• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2011.tde-04022011-150523
Documento
Autor
Nome completo
Taisa Penazzo Lepri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Corona, Silmara Aparecida Milori (Presidente)
Bachmann, Luciano
Naufel, Fabiana Scarparo
Título em português
Influência da associação de fluoretos à irradiação com laser de CO2 na permeabilidade do esmalte dental erodido. Avaliação in vitro e in situ
Palavras-chave em português
erosão
esmalte
fluoreto
laser de CO2
Resumo em português
O aumento da prevalência de lesões erosivas tem levado a um crescente interesse por medidas preventivas e para controle de tais lesões. Este estudo avaliou in vitro e in situ o efeito da associação de fluoretos à irradiação com laser de CO2 na permeabilidade do esmalte dental erodido. Para o experimento in vitro, foram selecionados oitenta fragmentos (n=10) de esmalte bovino (3x2x2 mm). Para formação de lesão de erosão, os espécimes foram submetidos a desafios ácidos iniciais duas vezes ao dia, durante dois dias, através de um regime alternado de erosão e remineralização. Para isso, os espécimes foram imersos individualmente em 20 ml de suco de laranja (pH 3,84) por 5 min sob agitação, enxaguados com água deionizada e armazenados em saliva artificial por 4 h. Os espécimes com as lesões de erosão pré-formadas foram divididos em 4 grupos para serem submetidos aos diferentes tratamentos: amina fluoretada (AmF), tetrafluoreto de titânio (TiF4), fluoreto de sódio (NaF) e placebo. Metade dos espécimes foi irradiada no modo contínuo com laser de CO2 ( λ= 10.6 µm; 2.0 W). Após a realização dos tratamentos, foram simulados novos desafios erosivos durante 2 dias, utilizando o mesmo protocolo descrito anteriormente. Terminadas as ciclagens, os espécimes foram preparados para a avaliação da permeabilidade, sendo submetidos ao método de coloração histoquímica. Uma vez obtidos os resultados do estudo in vitro, foi conduzido um experimento in situ constituído por um delineamento crossover, com duas fases de 5 dias cada. No estudo in situ, os fatores em estudo foram os tratamentos (TiF4 e placebo) e a aplicação do laser de CO2 (presente ou ausente.) Os fragmentos de esmalte bovino foram montados em dispositivo palatino para serem instalados nos participantes para a realização dos desafios erosivos, através da ingestão de 10 alíquotas de 25 ml cada, (9, 11, 13 e 15h). A avaliação da permeabilidade foi realizada conforme descrita para o estudo in vitro. Os dados foram analisados através da ANOVA e Tukey. No estudo in vitro, houve interação significativa entre fluoreto e laser (p=0,0152). Quando os géis fluoretados foram aplicados sozinhos, TiF4 promoveu menor permeabilidade do esmalte do que aquela observada após a aplicação do placebo, enquanto resultados intermediários foram encontrados para os géis de NaF e AmF. Redução na permeabilidade do esmalte foi observada quando a aplicação dos fluoretos foi associada à irradiação com laser de CO2 . No estudo in situ, houve efeito significativo da interação entre os fatores fluoreto e laser de CO2 (p = 0,0002). Em relação ao placebo, a aplicação do TiF4 reduziu significativamente a permeabilidade do esmalte, para substratos irradiados ou não. Mediante a aplicação do placebo, o laser foi capaz de reduzir significativamente a permeabilidade do esmalte, porém, quando se utilizou o TiF4, a aplicação do laser não implicou em redução da permeabilidade. Combinada à aplicação de gel fluoretado, a irradiação com laser de CO2 pode representar uma medida adjuvante no controle da permeabilidade do esmalte erodido.
Título em inglês
Influence of association of fluoride to CO2 laser irradiation on permeability of eroded dental enamel. In vitro and in situ evaluation
Palavras-chave em inglês
CO2 laser
enamel
erosion
fluoride
Resumo em inglês
The increased prevalence of erosive lesion has led to a growing interest of preventive means and to control such lesions. This study evaluated in vitro and in situ the effect of fluoride compounds combined with a CO2 laser on permeability of eroded dental enamel. To in vitro experiment, 80 bovine enamel slabs (n=10) were selected. To create erosion-like lesions, specimens were submitted to inicial erosive challenges, twice a day, during two days, through an alternating erosive and remineralizing regimen. For that, specimens were immersed in 20 ml of orange juice (pH 3.84) for 5 min under agitation, rinsed with deionized water and stored in artificial saliva for 4 h. Specimens with pre-formed lesions were divided into four groups to be treated with different fluoride gels: amine fluoride (AmF), titanium tetrafluoride (TiF4 ), sodium fluoride (NaF) and placebo. Half of the specimens were irradiated with CO2 laser ( λ= 10.6 µm; 2.0 W).Then, specimens were further cycled twice through the previously described erosive-remineralizing regimen. After cycled, specimens were subjected to permeability assessment. Once the results of in vitro study were obtained, an in situ experiment, consisting of a crossover design, with 2 phases of 5 days each, was performed. To in situ study, factors involved were treatments (TiF4 and placebo) and CO2 laser irradiation (present or absent). Bovine enamel slabs (n=10) were placed in palatal device to perform erosive challenges. Volunteers ingested orange juice as 250 mL volumes 4 times per day (9,11,13,15h). Permeability assessment was performed as described to in vitro study. Data were analyzed by ANOVA and Tukey. In vitro study demonstrated significant interaction between fluoride and laser (p = 0,0152). When fluoride gels were applied alone, TiF4 provided to enamel lower permeability than that observed following placebo application, while intermediate results were found to NaF and AmF gels. Reduction of enamel permeability was observed when fluorides were combined to CO2 laser irradiation. To in situ study, there was significant interaction between fluoride and laser (p=0,0002). When compared to placebo, TiF4 application reduced significantly enamel permeability, regardless of irradiation. Through application of placebo, laser was able to reduce significantly enamel permeability; however, when TiF4 was applied, laser irradiation did not decreased permeability. Combined to fluoride gel application, CO2 laser irradiation can represent an adjunctive way in controlling eroded enamel permeability.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME_Taisa_Penazzo.pdf (553.32 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.