• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Humberto Oliveira Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Antunes, Rossana Pereira de Almeida (Presidente)
Fonseca, Renata Garcia
Matsumoto, Wilson
Título em português
Resistência à fratura e padrões de falha de raízes bovinas enfraquecidas restauradas com diferentes tipos de pino
Palavras-chave em português
núcleo metálico fundido
pino pré-fabricado
reforço radicular
resistência à fratura
Resumo em português
Proposição: Este estudo in vitro comparou a resistência à fratura e os padrões de falha de 5 tipos diferentes de pinos-núcleos cimentados em raízes bovinas. Materiais e métodos: Um total de 50 incisivos bovinos frescos foram utilizados. A coroa, o terço cervical e parte do terço médio radicular foram removidos. Os dentes selecionados foram divididos em cinco grupos (n=10). Quatro grupos foram enfraquecidos utilizando uma seqüência de pontas diamantadas, reforçados com resina composta e restaurados com núcleos metálicos fundidos, pinos de fibra de vidro, pinos de fibra de carbono e pinos de aço inoxidável. Um grupo não sofreu enfraquecimento e foi restaurado com núcleo metálico fundido (grupo controle). Todos os pinos foram cimentados com adesivo Single Bond 2 e cimento resinoso dual RelyX ARC. Cada espécime foi incluído em resina acrílica e recebeu uma coroa total metálica. A máquina de ensaios universais EMIC-2000 foi utilizada para o teste mecânico. Uma carga compressiva com célula de carga de 500Kgf a uma velocidade de 0,5 mm.min-1 foi aplicada em um ângulo de 135º em relação ao longo eixo do dente até ocorrer fratura. Análise de variância e teste de Tukey foram realizados para determinar a significância da resistência à fratura entre os grupos (p<0,05). Resultados: A análise estatística indicou que as raízes íntegras restauradas com núcleos metálicos fundidos (Grupo 1) apresentaram resistência à fratura significativamente maior: 120,02±35,34, seguido pelos grupos de raízes reforçadas com resina composta e restauradas com os seguintes tipos de pino: núcleo metálico fundido (Grupo 2): 77,91±32,86; pino de fibra de vidro (Grupo 3): 69,60±34,44; pino de fibra de carbono (Grupo 4): 48,25±22,84; e pino de aço inoxidável: 42,26±17,52. Os Grupos 2 a 5 apresentaram valores estatisticamente semelhantes entre si. O padrão de fratura variou entre os grupos. O Grupo 1 apresentou um índice de 100% de fratura catastrófica, enquanto o Grupo 4 apresentou apenas 20% de fraturas radiculares. Conclusões: Os resultados mostraram que dentes com estrutura íntegra são mais resistentes que dentes fragilizados e reforçados com resina. Os dentes restaurados com núcleo metálico fundido demonstraram maior resistência à fratura que os dentes restaurados com pinos de fibra de vidro, fibra de carbono e aço inoxidável. Dentes restaurados com pinos de fibra de vidro são altamente resistentes à fratura, enquanto o dentes restaurados com pinos de fibra de carbono possuem uma grande capacidade protetora da estrutura remanescente. Os dentes restaurados com pinos de aço inoxidável apresentaram a menor resistência à fratura dentre os grupos testados, além de, frequentemente, induzir fraturas radiculares
Título em inglês
Fracture strength and failure patterns of flared bovine roots resin-reinforced and restored with different posts
Palavras-chave em inglês
cast post-and-core
fracture strength
prefabricated post
root reinforcement
Resumo em inglês
Purpose: This in vitro study compared the fracture strength and the failure patterns of 5 different types of post-and-cores luted in bovine root canals. Materials and methods: A total of 50 recently extracted anterior bovine teeth with similar dimensions were used in this study. Their crowns, coronal thirds and part of the middle thirds of the roots were removed. The selected teeth were divided into five groups (n=10). Four groups were flared using a sequence of diamond burs, reinforced with composite resin and restored with cast metal post-and-core, glass fiber, carbon fiber and stainless steel posts. One group was not flared and restored with cast metal post-and-core (control group). All posts were cemented with Single Bond 2 adhesive system and dual-cured RelyX ARC resin cement. Each specimen was embedded in acrylic resin and received a complete metal crown. The Universal Testing Machine EMIC-2000 was used for the mechanical test. A compressive load with a 500 Kgf load cell, at a crosshead of .5 mm. min-1, was applied at a 135-degrees angle to the long axis of the tooth until fracture occurred. One-way analysis of variance and Tukey test were performed to determine the significance of the fracture strength among the groups (P<.05). Results: The statistical analysis indicated that healthy roots with cast metal post-and-cores (Group 1) had significantly higher fracture strength: 120.02±35.34, followed by the groups of flared roots with resin reinforcement and restored with posts: cast metal post-and-cores (Group 2): 77.91±32.86; glass fiber post (Group 3): 69.60±34.44; carbon fiber post (Group 4): 48.25±22.84; and stainless steel post (Group 5): 42.26±17.52. Groups 2 to 5 were statistically similar to each other. The failure patterns varied between the groups. Group 1 showed an index of 100% of catastrophic fracture, whereas Group 4 had only 20% of root fractures. Conclusions: It can be concluded healthy teeth with complete root structure has higher fracture strength than teeth with resin-reinforced flared roots. Teeth restored with cast metal post-and-cores demonstrated higher fracture strength than teeth restored with glass fiber, carbon fiber and stainless steel posts. Teeth restored with glass fiber posts are highly resistant to fracture, whereas carbon fiber posts protect the remaining dental structure. Teeth restored with stainless steel posts show lower fracture strength and often induce root fractures.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_HumbertoPinto.pdf (869.55 Kbytes)
Data de Publicação
2008-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.