• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Leal de Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Carlos Bandeira de Mello (Presidente)
Malheiros, Silvia Regina Pinheiro
Caromano, Fátima Aparecida
Oliveira, Claudia Santos
Título em português
Eficácia de diferentes dispositivos de interação em tarefa virtual na disfrofia muscular de Duchenne
Palavras-chave em português
Distrofia muscular de Duchenne
Distrofias musculares
Habilidade motora
Interface usuário computador
Reabilitação
Terapia de exposição à realidade virtual
Resumo em português
Introdução: A distrofia muscular de Duchenne (DMD) é uma doença genética recessiva. Caracterizada pelo enfraquecimento progressivo e irreversível da musculatura, levando a um quadro grave de deficiência física. Devido às alterações motoras presentes na DMD, é relevante verificar dispositivos de interação que auxiliem na funcionalidade e participação social, principalmente utilizando tecnologia e atualidades de ambientes virtuais. Objetivo: Identificar qual dispositivo de interação virtual propicia melhor desempenho em uma tarefa virtual em indivíduos com DMD. Método: Foram incluídos no estudo, 120 indivíduos, 60 com DMD entre 9 e 34 anos (média 16 anos) e 60 indivíduos com desenvolvimento típico pareados por sexo e idade (grupo controle). Foi utilizada uma tarefa virtual, que consiste em alcançar o maior número de bolhas, durante as fases de aprendizagem motora (aquisição, retenção e transferência) utilizando diferentes interfaces (Kinect, Leap Motion ou Touch Screen). Para análise estatística utilizou-se o número de bolhas alcançadas para cada participante. Resultados: Todos os participantes tiveram melhora no seu desempenho com a prática, independente da interface usada. Porém o grupo DMD, obteve resultado inferior quando comparado ao grupo controle. Houve melhora significativa no desempenho, em uma das fases, com a utilização da interface Leap Motion para grupo DMD, e Touch Screen para o grupo controle. Conclusão: O desempenho dos indivíduos com DMD é inferior quando comparado ao grupo controle, em todas as interfaces, devido a fraqueza muscular advinda da progressão da doença. Porém, há a possibilidade de melhorar o desempenho em uma tarefa, com a utilização que utilize dispositivo virtual, como o Leap Motion, exigindo funcionalidade de grupos musculares distais, nos indivíduos com distrofia muscular
Título em inglês
Efficacy of different virtual task interaction devices in Duchenne muscular dystrophy
Palavras-chave em inglês
Motor skills
Muscular dystrophies
Muscular dystrophy Duchenne
Reality exposure therapy
Rehabilitation
User-computer interface
Resumo em inglês
Introduction: Duchenne muscular dystrophy (DMD) is a recessive genetic disease. Characterized by progressive and irreversible weakening of the musculature, leading to a serious physical disability. Due to the motor alterations present in the DMD, it is important to verify interaction devices that aid in functionality and social participation, mainly using technology and the news of virtual environments. Objective: To identify which virtual interaction device is best to provide performance in a virtual task in individuals with DMD. Methods: The study included 120 individuals, 60 DMD ranging from 9 to 34 years (mean 16 years) and 60 typically developed individuals matched by age and gender (control). A virtual task was used to achieve the greatest number of bubbles during the motor learning (acquisition, retention and transfer) phases, using different interfaces (Kinect, Leap Motion or Touch Screen). For statistical analysis, the number of bubbles reached for each participant was used. Results: All participants improved their performance with practice, regardless of the interface used. However, the DMD group had lower results when compared to the control group. There was a significant performance improvement in one of the phases, using the Leap Motion interface for DMD group, and Touch Screen for the control group. Conclusion: The performance of individuals with DMD is lower when compared to the control group, at all interfaces due to muscle weakness due to disease progression. However, there is the possibility of improving performance in a task using virtual device, such as Leap Motion, requiring functionality of distal muscle groups in individuals with muscular dystrophy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.