• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Jonas Gordilho Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Farfel, José Marcelo (Presidente)
Apolinario, Daniel
Jacob Filho, Wilson
Jaluul, Omar
Suemoto, Claudia Kimie
Título em português
O papel do alfabetismo em saúde no controle do diabetes em idosos
Palavras-chave em português
Alfabetização em Saúde
Diabetes Mellitus
Envelhecimento
Escolaridade
Glicemia
Idoso
Resumo em português
Introdução: O diabetes tipo 2 é uma doença complexa, cujo controle requer autocuidado e o entendimento adequado do tratamento farmacológico e não farmacológico. Neste contexto, diversos autores vêm estudando uma possível relação entre o alfabetismo em saúde e o controle glicêmico, além de outros desfechos em diabetes, com resultados heterogêneos e inconsistentes. Até o momento, existe também uma escassez de estudos que avaliem a relação da forma na qual os fatores socioeconômicos e clínicos possam confundir ou modificar o efeito do alfabetismo em saúde, sobre o controle do diabetes, principalmente nos idosos com doença avançada e baixos índices de escolaridade. Objetivos: Investigar a associação entre alfabetismo em saúde com controle glicêmico e lesões de órgãos-alvo em idosos diabéticos tipo 2, assim como avaliar as relações entre suporte social, alfabetismo em saúde e controle glicêmico Métodos: Estudo de corte transversal no qual foi aplicado o Short Assessment of Health Literacy for Portuguese Speaking Adults (SAHLPA) em 166 idosos de uma instituição pública na cidade de São Paulo/Brasil. O desfecho primário foi a medida da Hemoglobina glicada e os desfechos secundários foram a presença de lesões microvasculares e macrovasculares. Foram realizados modelos de regressão linear multivariado e logística, hierárquicos forçados, ajustados para características sociodemográficas, clínicas e escore de SAHLPA. Também foi realizada uma análise de interação entre alfabetismo em saúde e suporte social, como determinante do controle glicêmico. Resultados: Foi observado que o escore de SAHLPA esteve associado, de forma independente ao valor da hemoglobina glicada (B = -0,059; p = 0,043), assim como foi observada uma interação entre o suporte social e escore de SAHLPA (p =0,003), associada ao controle glicêmico. No modelo de regressão logística para complicações microvasculares e macrovasculares, o valor do SAHLPA esteve relacionado de forma independente aos desfechos, com um OR de 0,895 (p = 0,032) e 1,164 (p = 0,007), respectivamente. Conclusões: Nesta amostra, foi observada uma relação entre alfabetismo em saúde funcional e controle glicêmico. O suporte social modificou a associação entre o escore de SAHLPA e o controle glicêmico. O presente estudo traz contribuições para o entendimento da relação entre alfabetismo em saúde funcional e desfechos relacionados ao diabetes
Título em inglês
Health literacy and diabetes control in the elderly
Palavras-chave em inglês
Aged
Aging
Blood glucose
Diabetes Mellitus
Educational status
Health literacy
Resumo em inglês
Introduction: Type 2 diabetes is a complex disease that requires self-care and an adequate understanding of pharmacological and non-pharmacological treatment. In this context, several authors have been studying a possible relationship between health literacy and glycemic control, as well as other outcomes in diabetes, with heterogeneous and inconsistent results. To date, there is also a paucity of studies examining if socioeconomic and clinical factors may confuse or modify the effect of health literacy on controlling diabetes, especially in the elderly with advanced disease and low schooling levels. Aims: To investigate the association between health literacy and glycemic control and target organ damage in elderly with type 2 diabetes, and to evaluate the relationships between social support, health literacy and glycemic control. Methods: A cross-sectional study was carried out in 166 elderly people from a public institution in the city of São Paulo, Brazil, in which the Short Assessment of Health Literacy for Portuguese Speaking Adults (SAHLPA) was applied. The primary endpoint was the measurement of glycated hemoglobin and the secondary outcomes were the presence of microvascular and macrovascular target organ damage. Linear multivariate and logistic regression models, forced hierarchical, adjusted for sociodemographic, clinical characteristics and SAHLPA score were performed. An interaction analysis between health literacy and social support as a determinant of glycemic control was also performed. Results: It was observed that the SAHLPA score was independently associated with the value of glycated hemoglobin (B = -0,059; p = 0,043). It was also observed an interaction between social support and SAHLPA score (p = 0,003) determining glycemic control. In the logistic regression model for microvascular and macrovascular complications the SAHLPA value was independently related to outcomes, with an OR of 0,895 (p = 0,032) and 1,164 (p = 0,007), respectively. Conclusions: In this sample, a relationship between functional health literacy and glycemic control was observed. Social support modified the association between SAHLPA score and glycemic control. The present study provides contributions to the understanding of the relationship between functional health literacy and outcomes related to diabetes
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.