• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2018.tde-12072016-153435
Documento
Autor
Nome completo
Nicole Gonçalves Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Consolaro, Alberto (Presidente)
Franzolin, Solange de Oliveira Braga
Nelson Filho, Paulo
Sousa, Yara Teresinha Corrêa Silva
Título em português
Avaliação da citotoxicidade de materiais obturadores de canal radicular em cultura de linfócitos humanos
Palavras-chave em português
Citotoxicidade; Endodontia; Material obturador de canal radicular; MTT formazan; Viabilidade celular
Resumo em português
Durante a fase de obturação dos canais radiculares, pode ocorrer o contato direto do material obturador com os tecidos periapicais, por tempo indeterminado, o que pode retardar, dificultar ou impedir a ocorrência do processo de reparo, por isso, para o êxito do tratamento endodôntico, a seleção de um material de obturação do canal radicular adequado é tão essencial como a técnica operatória. Esse contato pode ocorrer por extravasamento na forma de puff ou mesmo sem extravasamento, pois componentes derivados desses materiais podem entrar em contato direto com os tecidos, através de numerosas conexões, como, por exemplo, os túbulos dentinários, canais acessórios, canais laterais e o forame apical, causando irritação e possível desconforto pós-operatório. Outra forma pela qual os materiais obturadores de canais radiculares podem entrar em contato com os tecidos periapicais é através do processo realização de tratamento endodôntico em dentes decíduos, devido ao processo de rizólise ou tratamento endodôntico em dentes imaturos (ápice aberto). Por esses motivos, a biocompatibilidade dos materiais obturadores de canais radiculares é de extrema importância, diante disso objetivo deste trabalho foi avaliar a citotoxicidade, por meio do Ensaio do MTT, de seis materiais endodônticos usados em dentes decíduos e permanentes (AH Plus, GuttaFlow 2, Endomethasone N, Vitapex®, Calen® espessada e MTA ProRoot) recém espatulados, em cultura primária de linfócitos do sangue periférico de humanos, por 24 horas. Os resultados foram submetidos a análise estatística pelo teste one-way ANOVA e pós-teste de Tukey, com nível de significância de 5%. Observou-se que o Endomethasone N foi o mais citotóxico sobre linfócitos, O AH Plus, e a Calen® espessada foram citotóxicas a partir de 25 mg/mL, enquanto o MTA ProRoot, GuttaFlow 2 e o Vitapex® foram os menos citotóxicos sobre linfócitos humanos, podendo-se concluir que o Vitapex® (usados em dentes decíduos) e o GuttaFlow 2 e MTA ProRoot (usados em dentes permanentes) foram os materiais obturadores menos citotóxicos sobre linfócitos humanos.
Título em inglês
Evaluation of root canal sealers materials cytotoxicity in human lymphocyte culture
Palavras-chave em inglês
Cell viability; Cytotoxicity; Endodontics; MTT formazan; Root canal sealer
Resumo em inglês
During the filling phase of root canals, there may be direct contact of the filling material with the periapical tissues, for an (indefinite) unknown period, which may delay, hinder or prevent the occurrence of the repair process. The objective of this study is to evaluate the cytotoxicity by MTT assay of six endodontic materials used in primary and permanent teeth (AH Plus , GuttaFlow 2, Endomethasone N, Vitapex®, Calen® thickened and MTA ProRoot) newly spatulate in primary cultures of peripheral human blood lymphocytes for 24 hours. The results were statistically analyzed by one-way ANOVA and Tukey's test at 5% significance level. It was observed that the Endomethasone N was the most cytotoxic material for the lymphocytes, the AH Plus, and Calen® thickened were cytotoxic from 25 mg/mL, while the MTA ProRoot, GuttaFlow 2 and Vitapex® were less cytotoxic for human lymphocytes, allowing to conclude that the Vitapex® (used in deciduous teeth) and GuttaFlow 2 and MTA ProRoot (used in permanent teeth) were less cytotoxic sealers on human lymphocytes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.