• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Valiengo de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Matas, Carla Gentile (Presidente)
Boéchat, Edilene
Lobo, Ivone Ferreira Neves
Samelli, Alessandra Giannella
Título em português
Potenciais evocados auditivos de longa latência em adultos  pré e pós adaptação do AASI
Palavras-chave em português
Auxiliares de audição
Córtex auditivo
Plasticidade Neuronal
Potencial evocado P300
Privação sensorial
Resumo em português
Introdução: Plasticidade auditiva refere-se a mudanças que ocorrem no sistema sensorial responsável pela transmissão da informação acústica. A plasticidade do sistema nervoso auditivo central está relacionada a capacidade de adaptação através da reintrodução de estímulos por meio de aparelhos de amplificação sonora ou implante coclear. Essas mudanças são observadas a partir do desempenho de pacientes com o uso do aparelho de amplificação sonora, e podem ser verificadas por meio dos potenciais evocados auditivos de longa latência. Objetivo: caracterizar os Potenciais Evocados Auditivos de Longa Latência (PEALL) em adultos e idosos com perda auditiva neurossensorial, verificando os efeitos da estimulação auditiva por meio da comparação destes potenciais pré e pós adaptação do Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI). Metodologia: Participaram deste estudo 15 indivíduos adultos e idosos, de ambos os gêneros, de 55 a 85 anos de idade, com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderado com simetria entre as orelhas, sem experiência prévia com qualquer tipo de dispositivo de amplificação sonora. Os indivíduos foram encaminhados pelas empresas de aparelho auditivo WIDEX, Audibel e o Espaço Reouvir, tratando-se de novos usuários de AASI. Os PEALL foram realizados nas condições com e sem AASI, a 60 e 75 dBnNA em campo sonoro, em dois momentos: primeira avaliação realizada até uma semana após a adaptação do AASI e a segunda avaliação realizada após 6 meses da adaptação do AASI. Resultados: Na comparação da primeira avaliação com a segunda avaliação, na condição sem AASI a 60 dBnNA, observou-se diferença estatisticamente significante na latência do componente P1 (p-valor= 0,034). Na condição sem AASI a 75 dBnNA, observou-se diferença estatisticamente significante para a latência do componente P300 (p-valor 0,031) e para a amplitude P2N2 (p-valor 0,024), com diminuição da latência e aumento da amplitude na segunda avaliação. Por sua vez, na comparação da primeira avaliação com a segunda avaliação, na condição com AASI a 75 dBnNA, obteve-se uma diferença estatisticamente significante na latência do componente N2 (p-valor 0,009) e na amplitude P2N2 (p-valor 0,024), com aumento da amplitude na segunda avaliação. Evidenciou-se, também, diferença significante na amplitude P1N1 (p-valor 0,024) na condição com AASI a 60 dBnNA. Conclusão: Os PEALL com estímulo de fala demonstraram ser um importante procedimento para ser utilizado na prática clínica, visando monitorar a plasticidade neuronal do Sistema Nervoso Auditivo Central frente à estimulação auditiva (uso de AASI), em adultos e idosos com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderado
Título em inglês
Long-latency auditory evoked potentials in adults pre- and postadaptation of hearing aids
Palavras-chave em inglês
Auditory cortex
Event-related potentials P300
Neuronal plasticity
Sensory deprivation, Hearing aids
Resumo em inglês
Introduction: Auditory plasticity refers to changes that occur in the sensory system responsible for the transmission of acoustic information. The plasticity of the central auditory nervous system is related to the capacity of adaptation through the reintroduction of stimuli of sound amplification devices or cochlear implants. These changes are observed from the performance of patients with the use of the sound amplification apparatus, and can be verified by long-latency auditory evoked potentials. Purpose: To characterize long latency auditory evoked potentials (LLAEP) in adults with sensorineural hearing loss, verifying the effects of auditory stimulation by comparing these before and after adaptation potentials of the Individual Sound Amplification (AASI). Methodology: Fifteen adult and elderly individuals of both genders, aged 55 to 85 years, with mild to moderate sensorineural hearing loss with symmetry between the ears, without prior experience with any type of sound amplification device. The subjects were referred by hearing aid companies WIDEX, Audibel and Espaço Reouvir, in the case of new hearing aids users. The LLAEP were performed in the conditions with and without AASI, at 60 and 75 dBnNA in sound field, in two moments: first evaluation performed up to one week after AASI adaptation and the second evaluation performed after 6 months of AASI adaptation. Results: In the comparison of the first evaluation with the second evaluation, in the condition without AASI at 60 dBnNA, a statistically significant difference was observed in the latency of the P1 component (p-value = 0.034). In the condition without AASI at 75 dBnNA, a statistically significant difference was observed for the latency of the P300 component (p-value 0.031) and for the P2N2 amplitude (p-value 0.024), with latency decrease and amplitude increase in the second evaluation. In the comparison of the first evaluation with the second evaluation, in the condition with AASI at 75 dBnNA, there was a statistically significant difference in the latency of the N2 component (p-value 0.009) and in the P2N2 amplitude (p-value 0.024) , With amplitude increase in the second evaluation. There was also a significant difference in P1N1 amplitude (p-value 0.024) in the condition with AASI at 60 dBnNA. Conclusion: The LLAEP was an important procedure to be used in clinical practice, aiming to monitor the neural plasticity of the Central Auditory Nervous System in front of auditory stimulation (hearing aids use) in adults and elderly patients with mild to moderate sensorineural hearing loss of amplification and the importance of neural plasticity of the Central Auditory Nervous System
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.