• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-21062007-150407
Documento
Autor
Nome completo
Cristina Esteves Capela
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Marques, Amelia Pasqual (Presidente)
Lage, Lais Verderame
Pereira, Rosa Maria Rodrigues
Título em português
Avaliação da dor, qualidade de vida e sintomas secundários da fibromialgia na população de Embu: ansiedade e depressão
Palavras-chave em português
Ansiedade
Depressão
Dor
Fibromialgia
Medição da dor.
Qualidade de vida
Resumo em português
A dor é freqüentemente descrita na literatura como uma das principais causas de incapacidade, além de estar relacionada com alterações do sono, prejuízos na capacidade funcional e, conseqüentemente, na qualidade de vida. Muitos estudos que avaliam a dor utilizam os critérios classificatórios da fibromialgia propostos pelo Colégio Americano de Reumatologia (ACR). A dor deve ser crônica e difusa, no hemicorpo direito e esquerdo, acima e abaixo da cintura e no eixo axial, além de existir pontos dolorosos denominados tender points. O objetivo deste estudo foi avaliar a dor, qualidade de vida e sintomas secundários da fibromialgia: ansiedade e depressão na população adulta (35 a 60 anos) de Embu, Município da Grande São Paulo. O estudo teve dois momentos distintos: no primeiro participaram 768 indivíduos e no segundo 304. Nas duas etapas, considerando a dor os participantes foram divididos em três grupos: Dor Difusa (DD), Dor Regional (DR) e Sem Dor (SD). Com a primeira amostra (n=768) foi realizado uma entrevista por telefone na qual os sujeitos foram questionados em relação à presença de dor e cansaço matinal, sendo posteriormente convidados a participar de uma avaliação nas Unidades Básicas de Saúde. Com a sub-amostra (n=304) foi avaliada a dor através da Escala Analógica Visual da Dor (VAS), a ansiedade com o IDATE, a depressão com a Escala de Depressão de Beck (BDS) e a qualidade de vida pelo Medical Outcome Study Short-Form 36 Health Survey (SF-36). Os resultados da amostra inicial mostraram que 76% dos sujeitos relataram algum tipo de dor e 24% relataram dor difusa e crônica. Os resultados da sub-amostra sugerem que o Grupo DD apresentou os sintomas mais intensos de dor, ansiedade, depressão e pior qualidade de vida, seguidos pelo Grupo DR e SD com diferença estatisticamente significante (p< 0,000).
Título em inglês
Assessment of pain, quality of life and FM secondary symptoms: anxiety and depression in Embu population
Palavras-chave em inglês
Anxiety
Depression
Fibromyalgia
Measurement of pain.
Pain
Quality of life
Resumo em inglês
The pain is often described in the literature as one of the major causes of inability besides being related to sleep disturbance, decrease of functional disability and consequently of the quality of life. Many studies that assess pain use the classifying criteria of fibromyalgia proposed by the American College of Rheumatology (ACR).The pain must be widespread and chronic in both sides and upper and lower body, trunk and limbs besides existing the presence of painful points called tender points. The aim of this study was to assess the pain, quality of life and secondary fibromyalgic symptoms anxiety and depression in adult population (35 to 60 years old) from Embu, town of the state of São Paulo. The research had two parts: in the first one 768 subjects participated and, in the second, 304. In both parts, the subjects were divided in 3 groups considering the pain: Widespread Pain (WpP), Regional Pain (RP) and Without Pain (WP). The first sample (n=768) was asked about the presence of pain and morning stiffness in an interview by phone. After that they were invited to be evaluated in Public Clinics. Pain Visual Analogical Scale (VAS), the Anxiety-Trace Inventory, the Anxiety-State Inventory, Beck Depression Inventory (BDI) and Medical Outcome Study Short-Form 36 Health Survey (SF-36) were used in the second sample (n=304), whose results suggest that the group with Widespread Pain (WpP) shows the most intense symptoms of pain, anxiety, depression and the worst quality of life with statistically significant difference between the groups (p<0,000).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cristinaecapela.pdf (483.47 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.