• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2017.tde-16052017-131256
Documento
Autor
Nome completo
Camila Lemos Batista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Costa, Telma Maria Braga (Presidente)
Kakeshita, Idalina Shiraishi
Schmidt, Andreia
Título em português
Adaptação transcultural da Dieting Beliefs Scale: uma escala utilizada para avaliar a crença alimentar em adultos de ambos os sexos
Palavras-chave em português
Lócus de controle
Obesidade
Psicometria
Resumo em português
O número de indivíduos obesos quase dobrou desde 1980. Sendo assim, a obesidade torna-se uma ameaça para o equilíbrio físico, mental e social destes indivíduos. Entre os tratamentos psicológicos, destaca-se a Terapia Cognitivo Comportamental, na qual explica que o sistema de crenças de um indivíduo interfere no desenvolvimento de seus sentimentos e comportamentos e, quando distorcido, pode causar tendências disfuncionais de raciocínio. Adaptar instrumentos a fim de aprofundar os estudos em relação ao comportamento alimentar de indivíduos obesos, pode levar a promover ações para promoção de saúde destes. A Dieting Beliefs Scale, composta por 16 afirmações, divididas entre lócus de controle interno (fator 1), lócus que estão além do controle, (fator 2) e lócus externo (fator 3), avalia a relação entre peso e comportamento na dieta. O objetivo deste estudo é adaptar esta escala em adultos para a amostra não clínica (alunos e funcionários da Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP) de ambos os sexos e aplicar a versão adaptada para amostra clínica (pacientes da clínica de Nutrição da UNAERP). A análise dos dados da adaptação foi realizada com 197 sujeitos da amostra não clínica e foram realizadas a tradução, análise das evidências de validade (Análise Fatorial Exploratória - AFE - e Análise Fatorial Confirmatória - AFC) e precisão ou fidedignidade (alpha de Cronbach e teste-reteste). A aplicação da escala adaptada foi realizada na amostra clínica (n=114). Em relação aos resultados da tradução, a amostra não clínica não apresentou dúvidas em relação à versão traduzida. Sendo assim, esta foi aplicada em 197 sujeitos desta amostra. Já em relação aos resultados das evidências de validade a AFE constatou que os itens 2, 9, 10, 11 e 15 apresentaram uma carga fatorial alta para o fator 1; os itens 5, 6 e 7 apresentaram alta carga fatorial para o fator 2 e os itens 8, 12 e 13, para o fator 3. Foram excluídos os itens 1, 3, 4 e 16 por terem apresentado carga fatorial abaixo de 0,40. Na AFC, o modelo re-especificado da escala original apresentou ajuste razoável. Os resultados da Precisão ou fidedignidade foi realizada por meio do Alpha de Cronbach (0,404), classificado como moderado e do Teste-reteste (n=96), onde se observou que o fator 1 possui maior índice de correlação (0,620), comparados com os fatores 2 (0,499) e 3 (0,381). Os resultados da aplicação da escala na amostra clínica mostram que há evidências da não relação estatisticamente significativa entre o IMC e os fatores da Escala de Crenças sobre Dieta. Esta amostra pode ter compreensão da importância dos fatores internos em um processo de perda de peso. Assim, as análises estatísticas demonstraram qualidades psicométricas razoáveis. Recomenda-se a utilização deste instrumento para pesquisas a fim de compreender as crenças dos indivíduos em processo de perda de peso e o fator que pode estar interferindo em seu comportamento
Título em inglês
Cross-cultural adaptation of Dieting Beliefs Scale: a scale used to assess the diet belief in adults of both gender
Palavras-chave em inglês
Locus of control
Obesity
Psychometrics
Resumo em inglês
The number of obese people has nearly doubled since 1980. Thus, obesity becomes a threat to the physical, mental and social balance of these individuals. Among the psychological treatments, Cognitive Behavioral Therapy stands out, in which it explains that the belief system of an individual interferes in the development of their feelings and behaviors and, when distorted, can cause dysfunctional tendencies of reasoning. Adapting instruments to deepen the studies regarding the eating behavior of obese individuals may lead to actions to promote their health. The Dieting Beliefs Scale, composed of 16 statements, divided between internal control locus (factor 1), locus that are beyond the control (factor 2) and external locus (factor 3), evaluates the relationship between weight and behavior in the diet. The aim of this study is to adapt this scale in adult non-clinical sample (students and staff at the University of Ribeirão Preto - UNAERP) of both genders and apply the version adapted for clinical sample (clinic patients Nutrition UNAERP). The analysis of the adaptation data was performed with 197 subjects from the non-clinical sample and the translation, analysis of the validity evidence (Exploratory Factor Analysis - AFE - and Confirmatory Factor Analysis - AFC) and accuracy or reliability (Cronbach's alpha and test -retested). The application of the adapted scale was performed in the clinical sample (n = 114). Regarding the results of the translation, the non-clinical sample showed no doubts about the translated version. Therefore, it was applied in 197 subjects of this sample. Regarding the results of the validity evidence, AFE found that items 2, 9, 10, 11 and 15 presented a high factor load factor 1; Items 5, 6 and 7 presented a high factor load for factor 2 and items 8, 12 and 13 for factor 3. Items 1, 3, 4 and 16 were excluded because they presented a factorial load below 0.40. In the AFC, the re-specified model of the original scale presented a reasonable fit. The results of Accuracy or reliability were performed using Cronbach's Alpha (0.404), classified as moderate and Test-retest (n = 96), where it was observed that factor 1 had a higher correlation index (0.620), compared with Factors 2 (0.499) and 3 (0.381). The results of scale application in the clinical sample show that there is evidence of a non-statistically significant relationship between BMI and Dietary Belief Scale factors. This sample may have an understanding of the importance of internal factors in a weight loss process. Thus, the statistical analyzes demonstrated reasonable psychometric qualities. It is recommended to use this tool for research in order to understand the beliefs of individuals in the process of weight loss and the factor that may be interfering in their behavior
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.