• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2009.tde-20022009-103109
Documento
Autor
Nome completo
Germana Jayme Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Souza, Sergio Luis Scombatti de (Presidente)
Batista Junior, Eraldo Luiz
Bulle, Daniela Bazan Palioto
Título em português
Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como barreira na regeneração óssea guiada. Estudo clínico, radiográfico e histomorfométrico em cães
Palavras-chave em português
matriz dérmica acelular
membrana absorvível
regeneração óssea guiada
Resumo em português
Objetivo: O presente estudo avaliou, clinica e histomorfometricamente, a matriz dérmica acelular (MDA) como barreira física na regeneração óssea guiada. Materiais e Métodos: Inicialmente foram extraídos, em seis cães, os quatro prémolares mandibulares bilateralmente. Após um período de seis semanas, foram analisadas a quantidade e qualidade de mucosa ceratinizada (Exame Clínico 1). Duas semanas depois, os animais foram submetidos a um segundo procedimento cirúrgico (Confecção do defeito e Regeneração Óssea Guiada ROG), no qual foi criado um defeito ósseo padronizado em cada lado da mandíbula. Sobre o defeito de um hemiarco, escolhido aleatoriamente, foi posicionada e fixada a membrana absorvível de copolímeros de ácido polilático e poliglicólico e carbonato trimetileno (Grupo Controle - GC) e no defeito do hemiarco oposto, a matriz dérmica acelular - MDA (Grupo Teste - GT). Imediatamente após a sutura, foram feitas tomadas radiográficas padronizadas através de raio-X digital, as quais foram novamente realizadas 8 e 16 semanas após a cirurgia de colocação das membranas. Após quatorze semanas de cicatrização, a quantidade e qualidade da mucosa ceratinizada foram novamente avaliadas (Exame Clínico 2). Dezesseis semanas depois da ROG os animais foram sacrificados e foi então realizado o preparo histológico das peças. A análise histomorfométrica, em microscopia óptica, avaliou a quantidade e qualidade de osso neoformado. A neoformação óssea também foi quantificada através das imagens radiográficas. Resultados: Em relação aos parâmetros clínicos, o GT e o GC apresentaram aumento na EMQ e redução na AMQ. Na análise radiográfica, após o período de 16 semanas, as radiografias de subtração apresentaram ganho médio de área radiopaca em relação ao defeito inicial de 83,38 % para o GT e de 83,68% para o GC. Houve um aumento progressivo da densidade radiográfica para ambos os grupos, sem diferenças estatisticamente significantes. Histologicamente, após 16 semanas o tecido ósseo apresentou características de um osso predominantemente maduro. Histomorfometricamente, a ANO correspondeu a 58,99% da ANT no GT e a 61 % da ANT no GC. A altura óssea máxima no GT foi de 7,21 ± 0,80 mm e no GC de 7,70 ± 1,21 mm. A porcentagem de osso cortical na ANO foi de 42,47 % no GT e 38,08 % no GC. Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos para nenhum destes parâmetros. Conclusão: A MDA atuou como barreira mecânica na ROG com resultados clínicos, radiográficos e histomorfométricos similares aos obtidos com a membrana absorvível.
Título em inglês
Acellular dermal matrix as a barrier in guide bone regeneration: A clinical, radiographic and histomorphometric study in dogs
Palavras-chave em inglês
acellular dermal matrix
bioabsorble membrane
guide bone regeneration
Resumo em inglês
Objective: The purpose of this study was to evaluate the acellular dermal matrix (ADM) as membrane for guided bone regeneration (GBR), comparing it to a bioabsorbable membrane. Material and Methods: In six dogs, the mandibular premolars were extracted. After 8 weeks, bone defects were surgically created bilaterally and the GBR was performed. Each side was randomly assigned to the control group (CG: bioabsorbable membrane made of glycolide and lactide copolymer) or test group (TG: ADM as a membrane). Immediately following GBR, standardized digital X-Ray radiographs were taken, and were repeated at 8 and 16 weeks post-operatively. Previously to the GBR and to euthanasia, clinical measurements of the width and thickness of the keratinized tissue (WKT and TKT, respectively) were performed. The dogs were sacrificed 16 weeks following GBR, and histomorphometric analysis was made. Area measurements of new tissue and new bone, and linear measurements of bone height were performed. Results: There were no statistically significant differences between groups for any histomorphometric measurement. Clinically, both groups showed an increase in the TKT and reduction program in the WKT. Radiographically, it could be observed an image suggestive of new bone formation in both groups 8 and 16 weeks following GBR. Conclusion: ADM acted as a mechanical barrier in GBR, with clinical, radiographic and histomorphometric results similar to those obtained with the bioabsorbable membrane.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_germana_borges.pdf (1.44 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.