• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Giovanna Tocchini Felippotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Noll, Fernando Barbosa (Presidente)
Nascimento, Fabio Santos do
Shima, Sulene Noriko
Título em português
Estudos morfométricos sobre a diferenciação de castas em Dolichovesputa maculata Linnaeus 1763 (hymenoptera: Vespidea: Vespinae) e Protopolybia chartergoides Gribodo 1891 (Hymenoptera: Vespidae: Poistinae)
Palavras-chave em português
Eussocialidade
Hymenoptera
Morfometria
Resumo em português
As vespas sociais são importantes no estudo da evolução do comportamento social por suas colônias apresentarem diferentes graus de diferenciação de castas ? desde morfologicamente similares até distintas, associado à eventual presença de fêmeas intermediárias, que apresentam ovários desenvolvidos e não são inseminadas. Dentro da família Vespidae são encontrados três subfamílias de vespas sociais, Stenogastrinae, Polistinae e Vespinae. A diferenciação entre as castas é interessante, pois ausência de diferenciação entre as castas foi visto em Stenogastrinae, enquanto que em Vespinae, o dimorfismo entre elas é bastante evidente. Já em Polistinae, a diferenciação de castas tanto pode ser tanto discreta quanto distinta, tornando-a intermediária entre Vespinae e Stenogastrinae. Este trabalho teve como objetivo estudar as diferenças morfológicas e fisiológicas entre as castas de Protopolybia chartergoides (Polistinae) e Dolichovespula maculata (Vespinae) por meio de análises morfométricas, associadas com análises estatísticas multivariadas e avaliações fisiológicas do desenvolvimento ovariano das fêmeas. Os resultados obtidos mostraram que as diferenças morfológicas entre as castas de P. chartergoides foram baixas e diferenças fisiológicas foram encontradas, destacando três tipos de fêmeas: rainhas, operárias e intermediárias. Em D. maculata, a diferenciação morfológica é evidente e as diferenças fisiológicas indicaram a clara distinção entre rainhas e operárias, e ausência de intermediárias. Deste modo foi possível sugerir que Protopolybia chartergoides apresenta diferenciação de castas pós-imaginal (ou uma forma muito sutil de diferenciação pré-imaginal) e Dolichovespula maculata apresenta determinação pré-imaginal.
 
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
giovanna.pdf (30.70 Kbytes)
Data de Publicação
2015-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.