• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2008.tde-27032008-170926
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Amorim Vieira e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marco Antonio Moreira Rodrigues da (Presidente)
Felicio, Claudia Maria de
Porciuncula, Helio Ferraz
Título em português
Aplicação do protocolo FARC de tratamento de DTM com placa oclusal e controle eletromiográfico
Palavras-chave em português
Eletromiografia
Músculo masseter
Músculo temporal
Músculos mastigatórios
Placas Oclusais
Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular
Terapia
Resumo em português
A eletromiografia de superfície (EMG) pode ser considerada atualmente um instrumento muito útil, que permite a avaliação quantitativa da musculatura de pacientes com desordem temporomandibular (DTM). O propósito do presente estudo foi aplicar e analisar os efeitos do protocolo FARC de tratamento de DTM com placa oclusal e controle eletromiográfico, comparando os dados da avaliação, de 15 pacientes com DTM, classificados segundo o RDC / TMD, antes e após o tratamento; os resultados da EMG obtidos antes, durante e após o uso da placa por 45 dias, pelo grupo com DTM; e comparando os resultados da EMG de uma população com DTM antes e após o tratamento com placa, com um grupo controle. O exame eletromiográfico dos músculos masseter e temporal anterior foi realizado na primeira sessão de avaliação (Etapa 1), após 1 semana (Etapa 2) e após 5 semanas (Etapa 3) de tratamento, servindo para verificar a estabilidade da placa e a evolução da atividade muscular. As ondas da EMG foram analisadas, por meio do software, e os seguintes índices de EMG foram computados: coeficiente de porcentagem de sobreposição (POC) dos músculos masseter e temporal; coeficiente de torque (TORS); índice de assimetria (ASIM), índice de atividade (ATTIV) e o total da atividade elétrica (IMP). Para os dados expressos em nível intervalar de mensuração, foi empregada estatística não-paramétrica, sendo empregado o teste de Wilcoxon para dados pareados nas análises intra-grupo (entre as etapas). Os dados em nível de razão, foram analisados por meio de estatística paramétrica, sendo empregados para as análises intra-grupo o teste t para dados pareados, para as análises entre grupos o teste t para amostras independentes. O nível de significância estabelecido foi de 5%. Após o tratamento, foi encontrada diferença estatística na capacidade de abertura da boca, assim como na remissão da dor a palpação de grande parte da musculatura avaliada e na ATM. Foi obtida diferença significante no valor de POC do masseter e de IMP, imediatamente após o primeiro ajuste da placa. Quando comparada a etapa 1, sem a placa, com a etapa 2, com a placa ajustada, foi obtida diferença significante nos valores de POC do masseter, de ASIM e de IMP. Houve diferença significante entre as etapas 1, sem placa, e a etapa 3, com placa, nos valores de POC dos músculos masseter e temporal, de ASIM, ATTIV e IMP. Durante todo o tratamento não houve diferença significativa nos índices de EMG dos exames realizados sem a placa. Houve diferença estatística entre os grupos DTM e controle no início e ao final do tratamento, sendo observada diferença significante nos valores de EMG para POC de ambos os músculos e ATTIV. A placa oclusal, embora não tenha mostrado mudanças permanentes, mostrou ser efetiva para promover equilíbrio das atividades da EMG durante seu uso, e eficiente no alívio dos sintomas. Os parâmetros de pesquisa com EMG permitiram seu uso no âmbito cientifico na identificação do desequilíbrio neuromuscular, desta forma este instrumento de avaliação permitiu analisar e avaliar de forma objetiva as diferentes etapas de um tratamento tradicional para DTM na prática odontológica e diferenciar pacientes com DTM de indivíduos assintomáticos.
Título em inglês
Applications of Farc Protocol of TMD treatment with occlusal splint and electromuographic control
Palavras-chave em inglês
Electromyography
Masseter muscle
Masticatory muscles
Occlusal splints
Temporomandibular Joint Dysfunction Syndrome
Temporomandibular muscle
Therapy
Resumo em inglês
Surface electromyography (EMG) can currently be considered a very useful instrument which allows a quantitative assessment of masticatory muscles in patients with temporomandibular dysfunction (TMD). The purposes of this study was to apply FARC Protocol of TMD treatment with occlusal splint and electromyographic control, correlating the clinical assessment data before and after the treatment with an occlusal splint for a group of 15 patients with TMD, classified according to the RDC / TMD; comparing the results obtained with EMG, before and after treatment with an occlusal splint; comparing the EMG results for this group suffering from TMD and an asymptomatic control group. The electromyographic examination of the masseter and the anterior temporal muscles was carried out in the first assessment session (Phase 1), after one week (Phase 2) and after five weeks (Phase 3) of treatment, aiming at verifying the stability of the splint and the evolution of the muscular activity. The EMG waves were analyzed using the software, and the following EMG indices were calculated: percentage overlapping coefficient (POC) of the masseter and anterior temporal muscles; torque coefficient (TORS); asymmetry index (ASIM); activity index (ATTIV) and the total electrical activity (IMP). For data expressed at measurement interval levels, nonparametric statistics were adopted, using the Wilcoxon test for the paired data in the intra-group analysis (among the phases). Data at ratio level were analyzed through parametric statistical means: paired data t test for intra-group analysis, independent sample t test for among-group analysis. The significance level was established at 5%. After treatment, a statistical significance was found in mouth opening, as well as in the remission in the pain at palpation of a significant portion of the assessed muscles and the TMJ. A significant difference was obtained for the masseter POC and IMP, immediately after the first splint adjustment. When comparing the first phase, without the splint, to the second phase, with the first splint adjustment, a significant difference was observed in the values for masseter POC, ASIM and IMP. There was a significant difference between phase 1, without the splint, and phase 3, with the adjusted splint, for masseter and temporal POC values, ASIM, ATTIV, and IMP. Throughout the entire treatment, there were no significant differences concerning the EMG index in the examinations performed without the splint. There was a statistical significance between the TMD and the control groups in the beginning and in the end of the treatment, with significant differences observed in POC values for both muscles and ATTIV. The occlusal splint, without provoking permanent changes, proved effective to promote the balance of electromyographic activities during its use, and efficient in relieving the symptoms. The EMG parameters allow its scientific use in identifying neuromuscular unbalance, and as such, this assessment tool allowed an objective analysis and evaluation of the different phases of the traditional treatment for TMD in dentistry, differentiating patients with TMD and asymptomatic individuals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_carol_amorim.pdf (2.24 Mbytes)
Data de Publicação
2008-07-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.