• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Reinanda Lima da Cruz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Garofalo, Carlos Alberto (Presidente)
Augusto, Solange Cristina
Dórea, Marcos da Costa
Título em português
Abelhas e vespas solitárias (Hymenoptera, Aculeata) ocupando ninhos-armadilha e recursos alimentares utilizados por Centris (Heterocentris) analis e Centris (Heterocentris) terminata (Hymenoptera, Centridini) em um fragmento de Mata A
Palavras-chave em português
Abelhas e vespas solitárias
Ambiente urbano
Mata Atlântica
Ninhos-armadilha
Pólen
Recursos florais.
Resumo em português
O objetivo do presente estudo foi inventariar a diversidade de espécies de abelhas e vespas solitárias que nidificam em cavidades preexistentes em um fragmento de Mata Atlântica, componente da paisagem urbana de Salvador, Bahia, ocupado pelo Parque Zoobotânico Getúlio Vargas (PZBGV) e pelo campus da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Ondina. Além disso, foi feita a identificação dos recursos florais utilizados por duas espécies de abelhas, Centris (Heterocentris) analis e Centris (Heterocentris) terminata, para aprovisionamento das suas células de cria. A amostragem foi realizada durante o período de maio de 2014 a outubro de 2015, e os ninhos-armadilha utilizados consistiam de tubos de cartolina preta, blocos de madeira e gomos de bambu. Foram instalados no campo 1.192 ninhos-armadilha, distribuídos em oito suportes, sendo quatro colocados na área do Parque Zoobotânico e quatro colocados na área ocupada pelo campus da UFBA. As inspeções aos ninhos foram feitas mensalmente e os ninhos concluídos foram coletados e substituídos por novos ninhos-armadilha vazios. Os ninhos ocupados foram levados para o laboratório. No laboratório, os ninhos foram mantidos à temperatura ambiente e observados diariamente até a emergência dos adultos. Foram amostrados 409 ninhos pertencentes a sete espécies de vespas e cinco de abelhas, sendo 189 coletados no campus da UFBA e 220 no PZBGV. Do total de ninhos obtidos, 234 ninhos foram colonizados por cinco espécies de abelhas pertencentes a família Apidae: Centris analis, Centris terminata, Xylocopa frontalis, Euglossa sp. e Tetrapedia diversipes. As abelhas nidificaram com maior frequência no PZBGV (127 ninhos) do que no campus da UFBA (107 ninhos). Em relação às vespas, do total de 175 ninhos, 82 foram coletados na UFBA e 93 no PZBGV, tendo emergido indivíduos de sete espécies pertencentes a três famílias: Podium denticulatum e Podium sp. (Sphecidae); Auplopus pratens e Auplopus subaurarius (Pompilidae); Trypoxylon sp.1, Trypoxylon sp.2 e Trypoxylon lactitarse (Crabronidae). Entre as espécies de abelhas, C. analis foi a mais abundante, seguida por C. terminata. As espécies de vespas mais abundantes foram Trypoxylon sp.2 e P. denticulatum. As maiores frequências de atividade de nidificação das espécies de abelhas e vespas ocorreram nos meses com temperaturas elevadas e baixos índices pluviométricos (janeiro-março). Das espécies vii analisadas, apenas C. analis, P. denticulatum e Trypoxylon sp. 2 apresentaram diferenças significativas na razão sexual, as quais foram enviesadas para machos. A taxa de mortalidade para as espécies de abelhas e vespas foi maior na UFBA (55,08%) do que no PZBGV (44,92%). A mortalidade foi ocasionada, na grande maioria dos casos, por causas desconhecidas. Para identificação das fontes dos recursos florais utilizados por C. analis e C. terminata foi realizada a análise polínica a partir de 53 ninhos de C. analis e 20 ninhos de C. terminata fundados durante o período de maio de 2014 a abril de 2015. A análise do conteúdo polínico residual dos ninhos foi realizada pelo método de acetólise convencional. Foram identificados 12 tipos polínicos, pertencentes a sete famílias vegetais: Malpighiaceae, Bignoniaceae, Solanaceae, Fabaceae, Arecaceae, Polygalaceae e Sapindaceae. Destas famílias, Malpighiaceae foi a que teve os tipos polínicos mais frequentes nos ninhos de ambas as espécies de abelhas. Nos ninhos de C. analis foram encontrados 12 tipos polínicos e nos ninhos de C. terminata 8 tipos polínicos. Os tipos polínicos com as maiores frequências de utilização por C. analis e C. terminata foram: Malpighia emarginata, Byrsonima sericea, Stigmaphyllon cavernulosum e Aeschynomene paucifolia.Os resultados encontrados são de extrema relevância para o conhecimento das plantas fornecedoras de recursos florais utilizados para aprovisionamento larval, consumo e construção dos ninhos, elaboração de plano de manejo, conservação das abelhas do gênero Centris e das plantas visitadas pelas mesmas. Os resultados sugerem que a área estudada funciona como refúgio para espécies de abelhas e vespas solitárias.
Título em inglês
Solitary bees and wasps (Hymenoptera, Aculeata) occupying trap-nests and food resources utilized by Centris (Heterocentris) analis and Centris (Heterocentris) terminata (Hymenoptera, Centridini) in an Atlantic forest fragment in the urban zone of Salvador, Bahia, Brazil.
Palavras-chave em inglês
Atlantic Forest
Food resources.
Pollen
Solitary bees and wasps
trap-nests
urban landscape
Resumo em inglês
The aim of this study was to inventory the diversity of species of solitary bees and wasps that nest in artificial cavities in an Atlantic Forest fragment in the urban landscape of Salvador, Bahia. This area is occupied by the campus of the Universidade Federal da Bahia (UFBA) and by the Parque Zoobotânico Getúlio Vargas (PZBGV). We also identified the food resources collected by Centris analis and Centris terminata females. The samples were collected from May 2014 to October 2015 using artificial cavities made of black cardboard, wooden blocks, and bamboo canes (trap-nests methodology). We installed 1.192 trap-nests in the field, distributed in eight stands, four for each area. Inspections were made monthly and occupied nests were removed and brought to the laboratory. The empty cavities were filled with new nests. In the laboratory, the nests were kept at room temperature and observed daily until adult emergence. We sampled seven wasp species and five bee species in the two areas of this study, in a total of 409 nests: 189 nests in UFBA and 220 in PZBGV. Of these, 234 nests were made by five bee species from four genera of Apidae family: Centris analis, Centris terminata, Xylocopa frontalis, Euglossa sp. and Tetrapedia diversipes. Bees nest more frequently in PZBGV (127 nests) than on the campus of UFBA (107 nests). In relation to the wasps, we collected 175 nests, 82 were collected in UFBA and 93 in PZBGV, and emerged individuals from seven species of three families: Podium denticulatum and Podium sp. (Sphecidae); Auplopus pratens and Auplopus subaurarius (Pompilidae); Trypoxylon sp.1, Trypoxylon sp.2 and T. lactitarse (Crabronidae). Among the bee species, C. analis was the most abundant, followed by C. terminata. The most abundant wasp species were Trypoxylon sp.2, followed by P. denticulatum. The highest frequency of nesting activity of the species of bees and wasps occurred in the months with high temperatures and low rainfall (January to March). Only C. analis, P. denticulatum and Trypoxylon sp. 2 showed significant differences in the sex ratio, which were male-bias. The mortality rate was higher in the UFBA (55.08%) than in the PZBGV (44.92%) for both, bees and wasps. Unknown causes were the main causes of mortality. To identify the pollen resource used by C. analis and C. terminata, we analyzed 53 C. analis nests and 20 C. terminata nests, collected from May 2014 to April 2015. We found 12 pollen types belonging to seven families: ix Malpighiaceae, Bignoniaceae, Solanaceae, Fabaceae, Arecaceae, Polygalaceae and Sapindaceae, where Malpighiaceae was the most common for both species. We found 12 pollen types for C. analis and 8 for C. terminata, and the highest frequency pollen species were Malpighia emarginata, Byrsonima sericea, Stigmaphyllon cavernulosum, Aeschynomene paucifolia for both species analyzed. The results are extremely important for the knowledge of supplier plants of food resources used for larval supply, consumption and construction of nests, preparation of management plan, conservation of the genus Centris bees and plants visited by them.The studied forest fragment serve as refuge for species of bees and solitary wasps.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Dissertacao.pdf (2.59 Mbytes)
Data de Publicação
2017-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.