• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-06062016-123505
Documento
Autor
Nome completo
Marnay Helbo de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Zilberstein, Bruno (Presidente)
Cecconello, Ivan
Malheiros, Carlos Alberto
Título em português
Análise crítica das técnicas de tratamento cirúrgico da obesidade mórbida
Palavras-chave em português
Cirurgia bariátrica
Derivação gástrica
Desvio biliopancreático
Gastroplastia
Índice de massa corporal
Laparoscopia
Obesidade mórbida
Resumo em português
Introdução: A obesidade é uma afecção com alta prevalência no Brasil e no mundo. É fator de risco para comorbidades como Diabetes tipo 2 (DM2), Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), Dislipidemia, Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), entre outras. Seu tratamento é complexo e a cirurgia bariátrica, executada por diferentes técnicas, tem sido uma das opções. Objetivo: Analisar os resultados publicados na literatura em relação às técnicas cirúrgicas de Banda Gástrica Ajustável (BGA), Gastrectomia Vertical (GV), Gastroplastia com derivação em Y de Roux (GDYR) e Derivação Biliopancreática (DBP) - técnica de "Scopinaro" e de "Duodenal Switch" quanto às complicações operatórias, à mortalidade, à perda do excesso de peso (PEP) e ao reganho, e a resolução das comorbidades após a operação. Método: Foram analisados 116 estudos selecionados na base de dados MEDLINE por meio da PubMed publicados na Língua Inglesa entre 2003 e 2014. Para comparar as diferentes técnicas cirúrgicas (BGA, GV, GDYR e DBP), realizou-se estudo estatístico por meio da análise de variância (ANOVA) aplicando os testes de Duncan e de Kruskal Wallis avaliando: complicações pós-operatórias (fístula, sangramento e óbito); perda e reganho do excesso de peso, e resolução das comorbidades. Resultados: A ocorrência de sangramento foi de 0,6% na média entre todos os estudos, sendo 0,44% na BGA; 1,29% na GV; 0,81% na GDYR e 2,09% na DBP. Já a ocorrência de fístulas foi de 1,3% na média entre todos os estudos, 0,68% para BGA; 1,93% para GV; 2,18% para GDYR e 5,23% para DBP. A mortalidade nos primeiros 30 dias pós-operatórios foi de 0,9% na média entre todos os estudos, 0,05% na BGA; 0,16% na GV; 0,60% na GDYR e 2,52% na DBP. A PEP após cinco anos na média entre todos os estudos foi de 63,86%, especificamente na BGA, foi de 48,35%; 52,7% na GV; 71,04% na GDYR e 77,90% na DBP. A taxa de DM2 resolvida foi de 76,9% na média entre todos os estudos, sendo 46,80% na BGA; 79,38% na GV; 79,86% na GDYR e 90,78% na DBP. A taxa de Dislipidemia resolvida após a operação foi de 74,0% na média de todo o estudo, sendo 51,28% na BGA; 58,00% na GV; 73,28% na GDYR e 90,75% na DBP. A taxa de HAS resolvida após a operação foi de 61,80% na média de todo o estudo, sendo 54,50% na BGA; 52,27% na GV; 68,11% na GDYR e 82,12% na DBP. A taxa de AOS resolvida após a operação foi de 75,0% na média de todo o estudo, sendo 56,85% na BGA; 51,43% na GV; 80,31% na GDYR e 92,50% na DBP. Conclusão: quando analisadas e comparada as quatro técnicas observa-se que nos primeiros 30 dias pós-operatório a taxa de sangramento é superior nos pacientes submetidos à DBP e taxa de fístula inferior nos pacientes da BGA. Quanto à mortalidade observou-se taxa mais pronunciada nos pacientes submetidos à DBP e menos nos submetidos à BGA. Quanto à PEP observou-se uma uniformidade entre os pacientes submetidos à GV, GDYR E DBP até o terceiro ano. Após esse período observa-se reganho de peso nos submetidos à GV até o quinto ano de seguimento. Já nos pacientes submetidos à BGA observou-se taxas de PEP menos pronunciadas em relação às demais desde o início do seguimento. Quanto à resolução das comorbidades observou-se taxas de resolução de DM2 inferiores nos pacientes submetidos à BGA, e não houve diferença entre nenhuma técnica quanto à resolução das demais comorbidades: HAS, AOS e dislipidemia
Título em inglês
Critical analysis of surgical treatment techniques of morbid obesity
Palavras-chave em inglês
Bariatric surgery
Body mass index
Gastric bypass
Gastroplasty, Biliopancreatic diversion
Laparoscopy
Obesity morbid
Resumo em inglês
Introduction: Obesity is a disease with high prevalence in Brazil and worldwide. It is a risk factor for comorbidities such as type 2 diabetes (T2D), hypertension, dyslipidemia, obstructive sleep apnea, among others. Treatment is complex and bariatric surgery, performed by different techniques, has been one of the options. Objective: To analyze the surgical the results presented in the literature related to techniques of Adjustable Gastric Banding (AGB), Sleeve Gastrectomy(SG), Roux-en-Y Gastric Bypass(RYGB) and Biliopancreatic Diversion(BPD) - ("Scopinaro" and "Duodenal Switch" procedures) as to the postoperative complications, mortality, excess weight loss (EWL) and regain, and resolution of the comorbidities after surgery. Method: 116 studies were selected in MEDLINE through PubMed published in the English language between 2003 and 2014. To compare the different surgical techniques (AGB, SG, RYGB, BPD), statistical analysis was performed by analysis of variance applying Duncan and Kruskal Wallis tests assessing: postoperative complications (leak, bleeding and death); EWL and regained, and resolution of comorbidities after surgery. Results: The incidence of bleeding was in average 0.6% from all studies; 0.44% in AGB; 1.29% for SG; 0.81% RYGB and 2.09% for BPD. The average incidence of leaks was 1.3% in all studies; 0.68% for AGB; 1.93% in SG; 2.18% RYGB and 5.23% for BPD. Average mortality in the first 30 postoperative days was 0.9% in all studies; 0.05% for AGB; 0.16% in SG; 0.60% in RYGB and 2.52% in BPD. The average percentage of EWL after five years in all studies was 63.86%, specifically in AGB it was 48.35%; 52.7% in SG; 71.04% in RYGB and 77.90% in BPD. The rate of T2D resolved was in average 76.9% across all studies, 46.80% for AGB; 79.38% for SG; 79.86% RYGB and 90.78% for BPD. The rate of dyslipidemia resolved was in average 74.00% across all studies, 51.28% for AGB; 58.00% for SG; 73.28% RYGB and 90.75% for BPD. The rate of hypertension resolved was in average 61.80% across all studies, 54.50% for AGB; 52.27% for SG; 68.11% for RYGB and 82.12% for BPD. The rate of apnea resolved was in average 75.00% across all studies, 56.85% for AGB; 51.43% for SG; 80.31% for RYGB and 92.50% for BPD. Conclusion: After analyzing and comparing the four techniques it was observed that in the first 30 postoperative days the bleeding rate is higher in patients undergoing BPD and lower fistula rate in patients undergoing AGB. Regarding mortality was observed higher rate in patients undergoing BPD and smaller in patients undergoing AGB. As for EWL there was uniformity among patients submitted to SG, RYGB and BPD until the third year. After this period there has been regained weight in the patients submitted to SG until the fifth year. The patients undergoing AGB have lower rates of EWL. As for the resolution of comorbidities, observed T2D resolution rates were lower in patients undergoing AGB, and there was no difference between the techniques regarding: hypertension, dyslipidemia and obstructive sleep apnea
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.