• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2010.tde-05032012-215706
Documento
Autor
Nome completo
Lupercio Luiz de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Marco Antonio de Castro (Presidente)
Battaglion Neto, Angelo
Galera, Cesar Alexis
Santos, Sinval Avelino dos
Silva, Jose Aparecido Da
Título em português
Viver na terceira idade: dimensões de componentes cognitivos e valorativos de atitudes, identificadas em pessoas idosas do sexo feminino
Palavras-chave em português
Atitudes
Convívio Social
Mulheres Idosas
Representações Sociais
Resumo em português
O envelhecimento populacional é um fenômeno global que tem sido observado nas últimas décadas. O Censo de 2000 identificou 10 milhões de brasileiros com idades acima de 65 anos, estimando que, até 2030, deverão atingir uma população de 25 milhões de idosos. As conseqüências do crescente número de idosos implicam o aumento das demandas sociais que deverão representar um grande desafio sócio-econômico para o país, exigindo o desenvolvimento de políticas para disponibilizar uma rede de serviços capaz de assegurar os direitos básicos às pessoas idosas. A concentração de esforços realizados por diferentes especialidades buscou aumentar o conhecimento sobre o envelhecimento, criando recursos para a manutenção da independência e autonomia dos indivíduos idosos. Há um consenso sobre os benefícios psicossociais e fisiológicos advindos da prática regular de exercícios físicos, comprovando mudanças de valores e de hábitos em relação à saúde, independente da idade das pessoas. Estudos com idosos mostraram que a participação em algum tipo de atividade física potencializou ganhos físicos, mentais e um expressivo ganho no convívio social e estado de ânimo. Este estudo objetivou construir e validar escalas de atitudes para idosos, com base em medidas sobre crenças e valores frente ao Convívio Social, segundo o modelo bipolar proposto por Fishbein e Ajzen. Foi realizado um estudo piloto com 14 pessoas, homens e mulheres com mais de 60 anos, escolaridade mínima correspondente ao ensino fundamental, em condições físicas e mentais favoráveis para participar na pesquisa. Inicialmente foram identificadas crenças salientes modais em entrevistas focalizadas no convívio social. Baseado nestes dados foram construídas escalas bipolares, do tipo Likert, em sete pontos sobre probabilidade e avaliação, variando entre -3 e +3, tendo 0 como ponto central. Tais escalas foram administradas em 210 sujeitos do sexo feminino com idades superiores a 60 anos, participantes, na maioria, de um Programa de Integração Comunitário de Ribeirão Preto. Os dados foram processados no programa estatístico SPSS, para identificar Componentes Principais, tomando-se como critério uma saturação acima de .45 e eigenvalue superior a 1.00. Com base nestes estudos, foram identificados alguns conteúdos relacionados a Crenças Teleológicas/Espiritualidade ( = .91), Socialização/Continuidade ( = .82), Sabedoria/Amparo ( = .76), Condições de Vida/Sobrevivência ( = .75), Convívio Familiar ( = .73) e Trabalho /Ativação ( = .66).
Título em inglês
Living in the elderly: dimensions of cognitive and value components of attitudes identified in female elderly persons
Palavras-chave em inglês
Attitudes
Elderly Women
Social Living
Social Representation
Resumo em inglês
Population aging is a global phenomenon that has been observed in recent decades. The 2000 demographic Census identified 10 million Brazilians aged over than 65 years, estimating that by 2030 they should reach a population of 25 million elderly people. The consequences of the elderly people increasing number result in social demands increase that should represent a major socio-economic challenge for the country, requiring the development of policies in order to provide a services network capable of ensuring the basic rights for the elderly. The concentration of efforts by different specialties sought to increase knowledge about aging, creating resources for the maintenance of independence and autonomy of older persons. There is a consensus on the physiological and psychosocial benefits arising out of regular physical exercises, showing changes in values and habits with regard to health independent of people age. Studies with elderly showed that participation in some type of physical activity potentiated physical and mental gains and a significant gain in social living and mood. This study aimed to develop and validate attitudes scales for use in elderly, based on beliefs and values measures toward the Social Living, according to the bipolar model proposed by Fishbein and Ajzen. A pilot study was carried out with 14 people, men and women over 60 years, minimum education corresponding to primary education, in physical and mental conditions favorable in order to participate in research. Initially modal salient beliefs were identified in interviews focused on social living. Based on these data were constructed bipolar type Likert scales in seven points about probability and evaluation, ranging from -3 to +3, with 0 as the central point. These scales were applied in 210 women aged over 60 years, most participants in the Community Integration Program of Ribeirão Preto. The data were processed in SPSS statistic program to identify principal components, using saturation above .45 and eigenvalue greater than 1.00 as criterion. Based on these studies, some contents were identified and related to Teleological Beliefs/Spirituality ( = .91), Socialization/Continuity ( = .82), Wisdom/Hold ( = .76), Life Conditions/Survival ( = .75), Family Living ( = .73) and Work/Activation ( = .66).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese4782932.PDF (994.44 Kbytes)
Data de Publicação
2012-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.