• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2018.tde-07112018-093419
Documento
Autor
Nome completo
Karoline Kussik de Almeida Leite
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Claudia Regina Furquim de (Presidente)
Juste, Fabiola Staróbole
Medeiros, Gisele Chagas de
Toledo, Paula Nunes
Título em português
Indicadores do risco de broncoaspiração em pacientes com acidente vascular cerebral isquêmico em fase aguda
Palavras-chave em português
Acidente vascular cerebral
Deglutição
Fonoaudiologia
Indicadores de serviço
Reabilitação
Transtornos da deglutição
Resumo em português
Introdução: O acidente vascular cerebral (AVC) é a principal causa de mortalidade no Brasil, sendo considerado um dos maiores problemas de saúde pública do país. A alteração da deglutição, conhecida como disfagia, tem alta incidência e prevalência e contribui para o aumento dos índices de mortalidade, morbidade, custos hospitalares e principalmente, para redução da qualidade de vida dos pacientes e cuidadores. Desta forma, o estabelecimento de diagnósticos, prognósticos e tratamentos adequados são fundamentais. Objetivo: Investigar os indicadores de risco de broncoaspiração em pacientes com AVC isquêmico (AVCi) em fase aguda admitidos em pronto-socorro (PS). Métodos: Participaram do estudo 134 adultos admitidos no PS de um hospital terciário, com diagnóstico de AVCi em fase aguda, submetidos à avaliação fonoaudiológica em beira de leito. As etapas de coleta de dados envolveram: avaliação fonoaudiológica clínica do risco de broncoaspiração, determinação da gravidade do AVCi de acordo com a Escala da National Institute of Health Stroke Scale (NIHSS) no momento da avaliação fonoaudiológica, avaliação objetiva da deglutição por meio do exame de videofluoroscopia da deglutição (VDF), levantamento das variáveis demográficas e indicadores clínicos. Resultados: Os 134 pacientes foram divididos em dois grupos de acordo com os resultados da avaliação fonoaudiológica: G1 (grupo de risco para disfagia) - 42 participantes que falharam na avaliação por apresentar pelo menos um destes sinais clínidos (ausculta cervical alterada, voz molhada, tosse ou engasgo) e G2 (grupo sem risco para disfagia) - 92 participantes que não apresentaram falha na avaliação. As análises indicaram os seguintes resultados significantes: os participantes de G1 apresentaram média de idade superior a 69 anos, maior pontuação na NIHSS, demoraram mais tempo para receber alta fonoaudiológica, receberam maior número de indicação de via alternativa de alimentação após avaliação fonoaudiológica e apresentaram pior desfecho (receberam menos alta fonoaudiológica). O sinal clínico preditor de broncoaspiração que mais diferenciou os grupos foi a presença de tosse, com o volume de oferta de 50 ml. Conclusão: Pacientes com AVCi agudo que apresentarem idade superior a 69 anos, com escore >= 9 na NIHS, e que apresentarem tosse após a deglutição no teste com água (50 ml) em beira de leito, devem ser priorizados para avaliação fonoaudiológica completa e se necessário, encaminhados para a confirmação dos resultados por exame de imagem
Título em inglês
Indicators of the risk of bronchoaspiration in patients with acute ischemic stroke
Palavras-chave em inglês
Indicators of healthy services
Rehabilitation
Speech-Language and Hearing Sciences
Stroke
Swallowing
Swallowing disorders
Resumo em inglês
Introduction: Stroke is the leading cause of mortality in Brazil and is considered one of the country's major public health problems. The swallowing disorder, known as dysphagia, has a high incidence and prevalence and contributes to an increase rates of mortality, morbidity, hospital costs, and mainly to reduce the quality of life of patients and caregivers. In this way, the establishment of adequate diagnoses, prognostics and treatments are fundamental. Objective: To investigate the risk indicators of bronchoaspiration in acute stroke patients admitted to Emergency Room (ER). Methods: 134 adults admitted to the ER of a tertiary hospital with a diagnosis of acute ischemic stroke (AIS), submitted to a bedside speech-therapist assessment, participated in the study. Data gathering involved: clinical speech-language assessment of the risk of bronchoaspiration, determination of the severity of stroke according to the National Institute of Health Stroke Scale (NIHSS) at the time of the speech-language evaluation, objective assessment of swallowing by examination of Videofluoroscopy of Swallowing (VFS), and the verification of demographic variables and clinical indicators. Results: The 134 patients were divided into two groups according to the results of the speech-language evaluation. Participants who failed (i.e. presence of indicatives of oropharyngeal dysphagia) when there was positive response on at least one of the following protocol items: cervical auscultation, wet or gurgly sounding voice after drinking, coughing, or choking were grouped as "Risk for Dysphagia" (n=42), and those who did not fail were grouped as "No Risk" (n=92). The analysis indicated the following significant results: patients with a higher risk of bronchoaspiration presented mean age over 69 years, NIHSS score <= 9 points, had more indication of alternate feeding after speech-language evaluation and presented poorer outcome (fewer individuals discharged from swallowing rehabilitation sessions). The predictor of bronchoaspiration that most differentiated the groups was the presence of cough, with a supply volume of 50 ml. Conclusion: Patients with AIS, admitted to the ER, who present age >= 69 years, score on the NIHSS >= 9, cough after swallowing in water test (50 ml), should be prioritized for the complete speech-language evaluation, and sent to support the results by image examination
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.