• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2012.tde-22052012-140940
Documento
Autor
Nome completo
Fabricio Kitazono de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Nelson Filho, Paulo (Presidente)
Cunha, Robson Frederico
Queiroz, Alexandra Mussolino de
Sawamura, Regina
Uchoa, Marinês Nobre dos Santos
Título em português
Doença celíaca: repercussões bucais e estudo do esmalte dental como marcador da doença
Palavras-chave em português
Dentes decíduos
Doença celíaca
Esmalte dental
Propriedades Químicas
Testes sorológicos
Resumo em português
A doença celíaca é uma desordem autoimune caracterizada pela intolerância ao glúten, provavelmente subdiagnosticada devido ao amplo espectro de apresentação clínica, e que se não tratada pode ocasionar graves complicações. Considerando o fato de que certas manifestações bucais podem ser indicativas da doença celíaca, os cirurgiões-dentistas podem desempenhar um importante papel na diagnose desta condição. Neste estudo, 52 celíacos entre 2 e 23 anos, além de um grupo controle composto por 52 indivíduos pareados por sexo e idade, foram sistematicamente avaliados quanto à presença de estomatite aftosa recorrente, defeitos do esmalte dental e ocorrência de cárie dental tanto na dentição decídua quanto na permanente, tendo também sido submetidos a análise salivar (pH, fluxo e capacidade tampão). Paralelamente, 10 molares decíduos de pacientes celíacos e 10 provenientes de um grupo controle sem a doença tiveram a composição química de seu esmalte analisada através da Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier e Espectroscopia por Energia Dispersiva de Raios-X. E, finalmente, 27 crianças com defeitos de formação no esmalte dental foram submetidas ao diagnóstico sorológico da doença celíaca. Foi observado que os defeitos específicos do esmalte dental são mais comuns entre os celíacos que em controles (57,7% vs 13,46%), bem como a estomatite aftosa recorrente (40,38% vs 17,31%). Contrariamente, uma menor frequência de lesões de cáries dentais foi observada no grupo de doentes celíacos (2,11 vs 3,9). A análise salivar mostrou maior ocorrência de baixo fluxo no grupo celíaco (36% vs 12%), enquanto o pH e a capacidade tampão foram estatisticamente semelhantes em ambos os grupos. A composição química, apesar de não apresentarem diferenças nas concentrações de cálcio e fósforo entre os grupos, revelou uma menor proporção Ca/P nos dentes decíduos dos celíacos (1,35 vs 1,58). E por fim, os testes sorológicos (anti-tTG IgA) não evidenciaram doença celíaca nas crianças portadoras de defeitos específicos do esmalte dental.
Título em inglês
Celiac disease: oral impact and study of dental enamel as a marker of the disease
Palavras-chave em inglês
Celiac disease
Chemical properties
deciduous
Dental enamel
Serologic tests
Tooth
Resumo em inglês
Celiac disease is an autoimmune disorder characterized by gluten intolerance, believed to be underdiagnosed owing to its wide spectrum of clinical presentation, and if untreated it can lead to severe complications. Considering that particular oral manifestations might be indicative of celiac disease, dentists could play a pivotal role in helping the diagnosis of this condition. In this study, a group of 52 Brazilian celiac patients aged 2 to 23 years, along with an age and sex-matched control group of 52 individuals, were systematically evaluated for the presence of recurrent aphthous stomatitis, dental enamel defects and caries in both deciduous and permanent dentition, and were also subjected to salivary analysis pH, stimulated saliva flow and buffering capacity. Concurrently, 10 deciduous molar teeth from celiac patients and 10 from a non-celiac control group had their enamel chemically analyzed using Fourier Transform Infrared Spectroscopy and Energy Dispersive X-ray analysis. Finally, 27 healthy children with specific dental enamel defects underwent serologic screening for celiac disease. Specific dental enamel defects were found to be more common among celiac patients than in controls (57,7% vs 13,46%), as well as recurrent aphthous stomatitis (40,38% vs 17,31%). Conversely, a smaller frequency of dental caries was observed in the disease group (2,11 vs 3,9). Salivary analysis showed a higher frequency of reduced flow in the celiac group (36% vs 12%), while saliva consistency, pH and buffering capacity were statistically similar in both groups. Chemical composition, although presenting no statistical differences in calcium and phosphorus concentrations between the groups, revealed a lower proportion Ca/P in the deciduous teeth of celiac individuals (1,35 vs 1,58). Lastly, after serological testing (anti-tTG IgA), no celiac disease was found among the children with specific dental enamel defects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.