• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Luciano Palmieri Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Rodrigo Augusto Santinelo (Presidente)
Almeida, Eduardo Andrade Botelho de
Amorim, Dalton de Souza
Castro, Mariela Cordeiro de
Cruaud, Astrid
Título em inglês
Sistemática e biogeografia de besouros curculionídeos (Curculionoidea; Coleoptera) associados a figueiras (Ficus; Moracae)
Palavras-chave em inglês
Evolution
Insect-plant interaction
Molecular clock
Neotropical region
Taxonomy
Resumo em inglês
Among the number of examples of broad radiations of insects on plants, the fig fig wasp system is one of the most remarkable. Although this interaction has frequently been used as a model for studies of mutualism and coevolution, other groups of insects associated with fig trees have received less attention. The weevils (Coleoptera: Curculionidae) associated with figs are one notable example. Being the largest family of animals, weevils achieved great evolutionary success due to their early association with their host plants. Despite few reports in literature, there is strong evidence of the specialization of weevils on figs. The main objective of this thesis was to understand how diversification of Curculionidae took place in fig trees. Previous studies have never addressed the systematics and biogeography of fig weevils under a phylogenetic framework. Therefore, we analyzed the tempo of diversification of Curculionidae lineages that use fig trees as host in order to reconstruct their historical biogeography. To gather information on fig weevils, we collected 325 fruit sets from more than 12% of the total Ficus species, from the Neotropical, Afrotropical and Oriental regions. We also examined seven entomological collections (AMNH, BMNH, INBIO, MNHN, MZUSP, NMNH, SAMC) searching for weevil specimens collected on figs. At least 80 weevil species from five genera (Cetatopus, Omophorus, Carponinus, Curculio, and Indocurculio) were found to be associated with figs. The radiation of curculionids on figs occurred at least three times independently. The tempo of diversification of the crown fig weevils is congruent with the diversification of figs during the Upper-Cretaceous/Lower-Eocene period. We hypothesize that the variation of the sea level and warmer climate in the past had great influence on the evolution of the species. Our results encourage future research on the biology and ecology of these species and will help us to understand the role weevils may have played in the evolution of the fig- fig wasp mutualism.
Título em português
Sistemática e Biogeografia de Besouros Curculionídeos (Curculionoidea; Coleoptera) associados a figueiras (Ficus; Moraceae).
Palavras-chave em português
Evolução
Interação inseto-planta
Região neotropical
Relógio molecular
Taxonomia
Resumo em português
Um dos mais notáveis exemplos de radiação adaptativa de insetos em classes de plantas é o sistema figueiras - vespas de figo. Embora essa interação tenha sido frequentemente usada como modelo nos estudos de mutualismo e coevolução, outros grupos de insetos relacionados às figueiras têm sido negligenciados. Besouros curculionídeos (Coleoptera: Curculionidae) associados a figueiras representam um desses grupos pouco estudados. Apesar dos relatos escassos na literatura, existem fortes evidências do alto grau de especialização destes besouros às suas plantas hospedeiras. O objetivo geral desta tese foi entender como se deu a diversificação dos curculionídeos sobre as figueiras. Trabalhos anteriores nunca utilizaram uma abordagem filogenética para estudar a sistemática e biogeografia dos curculionídeos de figo e, por isso, este estudo analisa o tempo de diversificação das linhagenes destes besouros para reconstruir sua biogeografia histórica. De modo a obter informações das espécies estudadas, foram coletadas 325 amostras de frutos de cerca de 12% do total de espécies de figueiras das regiões Neotropical, Afrotropical e Oriental. Sete coleções entomológicas (AMNH, BMNH, INBIO, MNHN, MZUSP, NMNH, SAMC) foram vistadas em busca de espécimes de curculionídeos coletados em figo. Pelo menos 80 espécies de cinco gêneros (Cetatopus, Omophorus, Carponinus, Curculio e Indocurculio) foram encontradas. A radiação dos curculionídeos de figo ocorreu independentemente pelo menos três vezes ao longo da história dos Curculionidae. O período de diversificação das linhagenes de curculionídeos de figo é fortemente congruente com o período de diversificação das linhagenes de figueiras durante o fim do Cretáceo/Paleoceno. Acredita-se que fatores como a forte variação no nível dos oceanos e o clima mais quente no passado tiveram grande influência na evolução das espécies. Espera-se que os resultados deste trabalho encorajem estudos futuros sobre a biologia e ecologia dos curculionídeos associados às figueiras e auxilie no entendimento do papel que os curculionídeos possam ter desempenhado na evolução do sistema Ficus - vespas de figo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Luciano_Palmieri.pdf (5.20 Mbytes)
Data de Publicação
2017-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.