• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2018.tde-04012018-095519
Documento
Autor
Nome completo
Laís Vignati Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Avejonas, Daniela Regina Molini (Presidente)
Junqueira, Simone Rennó
Assenço, Ana Manhani Cáceres
Schmitt, Ana Carolina Basso
Título em português
Análise preditiva do protocolo de identificação de fatores de risco para alteração de fala e linguagem (PIFRAL)
Palavras-chave em português
Atenção primária à saúde
Desenvolvimento infantil
Fatores de risco
Fonoaudiologia
Promoção da saúde
Saúde coletiva
Resumo em português
A Fonoaudiologia, como ciência da comunicação, possui uma vasta perspectiva de atuação em sistemas e serviços de saúde, como profissional apto a integrar práticas que coadunam com a promoção da saúde e a prevenção de agravos. Dessa forma, além de planejar modelos de identificação da prevalência e incidência das alterações de linguagem em crianças, deve-se identificar os fatores de risco para essas alterações, a fim de controlar, reduzir ou intervir precocemente. O objetivo do presente estudo é realizar a análise preditiva de um instrumento para identificar fatores de risco para a alteração na aquisição e desenvolvimento da linguagem oral em crianças, denominado Protocolo para Identificação de Fatores de Risco para a Alteração de Linguagem e Fala (PIFRAL). Trata-se de um estudo transversal. O PIFRAL foi aplicado em pais e/ou responsáveis de crianças com e sem alteração de fala e/ou linguagem, constituindo o grupo com alteração (GCA) e sem alteração (GSA). Ambos os grupos foram formados por crianças dentro da faixa etária de até cinco anos e 11 meses de idade e matriculadas em Instituições de Ensino Regular. A análise multivariada por regressão logística foi utilizada para a exploração de correlação entre as variáveis preditoras e a variável desfecho. Os fatores de risco encontrados foram: gênero masculino, possuir antecedentes familiares, ter nascido prematuro ou com baixo peso e estar na classificação de renda baixa. Os fatores de proteção foram escolaridade materna e tempo de atenção dos responsáveis com as crianças. A possibilidade do uso do protocolo por profissionais da Saúde Coletiva pode ser um facilitador para a intervenção precoce, além do fomento a integralidade no desenvolvimento infantil
Título em inglês
Predictive analysis of Identification Risk Factors for Speech and Language Disorders Protocol (PIFRAL)
Palavras-chave em inglês
Child development
Health promotion
Primary health care
Public health
Risk factors
Speech language and hearing sciences
Resumo em inglês
Speech-language therapy, as a communication science, has a broad perspective of acting in health systems and services, as a professional capable of integrating practices that are in harmony with health promotion and the prevention of diseases. Thus, in addition to planning models for identifying the prevalence and incidence of language disorders in children, risk factors for these changes should be identified in order to control, reduce or intervene early. The objective of the present study is to perform the predictive analysis of an instrument to identify risk factors for the change in acquisition and development of oral language in children, called Protocol for Identifying Risk Factors for Language and Speech Alteration (PIFRAL).This is a cross-sectional study. PIFRAL was applied in parents and / or guardians of children with and without speech and / or language change, constituting the group with alteration and without alteration. Both groups were made up of children within the age range up to five years and 11 months of age and enrolled in Regular Education Institutions. The multivariate logistic regression analysis was used to explore the correlation between the predictor variables and the outcome variable. The risk factors found were: male gender, having a family history, being born preterm or underweight and being in the low income classification. The protective factors were maternal schooling and attention time of those responsible with the children. The possibility of the use of the protocol by professionals of the Public Health can be a facilitator for the early intervention, besides fomenting the integrality in the child development
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.