• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Paula Verzola Olivio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Monticelli, Patricia Ferreira (Presidente)
Schmidt, Andreia
Tokumaru, Rosana Suemi
Título em português
Associações preferenciais e o papel da fêmea nas relações intersexuais em cobaias (Cavia porcellus)
Palavras-chave em português
comportamento social
escolha da fêmea
redes sociais
roedores caviomorfos
vínculo social
Resumo em português
As interações entre os membros de um grupo social possuem um importante efeito sobre os padrões de competição, cooperação e acasalamento dos indivíduos, interferindo, assim, na aptidão dos mesmos. Os indivíduos podem se relacionar de maneira preferencial, estabelecendo vínculos sociais. A manutenção destes vínculos pode aumentar longevidade e também o sucesso reprodutivo. Historicamente, houve uma tendência em se investigar a formação de associações intersexuais e, consequentemente a seleção de parceiros, através do ponto de vista do macho, restando à fêmea um papel passivo neste processo. O objetivo deste trabalho foi investigar a formação de associações intra e intersexuais em cobaias (Cavia porcellus) vivendo em colônia e verificar se em ambiente controlado, onde a interferência dos machos entre si e sobre as fêmeas era limitada, as fêmeas demonstram preferência por um macho específico, dando indícios de sua participação na formação das associações intersexuais. Para isto, a estrutura social das cobaias na colônia foi definida por meio do cálculo do índice de associação entre os indivíduos e de parâmetros de redes sociais (força e centralidade). Em seguida, a preferência das fêmeas foi testada em um cercado experimental com três compartimentos, no qual dois abrigavam machos restritos a seu ambiente pelo uso de coleira e guia, e um deles permanecia vazio. As fêmeas possuíam acesso livre a todos os compartimentos por duas horas. A análise da preferência das fêmeas se deu pela comparação do tempo que permaneceram em cada um dos compartimentos (Testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis, nível de significância: 5%). As cobaias formaram associações preferenciais intra e intersexuais, sendo as associações entre as fêmeas mais fortes do que aquelas entre machos ou entre fêmeas e machos quando a colônia era composta por um número maior de indivíduos. Nas relações intersexuais, as fêmeas apresentaram relações mais fortes com dois dos machos em relação aos outros da colônia. Os resultados do teste de escolha refletiram as associações na colônia: não houve diferença estatística no tempo de permanência das fêmeas com os machos que possuem relações mais fortes com as fêmeas. Um dos machos não foi preferido em nenhum dos testes e de modo geral, as fêmeas passaram mais tempo no compartimento vazio do que acompanhadas dos machos. Os resultados encontrados sobre estrutura social, com a formação de associações preferenciais e teste de escolha indicam que as fêmeas apresentam preferência por machos específicos, dando indícios de sua participação na formação das associações intersexuais, e possivelmente, na seleção de parceiros.
Título em inglês
Preferential associations and the role of females in intersexual relationships in guinea pigs (Cavia porcellus)
Palavras-chave em inglês
caviomorph rodents
female choice
social behavior
social bond
social networks
Resumo em inglês
Interactions among members of a social group have an important consequence in competition, cooperation and mating patterns, interfering in their fitness. Animals can associate preferentially and stablish social bonds. Bond maintenance can increase lifespan and reproductive success. Historically, there is a tendency in investigating male-female relationships and, consequently, mate selection, through male view, placing females in a passive position in this process. This research aimed to investigate the formation of intra and intersexual relationships in guinea pigs (Cavia porcellus) living in colony and verify if, in a controlled environment, where male interference were limited, females would prefer a specific male, indicating an active position in intersexual relationships. The guinea pig social structure was defined using the simple ratio association index and the social network analysis. Female preference was tested in a three partitions fenced , the central was empty and the laterals had a male restricted to it by guinea-pig collar. Females were free to move around all during 2 hours. Female preference analysis was made by comparisons between female time in each partition (Mann Whitney and Kruskal-Wallis, significance: 5%). Results showed that in colony females make intra and inter preferential associations, strongest among females-than among male-male or female-male in a higher number of individuals in the colony. In female-male associations, females had stronger relationship with two males from their colony. Results of preference tests reflect association preferences in colony: there were no difference in female time with the two prefered males of the colony. The third male was never chosen, and females prefered to spend more time in the empty partition. Results about social structure with association preferences, and in preference tests show the active role of females in intersexual associations and, possibly, in mate selection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.