weeks [26-35]), mean birth weight of 1,190g [650-1,500g]), with six years of age, who participated in a follow-up program in a tertiary teaching hospital. Preterm children were evaluated according to the Wechsler Intelligence Scale for Children (WISC-III) and the Test of Attention by Cancelling. Mothers answered to the Child Behavior Questionnaire (CBQ), Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ), and the Questionnaire of characteristics. Clinical history was reviewed on the medical chart. The multiple linear regression and between group comparison (t-test/Chi-square) analyses were performed; p0,05. The results showed that, in the WISC-III cognition assessment, the majority of the children presented results on average on the following intelligence quotients (QIs) scores: Total (70%), Verbal (76%), and Executive (76%), and in the Resistance to distraction Index subscale (78%). On the total attentional score 74% of the children presented mean or above mean scores. Concerning the temperament indicator, children presented moderated scores between 4 and 5 on the three CBQ factors (Negative Affectivity, Surgency, and Effortful Control). On behavior indicators, 56% of the children obtained total normal classification, as well as 96% on prosocial behavior and 76% on peer relationship. However, there were high percentages of boarder/abnormal on emotional symptoms (64%), conduct problems (56%), and hyperactivity (50%). The between groups comparison showed that children born extremely/very preterm presented lower performance only on alternating attention than moderate/late preterm children. The multiple linear regression analysis showed the following cognition outcomes: lower Total-IQ was predicted by lower Verbal IQ and maternal schoolarship; lower Verbal-IQ was predicted by lower Effortful Control and attention, and maternal schoolarship; lower Executive-IQ was predicted by lower attention, maternal scholarship, and socioeconomic status. Global behavior problems were predicted by higher Negative Affectivity, and Surgency, and lower Effortful Control, and Attention. Hyperactivity was predicted by higher Negative Affectivity and lower Effortful Control, and Attention. Conduct problems were predicted by higher Negative Affectivity, male sex, and Verbal-IQ. Peer relationship problems were predicted by higher Surgency, higher parental education, lower maternal schoolarship, and lower Executive-IQ. Emotional symptoms were predicted by gestational age, Effortful Control and socioeconomic status, and higher Negative Affectivity, and Surgency. Despite vulnerability of children there were cognitive and attentional resources. The difficulties are related to behavior, which were predicted by children factors, such as temperament, sex and gestational age, and socioeconomic factors.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
versaocorrigida.pdf (3.54 Mbytes)
Data de Publicação
2015-12-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.