• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2017.tde-14092015-111313
Documento
Autor
Nome completo
Lourenço de Moraes Rego Roselino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Souza, Fernanda de Carvalho Panzeri Pires de (Presidente)
Fagundes, Ticiane Cestari
Geraldeli, Saulo
Wang, Linda
Título em português
Avaliação clínica do efeito de dentifrícios clareadores na cor e rugosidade do esmalte dental e compósitos odontológicos
Palavras-chave em português
Compósitos
Dentifrícios clareadores
Esmalte
Estabilidade de cor
Rugosidade de superfície
Resumo em português
Os objetivos deste estudo foram avaliar clinicamente a alteração de cor e de rugosidade de superfície do esmalte dental e de compósitos odontológicos, submetidos à escovação com dentifrícios clareadores e a ação deles sobre a degradação das pontas das cerdas da escova dental. Foram obtidos 30 corpos-de-prova (6mm de diâmetro X 2mm de espessura) de cada compósito (Z250 e Z350, 3M ESPE e Tetric N-Ceram, Ivoclar Vivadent). Em seguida, estes foram aleatoriamente fixados na face vestibular dos primeiros molares superiores (direito e esquerdo) e de um segundo molar superior (direito ou esquerdo) de 30 participantes selecionados para o estudo, de acordo com os critérios de inclusão determinados. Após a fixação dos espécimes, os participantes receberam escovas de dentes (Oral B Classic, Procter & Gamble) e dentifrício convencional (Sorriso Dentes Brancos, Colgate-Palmolive) e foram orientados a utilizar esses produtos durante 7 dias (período pré-experimental) após o qual foram realizadas as leituras iniciais de cor (Easyshade, VITA) e de rugosidade de superfície (Rugosímetro Surfcorder SE 1700, Kosakalab) das amostras e também do esmalte dental de um dos incisivos centrais superiores dos participantes. Para as leituras de rugosidade foi realizada moldagem (Express, 3M ESPE) do incisivo central superior e dos corpos-de-prova fixados para posterior obtenção de modelos com resina de poliuretano (Axon F16, Abcol) para confecção de réplicas, sobre as quais foram realizadas as leituras. Após as leituras iniciais, os participantes foram separados em 3 grupos (n=10), conforme o dentifrício clareador utilizado: Grupo 1) Dentifrício controle (Sorriso Dentes Brancos); Grupo 2) Dentifrício clareador (Colgate Luminous White, Colgate-Palmolive); e Grupo 3) Dentifrício clareador de ação rápida (Close up White Now, Unilever). As cerdas das escovas dentais utilizadas pelos participantes foram analisadas por MEV (Microscópio XL30 Field Emission Gun, Philips), em duas regiões da escova: periférica e central. Os períodos de análise da ação dos dentifrícios clareadores foram, 7, 30 e 90 dias. Os valores das medições (antes e após os períodos de testes) foram analisados estatisticamente (3-way-ANOVA, medidas repetidas, Tukey, p<0,05) e os resultados demonstraram que não houve alteração de cor significativa dos substratos analisados independentemente do tipo de dentifrício utilizado, mas o tempo de utilização de um dentifrício sobre os compósitos foi significante para a alteração de cor. Não houve alteração de rugosidade de superfície do esmalte dental, independente do dentifrício utilizado. A alteração de rugosidade de superfície dos compósitos é material dependente, mas o tempo de escovação com esses dentifrícios não interfere nessa propriedade. Quanto maior o tempo de escovação, maior o desgaste da ponta das cerdas da escova, independente do dentifrício utilizado e da região a que ela pertence. Conclui-se que a alteração de cor e de rugosidade de superfície dos compósitos é material-dependente e tempo-dependente para a alteração de cor e para degradação das cerdas da escova.
Título em inglês
Clinical evaluation of color and surface roughness of dental enamel and dental composites submitted to brushing with whitening toothpaste
Palavras-chave em inglês
Color stability
Composites
Enamel
Surfasse roughness
Whitening toothpaste
Resumo em inglês
The aims of this study were to clinically evaluated the color change and the surface roughness of enamel and dental composites submitted to brushing with whitening toothpaste and the their action over the degradation of the tips of the bristles of the toothbrush. 30 specimens were obtained (6 mm diameter X 2mm thick) of each composite (Z250 and Z350, 3M ESPE and Tetric N-Ceram, Ivoclar Vivadent). Then, the specimens were randomly bonded on the maxillary first molars buccal surfaces (right and left sides) and the one maxillary second molar (right or left sides) of 30 participants, which were selected for the study according to inclusion criteria. After specimens bonding, participants received toothbrush (Oral B Classic, Procter & Gamble) and non whitening toothpaste (Sorriso Dentes Brancos, Colgate-Palmolive) and also they were instructed to use these products for 7 days (pre-trial). After that, were realized the initial color (Easyshade, VITA) and surface roughness (Roughness Surfcorder SE 1700, KosakaLab) readings of specimens and of the enamel of the maxillary central incisors of the participants. For surface roughness readings was performed molding (Express, 3M ESPE) of the maxillary central incisor and of the specimens fixed to be retrieved later of the models with polyurethane resin (Axon F16, Abcol). Then in these replicas were made surface roughness readings. After baseline measurements, participants were divided into 3 groups (n=10), according to the whitening toothpaste used: Group 1) Control toothpaste (Sorriso Dentes Brancos); Group 2) Whitening toothpaste (Colgate Luminous White, Colgate-Palmolive); and Group 3) Whitening toothpaste with fast action (Close up White Now, Unilever). The bristles of toothbrushes used by the participants were analyzed by SEM (Field Emission Gun Microscope XL30, Philips) in two regions of the brush: peripheral and central. The periods of action analysis of whitening toothpaste were 7, 30 and 90 days. The measured values (before and after the testing periods) were statistically analyzed (3-way ANOVA, repeated measures, Tukey, p <0.05) and the results showed no significant color change of the substrates analyzed independently of the type toothpaste used, but the time of use of a dentifrice over the composites was significant for the color change. There was no surface roughness change enamel independently of the toothpaste used. The surface roughness change of composites is dependent on material, but the time of brushing with these toothpaste does not interfere in this property. The longer the time of brushing, the greater the degradation in the tips of the bristles of the toothbrush independently of the toothpaste used and the region to which it belongs. It is conclude that the color change and surface roughness of the composites is material-dependent and time-dependent to color change and to degradation of the brush bristles.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.