• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Carolini Marchetti Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Fukuda, Marisa Tomoe Hebihara (Presidente)
Fukusima, Sergio Sheiji
Mandra, Patricia Pupin
Panico, Adriana Campos Balieiro
Título em português
Processamento auditivo central e processamento fonológico em bilíngues
Palavras-chave em português
Bilíngues
Processamento auditivo central
Processamento fonológico
Resumo em português
Introdução: Diversos estudos têm avaliado as vantagens e desvantagens do bilinguismo em uma gama de habilidades humanas. Para se compreender uma língua estrangeira é necessário o desenvolvimento de habilidades específicas que se inicia a partir de uma informação ouvida. Dessa forma, o estudo das habilidades auditivas e fonológicas em bilíngues tem despertado o interesse de diversos pesquisadores nos últimos anos. Objetivo: avaliar habilidades do Processamento Auditivo Central (PAC) de discriminação e ordenação temporal e habilidades do Processamento Fonológico (PF) em bilíngues. Metodologia: 100 estudantes universitários de (graduação e pós-graduação) foram divididos em dois grupos: Grupo Bilíngue (GB n=50) e Grupo Monolíngue (GM n=50), de acordo com classificação do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas. Foram considerados bilíngues os participantes classificados como: Independente ou proficiente (B1, B2, C1, C2) e que tivessem certificado em curso formal de língua inglesa ou permanência por dois anos em países deste idioma. Foram considerados monolíngues, participantes inseridos nos níveis A1 e A2 ou que não possuíssem competências previstas nestes itens. As habilidades do PF (consciência fonológica - CF, memória de trabalho fonológica - MTF e acesso rápido ao léxico - RAN) tanto do português quanto em idioma inglês e habilidades do PAC (discriminação e ordenação temporal de duração - TPD e frequência TPF) dos dois grupos foram avaliadas. Os resultados dos desempenhos dos grupos nas diferentes tarefas foram comparados estatisticamente por meio do Mann-Whitney U test (P<0,05) e um teste de regressão logística foi aplicado visando-se observar quais fatores poderiam predizer o bilinguismo. Resultados: Observou-se melhor desempenho do GB em tarefas de CF (português/inglês) e MTF - repetição de nãopalavras (português/inglês). Observou-se, também melhor desempenho do GB em tarefas RAN (português) exceto para nomeação de cores, e melhor desempenho do GB em todas as tarefas RAN em inglês. Observou-se melhor desempenho do GB nos testes de avaliação das habilidades auditivas tanto em TPD quanto TPF. As variáveis com mais forte associação ao bilinguismo foram as tarefas de CF do inglês e tarefas de RAN em inglês. Conclusão: Indivíduos bilíngues apresentam melhores desempenhos em testes fonológicos e auditivos, já que essas habilidades favorecem a identificação e discriminação de variações na fonologia de ambos os idiomas influenciando seu desempenho
Título em inglês
Central auditory processing and phonological processing in bilinguals
Palavras-chave em inglês
Bilingual
Central auditory processing
Phonological processing
Resumo em inglês
Introduction: Several studies have evaluated the advantages and disadvantages of bilingualism in a range of human skills. In order to understand a foreign language, it is necessary to develop specific skills that start from an information heard. Thus, the study of auditory and phonological abilities in bilinguals has aroused the interest of several researchers in recent years. Objective: To evaluate Central Auditory Processing (CAP) skills of discrimination and temporal ordering and Phonological Processing (PP) skills in bilinguals. Methodology: 100 undergraduate and graduate students were divided into two groups: Bilingual Group (BG n = 50) and Monolingual Group (MG n = 50), according to the classification of the "Common European Framework of Reference For Languages". Participants with a formal English course certificate or stay of two years in countries of this language were considered bilingual and were classified as: Independent or proficient (B1, B2, C1, C2). Participants inserted in levels A1 and A2 or who did not possess competences foreseen in these items were considered monolingual. The skills of PP (phonological awareness PA , phonological work memory PWM and fast access to the lexicon FAL) of both Portuguese and English language and CAP skills (discrimination and temporal ordering of duration TOD and frequency TOF) of the two groups were evaluated. The results of the groups' performances in the different tasks were compared statistically using the Mann-Whitney U test (P <0.05) and a logistic regression test was applied aiming to observe which factors could predict bilingualism. Results: Better performance of BG was observed in PA tasks (Portuguese/English) and PWM repetition of non-words (Portuguese/English). We also observed better performance of BG in FAL tasks (Portuguese), except for color naming, and better BG performance in all FAL tasks in English. There was a better performance of BG in the auditory skills evaluation tests in both TOD and TOF. The variables with the strongest association with bilingualism were English PA tasks and English FAL tasks. Conclusion: Bilingual individuals present better performances in phonological and auditory tests, since these abilities favor the identification and discrimination of phonological variations in both languages, influencing their performance
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
az.pdf (2.53 Mbytes)
Data de Publicação
2017-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.