• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2018.tde-24052016-092031
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Fernando Ferreira de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Messora, Michel Reis (Presidente)
Casati, Marcio Zaffalon
Rezende, Maria Lucia Rubo de
Saraiva, Luciana
Título em português
Administração tópica do probiótico Bifidobacterium animalis subsp. lactis HN019 reduz a destruição tecidual periodontal em ratos com periodontite experimental: estudo histológico, microtomográfico, imunológico e microbiológico
Palavras-chave em português
Bifidobacterium
Periodontite
Probióticos
Ratos
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da administração tópica de bactérias probióticas do gênero Bifidobacterium na doença periodontal experimental em ratos. Foram utilizados 32 ratos divididos nos seguintes grupos: CT (controle), DPT (doença periodontal), CT-HN019 (controle + probiótico) e DPT-HN019 (doença periodontal + probiótico). No dia 0 do experimento, a doença periodontal foi induzida nos animais dos grupos DPT e DPT-HN019 por meio da colocação de ligaduras ao redor dos primeiros molares inferiores. Nos Grupos CT-HN019 e DPT-HN019, 2 mL de uma suspensão contendo 109 unidades formadoras de colônia/mL de Bifidobacterium animalis subsp lactis (B. lactis) HN019 foram administrados topicamente na região subgengival dos primeiros molares inferiores nos dias 0, 3 e 7 do experimento. Nos grupos CT e DPT, as administrações tópicas foram realizadas com uma suspensão sham (sem probiótico). Todos os animais foram submetidos à eutanásia 14 dias após o início do experimento. Foram coletados tecido gengival, hemi-mandíbulas e biofilme bucal para avaliação dos seguintes parâmetros: i) microbiota bacteriana (checkerboard DNA-DNA hybridization; ii) expressão de citocinas pró e anti-inflamatórias (análise Multiplex); iii) imunorreatividade de peptídeos antimicrobianos (reações imunohistoquímicas - estreptavidina-biotina-peroxidase); iv) níveis inserção conjuntiva (análise histomorfométrica) e v) microarquitetura e volume ósseos (microtomografia computadorizada por transmissão de raios X). Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (p < 0,05). O grupo DPT apresentou maiores valores de porosidade óssea, espaçamento de trabéculas ósseas e nível de inserção conjuntiva, bem como menor número de trabéculas e volume ósseos quando comparado a todos os outros grupos (p < 0,05). No Grupo DPT-HN019, foram observados maiores percentuais de bactérias dos complexos amarelo e azul, bem como maiores expressões de Osteoprotegerina (OPG), Beta-defensina (BD)-1, BD-2 e BD-3 quando comparados àqueles do Grupo DPT (p < 0,05). O Grupo DPT apresentou níveis de Interleucina (IL)-1β Receptor Ativador do Fator Nuclear Kappa-beta (RANKL) maiores que aqueles do Grupo DPT-HN019 (p < 0,05). As razões RANKL/OPG e IL-1β/IL-10 foram mais elevadas no grupo DPT do que no Grupo DPT-HN019 (p < 0,05). Dentro dos limites deste estudo pode-se concluir que o uso tópico de B. lactis HN019 promove um efeito protetor contra a perda óssea e de inserção conjuntiva decorrentes da periodontite experimental em ratos.
Título em inglês
Topical administration of the probiotic Bifidobacterium animalis subsp. lactis HN019 reduces periodontal tissue destruction in rats with experimental periodontitis: a histologic, microtomographic, immunological and microbiological study
Palavras-chave em inglês
Bifidobacterium
Periodontitis
Probiotics
Rats
Resumo em inglês
The purpose of this study was to evaluate the effects of topical administration of probiotic bacteria of the genus Bifidobacterium on experimental periodontal disease in rats. 32 rats were divided into groups C (control), EP (experimental periodontitis), C-HN019 (control + probiotic) and EP-HN019 (EP+ probiotic). On day 0 of the experiment, periodontitis was induced in the animals of groups EP and EP-HN019 through the placement of ligatures around mandibular first molars. In groups C-HN019 and EP-HN019, 2 mL of suspensions containing 109 colony-forming units/mL of Bifidobacterium animalis subsp lactis (B. lactis) HN019 were topically administered in the subgingival region of mandibular first molars on days 0, 3 and 7 of the experiment. In groups C and EP, topical administrations were performed using a sham suspension (without probiotic). All animals were euthanized 14 days after the beginning of the experiment. Gingival tissue, hemi-mandibles and oral biofilm were collected for evaluation of the following parameters: i) bacterial microbiota (checkerboard DNA-DNA hybridization), ii) expression of pro- and anti-inflammatory cytokines (Multiplex analysis), iii) immunoreactivityof antimicrobial peptides (immunohistochemical reactions - streptavidin-biotin-peroxydase); iV) connective tissue attachment levels (histomorphometric analysis) and v) bone microarchitecture and volume (microtomographic analysis). Data were statistically analyzed (p < 0.05). Group EP presented greater values of bone porosity, trabecular separation and connective tissue attachment loss as well as reduced trabecular number and bone volume when compared with all the other groups (p < 0.05). In group EP-HN019, there were greater percentages of bacteria of the yellow and blue complexes and greater expressions of Osteoprotegerin (OPG) and beta-defensins (BD)-1, BD-2 and BD-3 when compared with group EP (p < 0.05). Group EP presented greater levels of Interleukin (IL)-1β and Receptor Activator of Nuclear Factor-Kappa B ligand (RANKL) than group EP-HN019 (p < 0.05). The increase in the ratios RANKL/OPG and IL-1β/IL-10 was greater in group EP than in group EP-HN019 (p < 0.05). Within the limits of the present study, it can be concluded that the topical use of B. lactis HN019 promotes a protective effect against alveolar bone and connective tissue attachment losses attributable to experimental periodontitis in rats.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.