• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.54.1983.tde-02042015-174155
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Cezar Santos Ventura
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 1983
Orientador
Banca examinadora
Aegerter, Michel Andre (Presidente)
Craievich, Aldo Felix
Zanotto, Edgar Dutra
Título em português
Vidros porosos de alto teor de silica para armazenamento de rejeitos nucleares-preparação e caracterização da separação de fase espinodal
Palavras-chave em português
Não disponível
Resumo em português
Realizou-se estudos sobre comportamento da separação de fase por decomposição espinodal de dois vidros borosilicatos de sódio fabricados em nosso Laboratório de Vidros, cujas composições em % por peso são: 8% Na2O - 32% B2O3 - 60% SiO2(Vidro A) e 8% Na2O - 27% B2O3 - 65% SiO2O (vidro B). A partir das fotografias de amostras dos vidros, obtidas por um Microscópio Eletrônico de Varredura, mediu-se o crescimento do tamanho médio r das microestruturas de menor fase em função do tempo de tratamento térmico (0-100 horas) e para várias temperaturas (580, 600, 620 e 640°C). Os resultados estão em concordância com a teoria de Lifshitz-Slyozov), que prediz que um crescimento das microestruturas de menor fase controlada por difusão através da fase insolúvel tal que r3 =Ao t exp (-ΔE/RT). A energia de ativação, ΔE e o termo pré-exponencial, Ao, do processo de difusão foram determinados: ΔE = 58,8 kcal/mol e Ao = 8,42 x 1021 Å3/h para o vidro A e ΔE = 92,6 kcal/mol e Ao = 4,48 x 1029 Å3/h para o vidro B. As curvas de distribuição dos tamanhos das microestruturas permitem-nos sugerir, para os vidros presentemente estudados, os tratamentos térmicos mais adequados para a absorção de rejeitos nucleares líquidos após a lixiviação da fase solúvel
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
We have studied the phase separation behavior vio spinodal decomposition of two sodium borosilicate glasses manufactured in ur Glass Laboratory, having the following compositions in weight %: Glass A: 8% Na2O - 32% B2O3 - 60% SiO2(Vidro A) e Glass B: 8% Na2O - 27% B2O3 - 65% SiO2. The growth of the mean size r of the microstructure of the minor phase has been determined as a function of the time lenght (0 100 hours) and as function of the temperature (580, 600, 620 e 640°C) of thw heat treatment by analyzing pictures of the glass sample taken with a Scanning Electron Microscope. The results are in good agreement with the theory of Lifschitz-Slyozov which predict a growth of the microstructure of the minor phase via a diffusion controled process through the insoluvel phase such that r3 =Ao t exp (-ΔE/RT). The activation energy ΔE and the pré-exponential factor Ao of the diffusion process were found ΔE = 58,8 kcal/mol e Ao = 8,42 x 1021 Å3/h for the glass A and ΔE = 92,6 kcal/mol e Ao = 4,48 x 1029 Å3/h for the glass B respectively. The distributions curves of the microstructure size allowed us to sugest for the glasses under study the most adequate heat treatments to absorbs afetr the leaching of the soluble phase
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.