• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2012.tde-22052012-164928
Documento
Autor
Nome completo
Marco Aurelio Versiani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Sousa Neto, Manoel Damião de (Presidente)
Cruz Filho, Antonio Miranda da
Pecora, Jesus Djalma
Ribeiro Sobrinho, Antonio Paulino
Vianna, Gustavo André de Deus Carneiro
Título em português
Avaliação do preparo biomecânico e da obturação de canais radiculares ovais promovidos pelos sistemas de instrumento único WaveOne, Reciproc e SAF
Palavras-chave em português
Dentes Tratados Endodonticamente
Endodontia
Instrumentos Rotatórios
Obturação
Odontologia
Resumo em português
O objetivo deste estudo ex vivo foi avaliar o preparo biomecânico e a obturação de canais radiculares ovais utilizando os sistemas ProTaper, WaveOne, Reciproc e Self-Adjusting File. Com esta finalidade avaliou-se: 1) área, perímetro, circularidade, diâmetro maior, diâmetro menor, área de superfície, volume e SMI após o preparo biomecânico, por meio de microtomografia computadorizada (μTC); 2) percentual volumétrico de espaços vazios após a obturação do canal, por meio de μTC; 3) resistência de união (RU) e tipo de falha ocorrida após teste de push-out; e 4) a interface dentina/material obturador em microscopia eletrônica de varredura (MEV). Cem caninos inferiores humanos foram escaneados no microtomógrafo SkyScan 1174v.2. Após o preparo do terço cervical dos canais, os dentes foram distribuídos em 4 grupos (n=25), de acordo com o sistema usado no preparo biomecânico: ProTaper; WaveOne; Reciproc; Self-Adjusting File (SAF). Após a segunda μTC, 18 espécimes de cada grupo foram redistribuídos em dois grupos (n=9), de acordo com a técnica de obturação: Técnica Modificada da Onda Contínua de Condensação e técnica recomendada pelo fabricante. Os sete espécimes restantes de cada grupo constituíram os grupos controle negativo e positivo. Após a TC dos espécimes obturados, as raízes foram seccionadas transversalmente em fatias de 1 mm de espessura correspondentes às regiões cervical, média e apical. A RU foi avaliada pelo teste de push-out e as falhas após desunião observadas em microscópio digital. Após preparo para MEV, avaliou-se a interface adesiva de forma qualitativa nominal e ordinal pelo estabelecimento e determinação de escores. No conjunto, a análise dos parâmetros avaliados no preparo biomecânico mostraram que as alterações mais significativas ocorreram nos grupos ProTaper e WaveOne. Os resultados no grupo Reciproc ficaram em um nível intermediário, enquanto as menores alterações foram observadas no grupo SAF (ANOVA, p<0,05). Em relação à obturação, a Técnica Modificada da Onda Contínua de Condensação apresentou menor percentual volumétrico de espaços vazios que a técnica recomendada pelo fabricante apenas no terço cervical (Kruskall-Wallis, p<0,05). Após o teste de push-out, a análise das médias indicou RU (MPa) significativamente maior nos espécimes obturados pela técnica do fabricante em comparação com a Técnica Modificada de Onda Contínua de Condensação (teste t para amostras independentes, p<0,05). Em todos os grupos foi verificado maior percentual de falhas adesivas, com predominância de falhas mistas na técnica do fabricante e de falhas adesiva na dentina na Técnica Modificada de Onda Contínua de Condensação. Em MEV, não houve tags na maioria dos espécimes obturados pela Técnica Modificada da Onda Contínua de Condensação e quando presentes, eram pequenos e irregularmente distribuídos. Nos espécimes obturados pela técnica recomendada pelo fabricante observou-se formação de tags longos e bem distribuídos, principalmente no terço apical (teste de Friedman, p<0,05). Concluiu-se que todos os sistemas resultaram em alterações nos parâmetros bidimensionais e tridimensionais do canal após o preparo biomecânico; a técnica recomendada pelo fabricante resultou em maior volume de espaços vazios no terço cervical e maior RU do material obturador do que a Técnica Modificada de Onda Contínua de Condensação. Obs: tese completa no site: https://rapidshare.com/files/963588082/Tese_Prof._Dr._Marco_Versiani_FORP_USP_2012.pdf (na pagina que abrir, clicar no botao "download").
Título em inglês
Evaluation of biomechanical preparation and obturation of oval canals using WaveOne, Reciproc and SAF single-file systems
Palavras-chave em inglês
Endodontically Treated Teeth
Endodontology
Obturation
Odontology
Rotary Instruments
Resumo em inglês
The purpose of this ex vivo study was to evaluate the biomechanical preparation and obturation of root canals using ProTaper, WaveOne, Reciproc and Self-Adjusting File systems. It was evaluated: 1) area, perimeter, roundness, major diameter, minor diameter, surface area, volume and SMI after biomechanical preparation, using microcomputed tomography (μTC), 2) percentage volume of voids in the obturation material by means of μTC, 3) bond strength (BS) and type of failure after the pushout test, and 4) the analysis of the interface dentin / filling material using scanning electron microscopy (SEM). One-hundred human mandibular canines were scanned in the SkyScan 1174v.2 device. After preparing the coronal third of the canals, the teeth were divided into 4 groups (n=25), according to the biomechanical preparation system used: ProTaper, WaveOne, Reciproc, and Self-Adjusting File (SAF). After the second TC, eigthteen specimens of each group were assigned to two groups (n=9), according to the obturation technique: the Modified Continuous Wave of Condensation Technique and the technique recommended by the manufacturer. The remaining seven specimens of each group were used as negative and positive controls. After scanning, the obturated specimens were sectioned perpendicularly to its long axis into 1-mm slice thickness of the coronal, middle and apical thirds. The bond strength (BS) was performed by the push-out test and, after dislodgments, the failures were observed in a digital microscope. The specimens were processed for SEM analysis to observe bonding interface formation and resin tag density using a four-step scale method. Overall, the analysis of the biomechanical parameters showed that the most significant changes in the root canal occurred in the ProTaper group and WaveOne groups. Reciproc results were in an intermediate level and smaller changes were observed in the SAF group (ANOVA, p<0.05). In the coronal third, the Modified Continuous Wave of Condensation Technique showed a lower percentage volume of voids than the technique recommended by the manufacturer (Kruskal-Wallis test, p<0.05). After the push-out test, the analysis indicated the mean BS (MPa) was significantly higher in specimens filled by the manufacturer's technical than the Modified Continuous Wave of Condensation Technique (t test for independent samples, p<0.05). The adhesive failures were frequent in all groups. The Modified Continuous Wave of Condensation Technique showed the highest percentage of adhesive failure in dentin while in the technique recommended by the manufacturer, mixed failure was predominant. Overall, in SEM analysis, no tags were observed in most of the specimens filled by the Modified Continuous Wave of Condensation Technique. When present, they were small and irregularly distributed. The specimens filled by the technique recommended by the manufacturer showed long and well-distributed tags, especially in the apical third (Friedman test, p<0.05). It was concluded that all systems promoted root canal changes after the biomechanical preparation, the obturation technique recommended by the manufacturer resulted in a higher volume of voids in the coronal third and BS of the Modified Continuous Wave of Condensation Technique group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.