• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2015.tde-12112015-101850
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Vidotto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Jose Lino Oliveira (Presidente)
Ramos, Danilo
Silva, Jose Aparecido Da
Título em português
Efeitos das canções de ninar de diferentes etnias sobre o tempo subjetivo
Palavras-chave em português
Canção de ninar
Estrutura Musical
Estudo Intercultural
Música
Tempo subjetivo
Resumo em português
Uma canção de ninar é um refrão suave usado para agradar ou acalmar crianças. Esse tipo de canção atua fundamentalmente no processo de desenvolvimento cultural, além de ter um papel preponderante na evolução do homem, juntamente com o surgimento da linguagem humana. Canções de ninar de diferentes etnias exibem parâmetros de estrutura musical comuns e marcantes, como registro agudo, natureza repetitiva e calma, vocal sibilante, andamento lento, contorno melódico suave e mais intervalos descendentes do que outros tipos de canções. Canções folclóricas, por sua vez, apresentam funções diversas e apresentam maior diversidade de parâmetros de estrutura musical quando comparadas à canções de ninar. Hipotetizou-se que canções de ninar, por apresentarem funções bastante distintas de outras canções e por terem relação com o desenvolvimento da espécie humana, afetariam o tempo subjetivo da mesma forma para participantes de diferentes etnias. O contrário é esperado quando participantes estimam o tempo para canções folclóricas. Participaram dessa pesquisa 46 indivíduos, sendo 18 africanos (grupo P-Africano), 17 europeus (grupo P-Europeu) e 11 asiáticos (grupo P-Asiático). Os participantes ouviram 6 estímulos, sendo uma canção de ninar asiática (CN-Asiática), uma canção de ninar africana (CN-Africana), uma canção de ninar europeia (CN-Europeia), uma canção folclórica asiática (CF-Asiática), uma canção folclórica africana (CF-Africana) e uma canção folclórica europeia (CF-Europeia). Os participantes estimaram a duração de cada estímulo através do método de reprodução temporal. Os resultados mostraram que canções de ninar não são percebidas como diferentes de canções folclóricas dentro de cada grupo étnico de participantes, exceto para o grupo P-Africano. As canções de ninar são percebidas igualmente entre os grupos P-Africano, P-Asiático e P-Europeu. As canções folclóricas são percebidas diferentemente dependendo da etnia de origem do participante. As comparações das estimações de tempo realizadas dentro dos grupos étnicos de participantes para canções de ninar entre si, canções folclóricas entre si e canções de ninar com canções folclóricas, mostraram diferenças para cada grupo étnico de participantes. A comparação do tempo estimado com a duração real dos estímulos indicou variações entre os grupos: P-Asiático e P-Africano subestimaram CN-Europeia e CF-Europeia; o grupo P-Europeu superestimou CN-Asiática. Os resultados indicam que canções de ninar atuam igualmente em participantes, independentemente da origem étnica dos mesmos. Esse resultado, juntamente com a discrepância entre os grupos para a percepção das canções folclóricas, confirma a hipótese de que canções de ninar podem atuar universalmente na percepção temporal humana. Além disso, existem influências da etnia de origem dos participantes na percepção individual das canções, exibida pela variação dentro dos grupos P-Asiático, P-Europeu e P-Africano. Isso indica que alguns componentes musicais são universalmente percebidos enquanto outros são afetados pela origem étnica do participante.
Título em inglês
Effect of Different Ethnicities Lullabies on Subjective Time
Palavras-chave em inglês
Intercultural Studies
Lullaby
Music
Musical Structure
Subjective time
Resumo em inglês
A lullaby is a soft chorus used to please or appease children. This type of song primarily operates in the cultural development process, and has a leading role in the evolution of man, together with the emergence of human language. Lullabies from different ethnic groups exhibit common and striking structural features, as shrillness, repetitiveness, squeaky voice, slow tempo, smooth melodic contour and more descendants intervals than other types of songs. Folk songs, in turn, have different functions and are more structurally diverse when compared to lullabies. We hypothesized that lullabies, because of their very distinct functions and their relationship with the development of the human species, would affect subjective time similarly to subjects of different ethnicities. The opposite is expected when subjects estimate the time to folk songs. Participated in this study 46 subjects, 18 African (P-African group), 17 European (P-European group) and 11 Asians (P-Asian group). Participants heard six stimuli, an Asian lullaby (CN-Asian), an African lullaby (CN-African), a European lullaby (CN-European), an Asian folk song (CF-Asian) an African folk song (CF-African) and a European folk song (CF-European). The participants estimated the duration of each stimulus by time reproduction method. The results showed that lullabies are perceived equally as folk songs within each ethnic group of participants, except for the P-African group. The lullabies are also equally perceived by the groups P-African, P-Asian and P-European. The folk songs are perceived differently depending on the participant's ethnicity. Comparisons of time estimations showed variations within the ethnic groups of participants to each lullaby, each folk song, and the comparison of lullabies with folk songs. The comparison of the time estimation to the actual duration of the stimuli indicated variations between groups: P-Asian and P-African underestimated CN-European and CF-European; the P-European group overestimated CN-Asian. The results indicate that lullabies affect the participants regardless of their ethnic origin. This result, along with the discrepancy between the groups for the perception of folk songs, confirms the hypothesis that lullabies can act universally in human temporal perception. Moreover, the ethnic origin of the participants influence the perception of each individual song displayed. This indicates that some musical components are universally perceived while others are affected by the ethnic origin of the subject.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.