• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2007.tde-13112007-083022
Documento
Autor
Nome completo
Ingrid Machado de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Gugelmin, Maria Cristina Monteiro de Souza (Presidente)
Candido, Regina Celia
Paranhos, Helena de Freitas Oliveira
Título em português
Avaliação da ação antimicrobiana de pastilhas efervescentes e do ultra-som sobre leveduras do gênero Candida e sobre estreptococos do grupo mutans, presentes em próteses totais
Palavras-chave em português
albicans
Biofilme
Cândida
pastilhas efervescentes e prótese total
peróxido alcalino
produtos de higiene oral
Streptococcus mutans
ultra-som
Resumo em português
Com o aumento da expectativa de vida temos um maior contingente de pessoas portadoras de próteses totais, contudo não temos um protocolo bem estabelecido para higienização/desinfecção dessas próteses pelo paciente após a sua instalação. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a ação antimicrobiana de diferentes meios de higienização de próteses totais, afim de se estabelecer um protocolo eficaz para a manutenção das próteses e com isso prevenir futuras estomatites protéticas. Para tanto foi testada a ação antimicrobiana dos agentes químico - a pastilha efervescente; e físico - o ultra-som, contra leveduras do gênero Candida, freqüentemente associadas à estomatite protética e contra os estreptococos do grupo mutans, responsáveis pela consolidação e progressão de alguns tipos de biofilme. 113 indivíduos participaram desta pesquisa, distribuídos aleatoriamente em 4 grupos, a saber: A- controle (25 pacientes) - apenas escovaram suas próteses com água, 3 vezes ao dia; B- (29 pacientes) utilizaram 1 pastilha efervescente ao dia por 5 minutos, durante 21 dias; C- (28 pacientes) fizeram o mesmo procedimento que o grupo A, com exceção de que, após 21 dias, as próteses foram submetidas ao ultra-som por 15 minutos; D-(31 pacientes) fizeram o mesmo que o grupo B, com exceção de que, após 21 dias, as próteses foram submetidas ao ultra-som por 15 minutos. Todos os procedimentos foram realizados por 21 dias e todos os grupos realizaram escovação da prótese com escovas dentais de cerdas macias Bitufo® e água. As colheitas do material das próteses ocorreram durante o exame inicial e após 21 dias da realização dos procedimentos de higienização listados acima. Antes do início dos procedimentos de higienização, todas as próteses receberam profilaxia profissional, afim de remover completamente o biofilme existente. As colheitas foram feitas por meio de escovação das próteses com PBS (salina tamponada fosfatada). Estas amostras foram submetidas a diluição decimal seriada e semeadas em placas contendo BHIA (Brain Heart Infusion Agar), Chromagar-Candida e SB20 (Ágar Sacarose Bacitracina) para a quantificação de aeróbios totais, Candida sp e estreptococos do grupo mutans, respectivamente. Após incubação em aerobiose por 24 horas; em aerobiose por 48 horas e em microaerofilia por 48-72 horas respectivamente, era realizada a quantificação dos microrganismos pesquisados e a verificação da eficácia dos procedimentos testados. Os resultados entre os tratamentos foram comparados por espécie, por meio de ANOVA para um fator de variação; ou por meio do teste de Kruskal-Wallis (?=0,05), a depender da aderência à distribuição normal. Pôde-se verificar que, frente à C. albicans (ANOVA, P=0,761), C. tropicalis (Kruskal-Wallis, P=0,944) e. C. glabrata (Kruskal-Wallis, P=0,803), os 3 tratamentos testados (pastilha efervescente, ultra-som e associação pastilha efervescente e ultra-som) não diferiram significativamente do controle (escovação e água), quanto à ação antimicrobiana. Por outro lado, o tratamento com pastilha efervescente e a associação pastilha efervescente e ultra-som, mostraram-se altamente eficientes em relação às cepas de estreptococos do grupo mutans (ANOVA, P<0,001). Em relação aos aeróbios totais, o tratamento com pastilhas efervescentes mostrou uma significante ação antimicrobiana, enquanto que a associação pastilha efervescente e ultra-som apresentou uma moderada ação sobre estes microrganismos (ANOVA, P=0,011).
Título em inglês
Avaliation of efervescent tabs and ultrasonic antimicrobial action against Candida sp yeasth and mutans streptococci, in total dentures
Palavras-chave em inglês
alkaline perhoxide and ultrasonic
biofilm
Cândida albicans
effervescent tablets
oral denture cleansers
Streptococcus mutans
Resumo em inglês
With the increase of life expectation there is a greater number of people denture wearers. However, there isn't any protocol properly established about good oral hygiene/ disinfection these dentures by patient after its installation. The aim of this survey was evaluate the antimicrobial action of different hygiene methods to full maxillary dentures in order to establish some efficient protocol to maintenance of dentures and with this to prevent from future denture stomatitis. In this way, the antimicrobial action of a physical-chemical agent, effervescent tablets and of a physical agent, the ultrasonic were tested against Candida sp yeast which are frequently associated with denture stomatitis and against mutans streptococci which are responsible for consolidation and progression of some types of biofilm. 113 individuals who took part in this study were randomly assigned to one of 4 groups: A - Control (25 individuals): They just brushed their dentures with water, three times per day; B - (29 individuals): used of one effervescent tablet per day during five minutes; C - (28 individuals): the same of the group A, with exception of that after 21 days they had had their dentures submitted to ultrasonic for 15 minutes; D - (31 individuals): the same of the group B, with exception of that after 21 days they had had their dentures submitted to ultrasonic for 15 minutes. All procedures were carried out for 21 days and all groups brushed the dentures with dental brushes of soft bristles and water. The samples of dentures material were collected at baseline before any treatment after 21 days of treatment listed above. Prior to the beginning of these hygiene procedures, all dentures received professional prophylactic brushing in order to remote entirely the biofilm existent. The samples were collected by brushing the dentures with PBS, and sent to seriate decimal dilution and plated in BHIA (Brain Heart Infusion Agar), in Chromagar-Candida and in SB20 (Agar Sacarose Bacitracina) to quantification total aerobics, Candida sp and mutans streptococci, respectively. After incubation in aerobiosis for 24 hours, in aerobiosis for 48 hours and in microaerofilic for 48-72 hours, respectively. The outcomes among the treatments were compared by species, using ANOVA test to one factor of variation; or using Kruskal-Wallis test (=0,05), depending on adherence to normal distribution. It was verified that the antimicrobial action of the three treatments tested (effervescent tablets, the ultrasonic and the association between effervescent tablets and ultrasonic) weren't statistically different of the Control (brushing and water), against C. albicans (ANOVA, P=0,761), C. tropicalis (Kruskal-Wallis, P=0,944) e. C. glabrata (Kruskal-Wallis, P=0,803). However, the effervescent tablets treatment and the association between effervescent tablets and ultrasonic were highly efficient in relation to mutans streptococci (ANOVA, P<0,001). As for to total aerobics, the treatment with effervescent tablets showed a significant antimicrobial action, whereas the association between effervescent tablets and ultrasonic showed a moderate action against these microorganisms (ANOVA, P=0,011).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
me_ingrid_andrade.pdf (1.23 Mbytes)
Data de Publicação
2007-12-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.