• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.55.2013.tde-14012014-154211
Documento
Autor
Nome completo
Danilo Horta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2013
Orientador
Banca examinadora
Campello, Ricardo José Gabrielli Barreto (Presidente)
Camargo, Heloisa de Arruda
Moreira, Dilvan de Abreu
Quiles, Marcos Gonçalves
Souto, Marcilio Carlos Pereira de
Título em português
Algoritmos e técnicas de validação em agrupamento de dados multi-representados, agrupamento possibilístico e bi-agrupamento
Palavras-chave em português
Agrupamento de dados
Dados multi-representados. Bi-agrupamento
Validação de agrupamento
Resumo em português
Existem bases para as quais os dados são naturalmente representados por mais de uma visão. Por exemplo, imagens podem ser descritas por atributos de cores, textura e forma. Proteínas podem ser caracterizadas pela sequência de aminoácidos e pela representação tridimensional. A unificação das diferentes visões de uma base de dados pode ser problemática porque elas podem não ser comparáveis entre si ou podem apresentar diferentes graus de importância. Esses graus de importância podem, inclusive, se manifestar de maneira local, de acordo com a subestrutura dos dados em questão. Isso motivou o surgimento de algoritmos de agrupamento de dados capazes de lidar com bases multi-representadas (i.e., que possuem mais de uma visão dos dados), como o algoritmo SCAD. Esse algoritmo se mostrou promissor em experimentos relatados na literatura, mas possui problemas críticos identificados neste trabalho que o impedem de funcionar em determinados cenários. Tais problemas foram solucionados por meio da proposição de uma nova versão do algoritmo, denominada ASCAD, fundamentada em provas formais sobre a sua convergência. Foram desenvolvidas versões relacionais do algoritmo ASCAD, capazes de lidar com bases descritas apenas por relações de proximidade entre os objetos. Foi desenvolvido também um índice de validação interna e relativa de agrupamento voltado para dados multi-representados. A avaliação de agrupamento possibilístico e de bi-agrupamento por meio da comparação entre solução encontrada e solução de referência (validação externa) também foi explorada. Algoritmos de bi-agrupamento têm ganhado um interesse crescente da comunidade de análise de expressão gênica. No entanto, pouco se conhece do comportamento e das propriedades das medidas voltadas para validação externa de bi-agrupamento, o que motivou uma análise teórica e empírica dessas medidas. Essa análise mostrou que a maioria das medidas de biagrupamento possui problemas críticos e destacou duas delas como sendo as mais promissoras. Foram inclusas nessa análise três medidas de agrupamento particional não exclusivo, cujo uso na comparação de bi-agrupamentos é possível por meio de uma nova abordagem de avaliação de bi-agrupamento proposta nesta tese. Agrupamento particional não exclusivo faz parte de um domínio mais geral de soluções, i.e., o domínio dos agrupamentos possibilísticos. Observou-se algumas falhas conceituais importantes das medidas de agrupamento possibilístico, o que motivou o desenvolvimento de novas medidas e de uma análise empírica e conceitual envolvendo 34 medidas. Uma das medidas propostas se destacou como sendo a única que apresentou avaliações imparciais com relação ao número de grupos, o valor máximo de similaridade ao comparar a solução ideal encontrada com a solução de referência e avaliações sensíveis às diferenças das soluções em todos os cenários considerados
Título em inglês
Algorithms and validation techniques in multi-represented data clustering, possibilistic clustering and bi-clustering
Palavras-chave em inglês
Clustering validation
Data clustering
Multi-represented data
Resumo em inglês
There are data sets for which the instances are naturally represented by more than one view. For example, images can be described by attributes of color, texture, and shape. Proteins can be characterized by the amino acid sequence and by their three-dimensional description. The unification of different views of a data set can be problematic because they may not be comparable or may have different degrees of importance. These degrees of importance may even manifest itself locally, according to the data substructures. This prompted the emergence of clustering algorithms capable of handling multi-represented data sets (i.e., data sets having more than one view) as the SCAD algorithm. This algorithm has shown promising results in experiments reported in the literature, but it has critical problems identified in this work that hinder its application in certain scenarios. These problems were solved here by proposing a new version of the algorithm, called ASCAD, based on formal proofs about its correctness. We developed relational versions for ASCAD, capable of handling data sets described only by the proximities between the instances. We also developed an index for internal and relative validation of multi-represented data clusterings. The evaluation of possibilistic clustering and bi-clustering by comparing the found and reference solutions (external validation) was also explored. Bi-clustering algorithms have gained increasing interest from the community of gene expression analysis. However, little is known of the behavior and properties of the measures aimed at external validation of bi-clustering, which motivated a theoretical and empirical analysis of these measures in this work. This analysis showed that most bi-clustering measures has critical issues and highlighted two of the measures as being the most promising. We included in this analysis three measures of non-exclusive partitional clustering, whose use in comparing bi-clusterings is possible through a new approach proposed in this thesis. Non-exclusive partitional clustering belong to a more general domain of solutions, i.e., the domain of possibilistic clusterings. There are some important conceptual flaws in the measures of possibilistic clustering, which motivated us to develop new measures and to conceptually and empirically analyse 34 measures. One of the proposed measures stood out as being the one who presented unbiased evaluations regarding the number of clusters, the maximum similarity when comparing the optimal solution with the reference one, and evaluations sensitive to solution differences in all scenarios considered
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.