• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2009.tde-20022009-085707
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Galafassi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Corona, Silmara Aparecida Milori (Presidente)
Borsatto, Maria Cristina
Carlini Junior, Bruno
Título em português
Avaliação in vitro da microtração de sistemas adesivos à dentina irrigada com soluções endodônticas: Influência da degradação da interface adesiva
Palavras-chave em português
Microtração
Sistemas Adesivos
Soluções Irrigadoras Endodônticas
Resumo em português
O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência da resistência de união de sistemas adesivos à dentina irrigada com substâncias endondônticas, após a degradação da interface adesiva e análise morfológica da interface adesiva por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Foram selecionados sessenta terceiros molares, que tiveram a porção oclusal removida e planificada expondo a dentina profunda. Os espécimes foram irrigados com hipoclorito de sódio a 2,5% por 30 minutos e em seguida em EDTA 17% por 5 minutos. Após a irrigação da superfície detinária os dentes foram divididos aleatoriamente em seis grupos (n = 10) de acordo com o sistema adesivo empregado: G1 e G2 - Clearfil (Kuraray); G3 e G4 - Single Bond 2 (3M) e G5 e G6 - XP Bond (Dentsply). Após a aplicação do sistema adesivo, foi confeccionado um platô de resina composta Z100 (3M). A degradação da interface adesiva foi realizada por meio de estocagem em água deionizada/ciclagem térmica: 24 horas de estocagem em água deionizada/nenhum ciclo (grupos G1, G3 e G5) e 6 meses de estocagem em água deionizada/12.000 ciclos (grupos G2, G4 e G6). Após os períodos pré-estabelecidos em cada grupo, os conjuntos dente/resina foram seccionados de forma a se obter 4 palitos de aproximadamente de 1mm2, que foram submetidos ao teste de microtração. A análise morfológica da interface foi realizada por meio de MEV. Os dados obtidos foram submetidos a ANOVA e teste de Tukey ao nível de 5%. Verificou-se que houve diferença significativa entre os adesivos (p<0,01). A durabilidade da adesão da resina composta a dentina irrigada com solução endodôntica não foi afetada após 6 meses de estocagem em água e 12.000 ciclos térmicos (p<0,05). A análise da interface adesiva evidenciou que os sistemas adesivos não alteraram o padrão de união mesmo após 6 meses de ciclagem térmica e degradação em água, exceto para o sistema adesivo XP Bond. Pode-se concluir que a dentina irrigada com NaOCl e EDTA apresentou menor resistência a microtração quando do emprego do sistema adesivo XP Bond. A degradação da interface por meio do armazenamento em água e ciclagem térmica não influenciou na resistência de união, independente do sistema adesivo empregado.
Título em inglês
In vitro evaluation of systems on microtensile bond strength to orrogated dentin with endodontic solutions. Adhesive interface degradation influence
Palavras-chave em inglês
Adhesive Sistems
Endodontic Irrigants
Microtensile Bond Strength
Resumo em inglês
The aim of the present study was to survey the influence of endodontic irrigants on the adhesion resistance of adhesive systems to human dentin, after the degradation of adhesive interface and morphologic analysis of adhesive interface for Scanning Electronic Microscopy SEM. Sixty molar thirds were selected. The deep dentin was exposed removing and ground the oclusal portion. The specimens were irrigated with sodium hypochlorite 2,5% for 30 minutes followed by EDTA 17% for 5 minutes. Subsequently, teeth were divided randomly in six groups (n=10) accordingly to adhesive system applied: G1 and G2 Clearfil (Kuraray); G3 e G4 - Single Bond 2 (3M) e G5 e G6 - XP Bond (Dentsply). After adhesive system application, a composite resin Z100 (3M) was built up created. The degradation of the adhesive interface was realized by storage the specimens in deionized water and thermocycling: 24 hours of deionized water storage/no cycle (groups G1, G3 and G5) and 6 months storage in deionized water/12.000 cycles (groups G2, G4 and G6). After pre-established periods of each group, the systems tooth/resin were sectioned in order to obtain 4 sticks of approximately 1mm2, which were subjected to microtensile bond strength test. The morphologic analysis of interface was performed for SEM. Results were analyzed with ANOVA and Tukey test to level 5%. Significant difference between adhesives was verified (p<0,01). The water storage (6 months) coupled with thermocycling (12.000 cycles) did not affected significantly the resistance to microtensile bond strength of the dentin (p<0,05). The conclusion is that dentin irrigated with NaOCl and EDTA presented less resistance to microtensile bond strength when XP Bond Adhesive system was utilized. The interface degradation through water storage and thermocycling had no effect on the resistance of the dentin bond, independently of the adhesive system applied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.