• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-24032016-150759
Documento
Autor
Nome completo
Sílvia Von Tiesenhausen de Sousa-Carmo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Garcia, Maria Lucia Bueno (Presidente)
Lotufo, Paulo Andrade
Pereira, Luiz Alberto Amador
Título em português
Análise comparativa de quatro índices clínicos de obesidade em relação a fatores de risco e doenças cardiovasculares em idosos funcionalmente independentes
Palavras-chave em português
Acidente vascular cerebral
Circunferência de cintura
Doença das coronárias
Fatores de risco
Idoso
Idoso de 80 anos ou mais
Índice de massa corporal
Obesidade
Razão cintura-estatura
Relação cintura-quadril
Resumo em português
Introdução A população mundial vem envelhecendo, e apresentando aumento na prevalência de obesidade, que é fator de risco cardiovascular e metabólico. Índices antropométricos, em particular aqueles que evidenciam obesidade visceral, são marcadores de distúrbios cardiometabólicos. Não há consenso sobre qual o melhor índice para a população idosa. Objetivo Descrever a associação entre índices antropométricos, fatores de risco e eventos cardiovasculares em idosos funcionalmente independentes. Material e casuística Em revisão de prontuários de instituto público de geriatria foram coletados dados sócio-demográficos, sobre comorbidades, doença coronariana (ICo) e doença cerebrovascular (AVC), e dados antropométricos, a saber: índice de massa corporal (IMC), circunferência de cintura (CC), razão cintura-quadril (RCQ) e razão cintura-altura (RCA). Resultados Foram analisados 989 idosos, 85,6% mulheres, 67,5 ± 5,5 anos, 52,8% com até quatro anos de estudo, 72,6% hipertensos (HAS) e 21,5% diabéticos (DM). A freqüência de dislipidemia (DLP) foi 43,2% e de artrose 66,6%, com predomínio entre mulheres (p=0,015 e p=0,001, respectivamente). Sedentarismo foi relatado por 66,2% e tabagismo por 22,5%, com predomínio entre homens (p=0,004 e p < 0,001, respectivamente). Cerca de 10% dos idosos apresentavam concomitantemente HAS, DM e DLP. ICo foi relatada por 5,5% da amostra, e AVC por 3,2%, com predomínio entre homens (p=0,001 e p=0,013, respectivamente). A maioria apresentou excesso de peso (76,3%) e obesidade central (CC aumentada em 71,4%, RCQ aumentada em 59,4% e RCA aumentada em 84,1%). Houve associação entre IMC >= 35 kg/m2 e CC >= 102 cm e ICo entre homens, com maior risco quando CC >= 102 cm; resultado semelhante ocorreu para homens sedentários. Conclusões A maioria dos idosos apresentava HAS e sedentarismo. IMC, CC e RCQ apresentaram associação com HAS para todos, e RCA apenas para mulheres. CC apresentou associação com DM para todos, e RCQ e RCA apenas para mulheres. Os limites dos índices antropométricos para a população adulta associaram-se ao risco cardiometabólico em idosos. CC apresentou associação direta com ICo e risco sete vezes maior em homens, sugerindo o uso deste parâmetro para a população idosa masculina. Obesidade em idosos deve ser discutida em profundidade e há premência de abordagens direcionadas à promoção de saúde e prevenção de doenças para a população idosa
Título em inglês
Comparative analysis of four obesity indices in relation to risk factors and cardiovacular diseases for functionally independent elderly
Palavras-chave em inglês
Aged
Aged 80 and over
Body mass index
Coronary disease
Obesity
Risk factors
Stroke
Waist circumference
Waist-height ratio
Waist-hip ratio
Resumo em inglês
Rationale Population is ageing and presenting increasing prevalence of obesity, which is a cardiovascular and metabolic risk factor. Anthropologic indices may indicate cardiometabolic disturbances, particularly the ones related to visceral adiposity. There is no consensus which is the best index for the aged. Objective This study aims to describe the association between anthropologic indices, risk factors, and cardiovascular diseases for functionally independent elderly. Methods and subjects Patients' records at a public geriatric institute were surveyed and data was collected on demography, comorbidities, coronary heart disease (CHD), stroke, and on anthropometric measurements, specifically body mass index (BMI), waist circumference (WC), waist-hip ratio (WHR), and waistheight ratio (WHtR). Results There were 989 elders, 85.6% females, 67.5±5,5 years old, 52.8% studied up to four years, 72.6% presented hypertension (HTN) and 21.5% diabetes (DM). The prevalence of dyslipidemia (DLP) was 43.2% and for arthrosis it was 66.6%, predominantly among female (respectively p=0.015 and p=0.001). Sedentarism was referred by 66.2% of the sample and tobacco use by 22.5%, predominantly among males (respectively p=0.004 and p < 0.001). Around 10% of all seniors presented HTN, DM and DLP simultaneously. CHD was referred by 5.5% of the participants and stroke by 3.2%, predominantly among males (respectively p=0.001 and p=0.013). The majority of the aged were overweight (76.3%) and presented central obesity (increased WC in 74.1%, increased WHR in 59.4% and increased WHtR in 84.1%). BMI >= 35 kg/m2 e WC >= 102 cm were associated with CHD among males, with higher risk when >= 102 cm. Sedentary men presented similar results. Conclusions The majority of the elders presented HTN and sedentarism. BMI, WC, and WHR were associated with HTN for all subjects, and WHtR only for women. WC was associated with DM for all participants, and WHR and WHtR only for women. The cut off values used for the adult population were associated with cardiometabolic risk among seniors. WC was directly associated with CHD and a risk seven times higher among males. This suggests the use of this cut off value for aged men. Obesity among aged individuals needs to be addressed thoroughly and there is urgency on broad health promotion and disease prevention approaches directed towards the ageing population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.