• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Almeida Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Mazzetto, Marcelo Oliveira (Presidente)
Bataglion, Cesar
Brandini, Daniela Atili
Gonçalves, Daniela Aparecida de Godoi
Scannavino, Fabio Luiz Ferreira
Título em português
Efeitos do laser de baixa intensidade em mulheres com disfunção temporomandibular: estudo clínico duplo-cego e randomizado
Palavras-chave em português
Dor crônica
Eletromiografia
Limiar sensorial
Medição da dor
Síndrome da disfunção da articulação temporomandibular
Terapia com luz de baixa intensidade
Resumo em português
Funções vitais importantes são desempenhadas pelo sistema estomatognático e alterações no equilíbrio que ultrapassem a tolerância fisiológica do sujeito podem gerar um colapso, levando a um distúrbio funcional, conhecido como Desordem Temporomandibular (DTM). A principal característica e o principal motivo pela busca ao tratamento e o sintoma doloroso que afeta negativamente a qualidade de vida do sujeito. O Laser de Baixa Intensidade (LBI) consiste em uma modalidade terapêutica conservadora na redução da dor, porem protocolos eficazes e seus efeitos ainda são controversos na literatura. O objetivo deste estudo foi analisar o efeito do LBI na redução da intensidade e sensibilidade a dor entre as sessões de LBI e durante teste funcional especifico, e avaliar o comportamento eletromiográfico antes e após tratamento. Para tal, 30 mulheres sem sinais e sintomas de DTM foram selecionadas para compor o grupo controle e 59 mulheres diagnosticadas com DTM dolorosa, por meio do Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD), passaram por processo de randomização baseado na severidade da DTM que foi obtida através do Índice Temporomandibular, foram designadas aos grupos laser ativo (n=30) e placebo (n=29). Todas as voluntarias passaram inicialmente por um protocolo de avaliação de eletromiografia (EMG), eletrovibratografia (EVG), avaliação de limiar de dor a pressão (LDP) e intensidade de dor (EVA) durante teste funcional especifico, alem da mensuração de abertura bucal. Para os grupos de tratamento, essas analises foram repetidas após o termino do tratamento e com 30 dias de proservação. O tratamento foi realizado com equipamento contendo uma ponta de laser ativo e uma placebo (GaAlAs 780nm) sob protocolos diferentes para ATM (60mW/50segundos 75J/cm2) e para Masseter e Temporal (60mW/20segundos 30J/cm2). Em 8 sessões (2 por semana). Os resultados foram submetidos a analise de variância, posteriormente foi empregado o teste de comparação múltipla de Tukey (nível de significância adotado 5%). Para as analises foi utilizado o procedimento General Linear Models (GLM) do programa computacional lSAS (SAS 9.1, SAS Institute, Cary. NC, USA). Os resultados obtidos mostraram que o LBI ativo e placebo foram capazes de gerar alterações apenas nas variáveis relacionadas diretamente a dor, como a intensidade de dor avaliada entre as sessões, na qual, ambos os grupos apresentaram melhora significante a partir da segunda sessão de tratamento. Alem disso, houve melhora da sensibilidade a dor e da intensidade durante o exercício funcional da mastigação após o tratamento para os dois grupos, porem o grupo laser apresentou maior efetividade na redução destas variáveis. Pode-se concluir que o tratamento com LBI e eficaz para melhora da dor e a diferença entre o tratamento laser ativo e placebo ocorreu apenas nas variáveis de dor mensuradas durante um exercício funcional.
Título em inglês
Low-level laser therapy effect in women with temporomandibular disorders
Palavras-chave em inglês
Chronic pain
Electromyography
Low-level laser therapy
Pain measurement
Sensory threshold
Temporomandibular joint dysfunction syndrome
Resumo em inglês
Important vital functions are performed by the stomatognathic system and changes in balance that exceed the physiological tolerance of the subject can lead to a collapse, leading to a functional disorder known as Temporomandibular Disorder (TMD). The main characteristic and the main reason for the search for treatment is the painful symptom that negatively affects the quality of life of the subject. The Low-lever Laser Therapy (LLLT) consists of a conservative therapeutic modality in the reduction of pain, but effective protocols and their effects are still controversial in the literature. The aim of this study was to analyze the effect of LLLT in reducing the intensity and pain sensitivity between sessions of LLLT and during specific functional test, and evaluate the electromyographic behavior before and after treatment. To this end, 30 women with no signs and symptoms of TMD were selected to the control group and 59 women diagnosed with painful TMD, through the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC / TMD) underwent randomization process based on severity DTM was obtained by temporomandibular index were assigned to the active laser groups (n = 30) and placebo (n = 29). All volunteers initially underwent electromyography (EMG), electrovibratography (EVG), pressure pain threshold (LDP) and pain intensity (VAS) evaluation during specific functional tests, in addition to the measurement of mouth opening. For treatment groups, these analyzes were repeated after the end of treatment and 30 days of follow up. The treatment was performed with equipment containing an active laser tip and a placebo (GaAlAs - 780nm) under different protocols for ATM (60mW / 50 seconds - 75J / cm2) and for Masseter and Temporal (60mW / 20 seconds - 30J / cm2). In 8 sessions (2 per week). The results were submitted to analysis of variance was later used the multiple comparison test of Tukey (significance level - 5%). For the analysis, the General Linear Models (GLM) procedure of the SAS software (SAS 9.1, SAS Institute, Cary, NC, USA) was used. The results showed that the active LLLT and placebo were able to generate only changes in the variables directly related to pain, such as pain intensity measured between sessions, in which both groups showed significant improvement from the second treatment session. In addition, there was improvement in pain sensitivity and intensity during the functional mastication exercise after treatment for both groups, but the laser group showed greater effectiveness in reducing these variables. It can be concluded that treatment with LLLT is effective for improving pain and the difference between active laser treatment and placebo occurred only in pain variables measured for a functional exercise.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.