• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.55.2018.tde-15032018-142104
Documento
Autor
Nome completo
Júlio Cesar dos Santos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 1998
Orientador
Banca examinadora
Traina Junior, Caetano (Presidente)
Capretz, Luiz Fernando
Sanches, Rosely
Título em português
Integração sob demanda de esquemas de aplicações desenvolvidas utilizando bibliotecas de componentes genéricos
Palavras-chave em português
Não disponível
Resumo em português
Atualmente as organizações devem trocar dados entre si, e a tendência é que estas trocas sejam efetuadas cada vez mais através de meios digitais. Os dados são consultados (alimentados) livremente nas bases de dados de organizações independentes entre si, porém quando é necessária a troca de dados, como não existe uma previsão de integração, os dados somente podem ser trocados após uma preparação que impõe alguma forma de intervenção manual, construção de filtros especiais, etc., uma vez que a não existência de .um esquema comum impede que os dados de uma base possa ser intercambiados com os de outra base. No entanto, embora as bases de dados de diferentes organizações possam ser construídas de maneira totalmente independentes, a necessidade de uma troca significa que a semântica dos elementos manipulados, em particular daqueles que devem ser compartilhados é, no mínimo, semelhante. Por exemplo, se duas organizações devem trocar dados sobre pessoas, não importa se para as diferentes organizações as pessoas são clientes, empregados, alunos ou pacientes, o significado de "pessoa" é sempre entendido pelos membros das organizações. O mesmo ocorre com qualquer entidade que se deseje trocar informações. Este trabalho parte da suposição que possa existir alguma forma de definição primitiva para os diversos elementos de dados que devem ser compartilhados, a partir da qual sua instanciação em elementos de um esquema de dados em particular possa ser reconhecido. Assim, busca-se identificar estruturas primitivas, com a finalidade de integrar os sistemas. Contudo, para se chegar a tal estrutura, é preciso definir regras que garantam a preservação de propriedades da mesma com a finalidade de permitir que sempre que o esquema de uma organização A, construído a partir de uma mesma estrutura primitiva que foi utilizada por outro esquema de uma organização B, a integração entre ambas possa ser feita de forma automática, e que isso não provoque inconsistência nas bases de dados que estarão recebendo as informações. Para atingir esses objetivos, este trabalho propõe que tais estruturas de esquemas primitivos sejam parte das Bibliotecas de Templates de Objetos (BTO) que são distribuídas como parte das Ferramentas de Desenvolvimento Rápido de Aplicativos (RAD) comerciais. Como um exemplo de como isso poderia ser feito, apresenta-se um componente que define genericamente um objeto pessoa, desenvolvido a partir de como "pessoas" são tratadas em dois sistemas reais, centrando essa estrutura em uma única Abstração: a Abstração de Generalização. Apresenta também o conjunto de regras que deve ser utilizado para a integração de componentes centrados nessa abstração, que é a mais universalmente compatível entre os diversos modelos de dados orientados a objetos disponíveis atualmente.
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
Nowadays, the organizations need to deliver and receive data mutually, and the tendency is that the interchanges are made ever more through digital means. Although the databases of different organizations can (and must) be totally built in an independent way, when some elements must be interchanged, the semantic of these elements are at least similar. For example, if two organizations should interchange data on people, it does not care, for the different organizations, if the people are customers, employees, students or patient, the means of what are "people" is always understood by each organization. This work states that some fonn of primitive, common definition can exist for the data elements that must be shared, from which many elements of a database schema should be recognized. Thus, it searches for primitive structures that should be used by the several systems with the purpose of integrating them. Besides the definition of such structures, is necessary also to define mies that guarantee the preservation of the properties from the data that follow these structure in different organizations, when an interchange is pursued. To meet these objectives, this work suggests the development of common, generic Schema Components, that could be distributed as part of the Reusable Components Libraries of commercial Rapid Application Development (RAD) tools. As an example of this approach, it is presented one Primitive Component, which defines a generic "people" component. This component was extracted from the analysis of two existing systems, and it was structured using only one abstraction: the generalization one. It presents also the set of mies that must be followed to integrate data from two databases that have a subschema based on that abstraction. This sole abstraction was chosen due to be the most universally compatible concept among the present object-oriented data models.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.