• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2005.tde-17052006-094905
Documento
Autor
Nome completo
Karla Cristiane Vieira da Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri Pires de (Presidente)
Casemiro, Luciana Assirati
Mattos, Maria da Gloria Chiarello de
Título em português
"Estabilidade de cor de cerâmicas odontológicas submetidas ao processo de envelhecimento artificial acelerado após múltiplos ciclos de queima"
Palavras-chave em português
cerâmica
envelhecimento artificial acelerado
espectrofotômetro
Estabilidade de cor
livre de metal
metalocerâmica
Resumo em português
A estética tornou-se de fundamental importância nas últimas décadas, fazendo com que houvesse uma grande evolução nos materiais dentários e técnicas restauradoras para atender a esta exigência. As cerâmicas odontológicas são materiais estéticos e biocompatíveis, podendo ser uma ótima alternativa quando aplicadas a casos apropriadamente selecionados. O sucesso estético de uma restauração de cerâmica depende da caracterização de superfície, da integridade marginal, da forma anatômica e da coloração. O presente estudo teve o objetivo de avaliar a estabilidade de cor de dois tipos de restaurações em cerâmica odontológica, metalocerâmica e livre de metal, submetidas a múltiplos ciclos de queimas. Foram realizados 60 corpos-de-prova, sendo 30 na forma de metalocerâmicas e 30 livres de metal que foram divididas em três grupos de 10 amostras cada, sendo confeccionadas em duas, três e quatro queimas respectivamente. As leituras de cor foram realizadas em espectrofotômetro PCB 6807 BYK GARDNER antes e após envelhecimento artificial acelerado (Comexim Matérias Primas). Analisando-se inicialmente a influência do número de queimas sobre a cor da cerâmica odontológica, houve diferenças estatisticamente significantes para as coordenadas L* nas amostras metalocerâmicas, sendo que o grupo de 3 queimas foi o que apresentou diferenças em relação aos outros dois grupos. Para as amostras livres de metal, houve diferenças nas coordenadas L*, a* e b*, com comportamentos heterogêneos para as 3 coordenadas. Os resultados indicaram diferenças estatisticamente significantes na variação total de cor (∆E) para as amostras de 3 e 4 queimas, comparando-se os tipos de restauração. Quando analisada a interferência do número de queimas de um mesmo tipo de restauração, não houve diferença estatisticamente significante para a amostra livre de metal. Para a amostra metalocerâmica, houve apenas diferença estatisticamente significante entre as amostras que receberam 2 e 3 queimas. Para a variação total nas coordenadas L*, a* e b* também houve variação de valores para os dois tipos de amostras e em relação aos ciclos de queimas. Concluiu-se que as pequenas diferenças estatisticamente significantes encontradas em alguns grupos não foram visíveis ao olho humano e portanto sem qualquer significado clínico (∆E < 3,3). Além disso, os múltiplos ciclos de queima e o envelhecimento acelerado não modificaram de forma significativa a estabilidade de cor da cerâmica nas formas em que foi empregada (∆ < 1).
Título em inglês
Color stability of ceramics restorations submitted to accelerated aging after multiple burn cycles
Palavras-chave em inglês
artificial accelerated aging
ceramics
Color stability
metal-free
metalloceramics
spectrophotometer
Resumo em inglês
Esthetics has become essential over the past few decades, causing dental materials and restorative techniques to evolve significantly. Dental ceramics are esthetic and biocompatible materials which may be an excellent alternative for properly selected cases. The esthetic success of a ceramic’s restoration depends on surface characterization, marginal integrity, anatomic form, and color. This study aimed to assess the color stability of two types of dental ceramic restorations, metalloceramic and metal-free, submitted to multiple burn cycles. Sixty specimens were fabricated: 30 metalloceramic and 30 metal-free. The specimens were divided into 3 groups (n= 10) according to the number of burns (2, 3, and 4 burns). Color readings were performed using a PCB 6807 BYK GARDNER spectrophotometer before and after artificial accelerated aging (Comexim Raw Materials). By analyzing the influence of the number of burns over the dental ceramic’s color, statistically significant differences were found for the coordinate L* for the metalloceramic specimens, in the group of 3 burns, in relation to the other 2 groups. For the metal-free specimens, there were differences for the coordinates L*, a*, and b*, with heterogeneous compartments for the 3 coordinates. The results revealed statistically significant differences for total color variation (∆E) for the 3 burns group, in comparison to the other types of restoration. When analyzing the specimens of a single type of material, in terms of the interference of the number of burns, the metal-free samples showed no statistically significant differences, whereas the metalloceramic samples showed difference only between those that received 2 and 3 burns. For the total variation of coordinates L*, a*, and b*, both materials showed a variation in those values and in relation to burn cycles. The small statistically significant differences found in some groups are invisible and present no clinical meaning (∆E<3.3). In addition, the multiple burn cycles and accelerated aging did not modify significantly the ceramic’s color stability (∆<1).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
KarlaFonseca.pdf (736.90 Kbytes)
Data de Publicação
2006-08-24
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • PIRES-DE-SOUZA, Fernanda de Carvalho Panzeri, et al. Color stability of dental ceramics submitted to artificial accelerated aging after repeated firings [doi:10.1016/S0022-3913(08)60282-6]. Journal of Prosthetic Dentistry [online], 2009, vol. 101, p. 13-18.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.