• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Antoniazzi Abaid
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Zilberstein, Bruno (Presidente)
Cecconello, Ivan
Gagliardi, Danilo
Jacob, Carlos Eduardo
Título em português
Técnica simplificada de colecistectomia laparoscópica com duas incisões
Palavras-chave em português
Cirurgia laparoscópica por duas incisões
Cirurgia laparoscópica por incisão única
Colecistectomia laparoscópica
Colecistite
Colelitíase
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Cerca de 20% da população é portadora de colelitíase, sendo esta afecção a principal causa abdominal de internação hospitalar em países desenvolvidos. Considerando-se que somente nos Estados Unidos são realizadas cerca 700.000 colecistectomias a cada ano, pode-se estimar a importância do problema para a saúde pública. A diminuição do número de incisões tem o potencial de reduzir o trauma cirúrgico e oferecer melhor resultado estético. OBJETIVOS: Descrever técnica de colecistectomia laparoscópica com duas incisões (CL2i) utilizando apenas material convencional, sem aumentar complicações, nem tempo operatório, oferecendo a mesma segurança da colecistectomia videolaparoscópica convencional. MÉTODO: Série prospectiva de casos consecutivos, comparada a outra série histórica de casos operados pela técnica laparoscópica convencional (CLC). A CL2i foi realizada com 3 portais em 2 incisões, sendo dois na incisão umbilical e outro no epigástrio. Foram operados 72 pacientes (36 em cada grupo) pelo mesmo cirurgião. RESULTADOS: Não houve diferença estatística entre os grupos quanto sexo, média de idade, índice de massa corpórea (IMC) e tempo de internação. Os procedimentos foram classificados pelo cirurgião de acordo com o grau de dificuldade e não houve diferença entre as séries (p < 0,05). Ocorreram complicações menores em 5,6% (n = 2) procedimentos em cada grupo. Não houve diferença entre as médias de tempo operatório (p= 0,989), que foram de 49 (IC95% 42 a 56) min na CLC e 40 (IC95% 35 a 44) min na CL2i. Não houve necessidade de portais adicionais em nenhum caso, nem de conversão para cirurgia aberta. CONCLUSÕES: A técnica de colecistectomia laparoscópica com duas incisões (CL2i) é factível, segura e com bom resultado estético, permitindo operar utilizando apenas instrumental laparoscópico convencional, sem aumentar tempo operatório ou risco de complicações
Título em inglês
Simplified laparoscopic cholecystectomy with two incisions
Palavras-chave em inglês
Cholecystectomy laparoscopic
Cholecystitis
Cholelithiasis
Single incision laparoscopic surgery
Two incisions laparoscopic surgery
Resumo em inglês
INTRODUCTION: About 20% of the population has cholelithiasis and this is the main abdominal cause of hospitalization in developed countries. Considering that only in the United States about 700,000 cholecystectomies are done each year, it is possible to estimate the importance of the problem for public health. Decreasing the number of incisions can reduce surgical trauma and offer better aesthetic results. OBJECTIVE: To describe a two-incision laparoscopic cholecystectomy technique (TILC) using only conventional material, without increasing complications, nor operative time, offering the same safety as conventional laparoscopic cholecystectomy. METHOD: A consecutive and prospective case series, compared to another historical series operated by conventional laparoscopy cholecystectomy (LC). The TILC was performed with 3 trocars in 2 incisions, two trocars in umbilical incision and one in epigastrium. A total of 72 patients were operated on by the same surgeon (36 in each group). RESULTS: There were no significant differences between groups for gender, mean age, body mass index (BMI) or length of hospital stay. The procedures were classified by the surgeon according to surgical difficulty and there was no difference between the series (p < 0.05). There were minor complications in 5.6% (n = 2) procedures in each group. There were no differences between means of operative time (p = 0.989), which were 49 (95% CI 42 to 56) min in LC and 40 (CI 95% 35 to 44) min in TILC. There was no need for additional portals in any case, nor for conversion to open surgery. CONCLUSIONS: Two-incision laparoscopic cholecystectomy (TILC) is feasible, safe and with good aesthetic result, using the same instruments of LC, without increasing operative time or complications
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.