• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2006.tde-28032007-012433
Documento
Autor
Nome completo
Camila Tavares Valadares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Sebastiao de Sousa (Presidente)
Bueno, Orlando Francisco Amodeu
Camargo, Lucilla Maria Moreira
Costa, Telma Maria Braga
Moreira, Rita de Cassia Margarido
Título em português
Efeitos da desnutrição protéica pós-natal no desempenho de ratos em diferentes tarefas de aprendizagem e memória
Palavras-chave em português
Aprendizagem
Desnutrição Protéica
Memória de Referência
Memória Operacional
Resumo em português
A desnutrição protéica em estágios iniciais da vida produz alterações estruturais, neuroquímicas e funcionais no sistema nervoso central, podendo causar prejuízos no desenvolvimento cognitivo e comportamental. Assim, o objetivo do presente estudo foi o de investigar os efeitos da desnutrição protéica pós-natal em tarefas que avaliam a aprendizagem e memória. Estas investigações foram feitas comparando o desempenho de ratos Wistar, submetidos à desnutrição protéica (6% de proteína) durante a lactação e pós-lactação com animais controle (16% de proteína), nas tarefas de memória operacional no Labirinto Aquático de Morris (LAM), memória de reconhecimento de objetos no campo aberto e memória operacional no Labirinto em T Aquático (LTA). No experimento I a tarefa foi localizar uma plataforma oculta que mudou de posição a cada sessão diária com quatro tentativas no LAM. A memória a longo prazo foi avaliada após seis meses utilizando-se o mesmo procedimento. No experimento II os animais foram submetidos à tarefa de reconhecimento de objetos no campo aberto, em duas tentativas com diferentes intervalos intertentativas (3 e 24h). Na 1a tentativa o animal foi habituado a um objeto A e na 2a, discriminava o objeto A de um novo objeto B. No experimento III foi testado o desempenho dos animais no LTA, sendo inicialmente forçados a alternar os braços de entrada e, após esta fase, escolher em qual braço deveria entrar para encontrar a plataforma fixada em uns dos braços. Os resultados mostraram déficits na aprendizagem e memória dos animais desnutridos no experimento I. Porém, na fase 2 a diferença entre os grupos nutricionais desapareceu. No experimento II, o índice de reconhecimento dos animais desnutridos foi significativamente maior que dos controle nos intervalos de 3 e 24h. No experimento III, houve diferença apenas do tipo de intervalo, sendo que no intervalo de 30s todos os animais demoraram mais para atingirem o critério proposto. Com estes resultados se pode concluir que a desnutrição protéica pós-natal causou prejuízos na memória operacional no LAM; porém, este déficit diminuiu seis meses depois, sugerindo que a recuperação nutricional foi eficiente para reverter as alterações causadas pela desnutrição. A tarefa de memória operacional no LTA não foi afetada por este modelo de desnutrição, independente do intervalo. Entretanto, a tarefa de memória de reconhecimento foi prejudicada pela desnutrição pós-natal, independente do intervalo, e a atividade exploratória somente no intervalo de 24h.
Título em inglês
Effects of postnatal protein malnutrition on learning and memory procedures.
Palavras-chave em inglês
Learning
Protein Malnutrition
Recognition Memory
Working Memory
Resumo em inglês
Early protein malnutrition induces structural, neurochemical and functional changes in the Central Nervous System leading to alterations in cognitive and behavioral development of rats such as spatial learning and memory. The aim of this work was to investigate the effects of postnatal protein malnutrition on learning and memory tasks. This evaluation was done by comparing the performance of previously malnourished male Wistar rats (6% protein) from birth to 49 days of age with well-nourished control animals (16% protein) in three experiments: working memory tasks in the Morris water maze (Experiment I) at 70 days of age (phase 1) and six months later (phase 2), recognition memory of objects in the open field (Experiment II) with two types of intervals (3 and 24) between the trials, and working memory in the water T-maze (Experiment III) with two types of intervals between trials (10 and 30 s). The results showed that the escape latency in malnourished animals in experiment I was significantly higher than escape latency in controls. On phase 2, this difference disappeared. In Experiment II, recognition indexes of malnourished groups were significantly higher in both 3-h and 24-h intervals. In Experiment III, there was a difference only in the type of interval, as the animals took longer to achieve the criteria in the 30-s interval. These results suggest that protein malnutrition caused impairments on the working memory in the Morris water maze, but these deficits disappeared after nutritional recovery. Recognition memory was impaired by postnatal malnutrition independently of the type of interval. Working memory in the water T-maze was not affected by postnatal protein malnutrition.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tesecompleta.PDF (1.80 Mbytes)
Data de Publicação
2007-04-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.