• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2012.tde-18022013-112823
Documento
Autor
Nome completo
Angela Maria de Amorim Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Limongi, Suelly Cecilia Olivan (Presidente)
Lopes, Debora Maria Befi
Mustacchi, Zan
Título em português
Extensão média do enunciado em crianças com síndrome de Down
Palavras-chave em português
Criança
Desenvolvimento da linguagem
Desenvolvimento infantil
Linguística
Síndrome de Down
Transtornos da linguagem
Resumo em português
A síndrome de Down (SD) é uma síndrome genética causada pela trissomia do cromossomo 21 e a causa mais comum de deficiência intelectual. Apresenta alterações em todo o desenvolvimento, em particular o linguístico, que é caracterizado por atraso de linguagem, principalmente quanto aos aspectos morfossintáticos. Tais déficits são confirmados por valores de Extensão Média do Enunciado (EME) abaixo do que seria esperado tanto para a idade cronológica (IC) quanto para a mental (IM) quando se consideram crianças com desenvolvimento típico (DT). A EME tem sido considerada na literatura internacional como o índice mais aceito e efetivo para medir o desenvolvimento gramatical e morfológico, tanto de indivíduos com DT quanto de indivíduos com alterações de linguagem, como por exemplo, o Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) e a SD. Pesquisas que comparam as duas populações apontam similaridades entre os desempenhos desses indivíduos quando se considera a EME. Na literatura nacional, estudos que abordem os aspectos morfossintáticos em indivíduos com SD e que considerem a EME como ferramenta de avaliação são escassos. O objetivo do presente estudo foi descrever as habilidades linguísticas de crianças com SD falantes do Português Brasileiro por meio da análise da EME, medida tanto em morfemas (EME-m) quanto em palavras (EME-p). Participaram do estudo três grupos de crianças, sendo um pesquisa (GP-SD) e dois controles (GC-DEL e GC-DT, cujos dados são retrospectivos de estudo anterior), cada um com 25 participantes. Os grupos foram divididos em três subgrupos, cada um, de acordo com a faixa etária (três, quatro e cinco anos). Os participantes do GP-SD foram pareados aos demais por IM. Foi realizada análise da EME de cada sujeito com SD, obtida por meio de amostras de fala, que resultou em 2500 enunciados. Os resultados indicaram que as crianças com SD apresentaram valores de EME menores que as crianças do GC-DEL e do GC-DT, o que aponta para diferenças entre os grupos, para déficits morfossintáticos e para atraso no desenvolvimento linguístico. Verificou-se ainda o desenvolvimento de habilidades morfossintáticas em idades mais avançadas. As similaridades com o GC de crianças com DEL nem sempre foram observadas, já que o GP-SD apresentou desempenho inferior e maior dificuldade quanto ao uso de palavras funcionais. Conclui-se assim, que as crianças com SD do presente estudo apresentaram déficits gramaticais importantes que se caracterizam pelo atraso do desenvolvimento morfossintático. A EME demonstrou ser uma ferramenta confiável e eficaz para identificar o desenvolvimento gramatical e linguístico da população com SD, o que confirma a validade da utilização de tal índice para essa população. Aponta se para a necessidade de estudos com populações maiores de indivíduos com SD, apesar da grande variabilidade interindividual, o que forneceria dados mais representativos para a prática clínica fonoaudiológica baseada em evidências.
Título em inglês
Mean length utterance in children Down syndrome
Palavras-chave em inglês
Child
Child development
Down syndrome
Language development
Language disorders
Linguistics
Resumo em inglês
Down syndrome (DS) is a genetic syndrome caused by trisomy 21 and it is the most common reason of intellectual disability. It leads to disorders in all development process, in particularly linguistic, which is characterized by language development delay, mainly regarding morphosyntax aspects. Those deficits are confirmed by values of Mean Length Utterance (MLU) lower than expected for chronological age (CA) as well as for mental age (MA) when considered typically developing children (TDC). MLU have been considered in international literature as the most acceptable and effective index to measure grammatical and morphological development to TDC as well as to children with language disorders, such as Specific Language Impairment (SLI) and DS. Researches that compare those former groups show similarities between their performances concerning MLU. National researches regarding morphosyntax aspects in DS considering MLU as an evaluation tool are scarce. The purpose of this study was depicting linguistics skills of children with DS, speakers of Brazilian Portuguese, through MLU analysis measured in morphemes (MLU-m) as well as in words (MLU-w). Participated in the study three groups of children as follows: research group (RG-DS), two control groups (CG-SLI and CG-TDC which data are retrospective from previous study), each group had 25 children. Groups were divided into three subgroups according to the age range (three, four or five years old). The participants of RG-DS group were paired by MA. It was performed MLU analysis in each child with DS that was obtained through their speech samples that leaded to 2500 statements. Results indicated that children with DS showed MLU values lower than children from CG-SLI and CG-TDC, which indicates delay in linguistic development. Further, it was found greater morphosyntax development skills in children who were older aged. Similarities to CG-SLI were not often found, once RG-DS showed lower performance and greater difficulty at using function words. It is therefore concluded that children with DS in this study presented such grammatical deficits characterized by morphosyntax development delay. MLU demonstrated being a reliable and effective tool to identify linguistic and grammatical development in children with SD, what confirms the validity of the use of such index to that population. It points to the need of more studies with larger sample of children with DS, even considering individual variability, in order to provide data more representative to the Speech-Language Pathology clinical practice based on evidence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-18
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CARVALHO, Angela Maria de Amorim, BEFI-LOPES, D. M., e LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan. Extensão media de enunciados na síndrome de Down: comparação com outras duas populações. CoDAS, 2013.
  • Limongi, Suelly Cecilia Olivan, et al. Utilização de substantivos e verbos por crianças com síndrome de Down em duas situações diferentes [doi:10.1590/S2317-17822013000300012]. CoDAS [online], 2013, vol. 25, p. 262-267.
  • CARVALHO, A. M. A., and LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan. Mean length utterance as an assessment instrument of the linguistic abilities of brazilian children with Down syndrome. In 29th World Congress of the IALP, Turim, 2013. annals of 29th World Congress of the IALP., 2013. Abstract.
  • CARVALHO, A. M. A., BEFI-LOPES, D. M., e LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan. Extensão media de enunciados na síndrome de Down: comparação com outras duas populações. In XXI Congresso Brasileiro e II Ibero Americano de Fonoaudiologia, Porto de Galinhas, 2013. Anais do XXI Congresso Brasileiro e II Ibero Americano de Fonoaudiologia.São Paulo : Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2013. Resumo.
  • CARVALHO, A. M. A., e LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan. Desenvolvimento morfossintático e gramatical na sindrome de Down por meio da extensão média do enunciado. In XX Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, Brasilia, 2012. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia - Suplemento.São Paulo : Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2012. Resumo.
  • CARVALHO, Angela Maria de Amorim, and LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan. Grammatical morphemes and word classes production in children with Down syndrome. In IV Symposium Advances in Medical Research, São Paulo, 2010. Revista de Ciências Médicas da Universidade de Caxias do Sul e da Associação Médica de Caxias do Sul.São Paulo : Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, 2010. Abstract.
  • LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan, et al. Grammatical aspects in spontaneous communication in children with Down syndrome. In 28th World Congress of the International Association of Logopedics and Phoniatrics, Atenas, 2010. Proceedings of 28th IAPL.Atenas : Panleilanic Association of Logopedics, 2010. Abstract.
  • LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan, CARVALHO, Angela Maria de Amorim, e Ienne, LM. Uso da classe de palavra 'verbo' por crianças com síndrome de Down. In XIX Congresso Brasileiro e VIII Congresso Internacional de Fonoaudiologia, São Paulo, 2011. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia - Suplemento.São Paulo : Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2011. Resumo.
  • Oliveira, Emilia de Faria, et al. Utilização de substantivos e verbos por crianças com síndrome de Down em duas situações diferentes. In XX Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, Brasilia, 2012. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia - Suplemento.São Paulo : Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2012. Resumo.
  • LIMONGI, Suelly Cecilia Olivan, FLABIANO-ALMEIDA, F. C., e CARVALHO, A. M. A. Desenvolvimento inicial de linguagem e cognição na síndrome de Down. In Pró-Fono. Planos Terapêuticos Fonoaudiológicos. Organizador. Barueri : Pró-Fono Departamento Editorial, 2012{Volume}. cap. 1, p. 209-216.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5162/tde-18022013-112823/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.