• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Patrício de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Schochat, Eliane (Presidente)
Pereira, Liliane Desgualdo
Carvalho, Ana Claudia Martinho de
Garcia, Vera Lucia
Iorio, Maria Cecília Martinelli
Título em português
Influência da musicoterapia em usuários de implante coclear
Palavras-chave em português
Audição
Implante coclear
Música
Musicoterapia
Perda auditiva
Plasticidade neural
Resumo em português
Introdução: O implante coclear (IC) é um dos adventos tecnológicos na área da saúde mais importantes dos últimos anos. Mesmo com todo avanço tecnológico, os pacientes ainda apresentam queixas quanto ao rendimento do IC. O treinamento auditivo é o procedimento que pode proporcionar a melhora do desempenho das habilidades auditivas do indivíduo. Uma das possibilidades de treinamento auditivo é a musicoterapia. Objetivos: Verificar a influência da musicoterapia na compreensão da linguagem oral em pacientes pós linguais usuários de implante coclear, além disso, verificar a influência do efeito placebo; o desempenho das habilidades de percepção musical; verificar o desempenho das habilidades auditivas temporais de resolução e ordenação pré e pós musicoterapia em pacientes pós linguais usuários de implante coclear; e descrever os hábitos musicais nesses pacientes. Método: Participaram do estudo 11 indivíduos (média idade: 47,64 anos), pós linguais implantados, que foram submetidos a 10 sessões de musicoterapia, sendo uma por semana. Para a avaliação auditiva foram utilizados o teste Gap in Noise (GIN), o Montreal Battery Evaluation of Amusia, o teste de padrão de frequência (TPF), o teste de compreensão de sentenças, e o questionário de Munich Music Questionnaire. Todos os participantes passaram por um momento placebo antes da musicoterapia, e foram avaliados em três momentos distintos. Resultados: Foi observado melhora significativa no teste de sentenças de compreensão de fala, bem como nas habilidades musicais de contorno e melodia após musicoterapia. Não foi observado efeito placebo e nem diferença do TPF após a musicoterapia. Foi observado um desempenho ruim entre os participantes no teste GIN. Além disso, foi observado a redução do hábito de escutar música após IC. Conclusões: A musicoterapia foi uma ferramenta útil para melhorar as habilidades auditivas e compreensão de fala em indivíduos adultos pós-linguais usuários de IC, além de melhorar a frequência de escuta musical entre os participantes
Título em inglês
The influence of music therapy in cochlear implant users
Palavras-chave em inglês
Cochlear implantation
Hearing
Hearing loss
Music
Music therapy
Neuronal plasticity
Resumo em inglês
Introduction: Cochlear implants (CI) represent one of the most important technological innovations in the health care sector in recent years. Despite the technological advance, patients continue to complain about CI performance. Auditory training constitutes the procedure most capable of improving the performance of individual hearing skills. One possibility for auditory training is music therapy. Objectives: To verify the influence of music therapy on the understanding of spoken language by postlingual users of cochlear implants. In addition, verify the influence of the placebo effect; the performance of musical perception skills; verify the performance of temporal auditory resolution and ordering skills of pre- and post-music therapy patients with cochlear implants. Method: A total of 11 individual postlingual implant users participated in the study (average age: 47.64 years), consisting of 10 weekly sessions of music therapy. For purposes of the respective hearing evaluations, the Gap in Noise (GIN) test, Montreal Battery Evaluation of Amusia test, Frequency Pattern Test (FPT), sentence comprehension test, and Munich Music Questionnaire were applied. All participants were submitted to a placebo condition prior to music therapy and were evaluated at three different points. Results: A significant improvement was observed in the spoken sentence comprehension test, as well as enhanced musical contour and melody skills, following music therapy. No placebo effect was observed, nor any difference in FPT after music therapy. The participants registered poor performance on the GIN test. In addition, a reduction was observed in music listening habits after CI. Conclusions: Music therapy was a useful tool to improve hearing and speech comprehension skills in adult postlingual users of CI and to improve the frequency of music listening among participants
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.