• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-14102008-132908
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Giuli Santi Martins Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Carvallo, Renata Mota Mamede de (Presidente)
Ganança, Heloisa Helena Caovilla Malavasi
Matas, Carla Gentile
Schochat, Eliane
Sousa Neto, Osmar Mesquita de
Título em português
Estudo das respostas para o potencial evocado auditivo de estado estável em lactentes
Palavras-chave em português
Lactentes
Potenciais evocados auditivos
Prematuro
Triagem neonatal
Resumo em português
Introdução: O potencial evocado auditivo de estado estável (PEAEE) é uma técnica promissora no diagnóstico precoce da surdez, tratando-se de um método objetivo, que estima o grau de sensibilidade em diferentes freqüências e oferece recursos diferenciais como: o emprego da avaliação dicótica e simultânea para diferentes freqüências, tornando o teste mais rápido, além da detecção automática da resposta garantindo a confiabilidade dos resultados. Objetivo: obter limiares para o PEAEE, em lactentes nascidos a termo e pré-termo, com audição normal, a fim de investigar o processo de maturação das respostas e verificar possíveis ajustes no protocolo, para aplicação clínica no diagnóstico precoce da surdez. Método: estudo coorte e prospectivo para análise dos limiares obtidos no PEAEE para 60 orelhas (30 para cada grupo) utilizando o programa Master®, com análise automática da resposta, pela aplicação do F-teste, com p-valor < 0,01, pesquisa de limiar em 5-5 dB, com estimulação monótica e simultânea para 500, 1000, 2000 e 4000 Hz. Resultados e discussão: Os limiares encontrados, em dB NPS foram mais elevados para o grupo Pré-termo sendo, em média, 49,11 (± 9,44), 26,38 (± 6,59), 26,74 (± 7,57) e 35,9 (± 8,23) e para o grupo Termo foram em média 44,30 (± 9,88), 27,8 (± 6,79), 26,77 (± 6,09) e 32,87 (± 6,12), para as freqüências de 500, 1000, 2000 e 4000 Hz, respectivamente. O protocolo sugerido foi viável e o tempo de coleta foi em média 1h e 20 min. O tempo de coleta pode ser reduzido para 40 minutos, visando a aplicação clínica, se utilizadas as condições de p-valor < 0,05 e pesquisa de limiar em 10-10 dB, já que a diferença entre os limiares foi de apenas 2 dB, quando comparados aos resultados obtidos pelo protocolo sugerido. Os critérios p-valor < 0,01 e pesquisa de limiar de 5-5 dB podem ser estratégias para confirmação da resposta, pois apesar da detecção automática ser um diferencial desta metodologia esta não eximiu a interpretação do examinador para análise final dos resultados. Conclusão: Os limiares para o PEAEE, em lactentes com audição normal demonstram o amadurecimento das respostas entre 35-39 semanas de idade. Os resultados encontrados foram mais elevados do que o esperado, para respostas eletrofisiológicas, especialmente para as freqüências de 500 e 4000 Hz e, portanto, sua aplicação deve ser criteriosa para identificação de lactentes com audição normal.
Título em inglês
Auditory steady state evoked response in young-infants
Palavras-chave em inglês
Auditory evoked potentials
Infant
Infant premature
Neonatal screening
Resumo em inglês
Introduction: Auditory steady-state evoked response (ASSR) is a promising technique to early diagnosis of hearing loss, as an objective method to estimate hearing sensibility in different frequencies. This technique offers some particular features: the use of dichotic and simultaneous frequency stimulation, allowing a short-duration assessment in addition to the automatic response detection providing a reliable outcome. Objective: to obtain ASSR thresholds, for preterm and term young-infants, with normal hearing, to investigate the maturational process of response and to verify how the protocol could be adjusted, for clinical application for early detection of hearing loss. Method: a cohort and prospective analysis of ASSR thresholds obtained to 60 ears (30 per group) by Master® program using monotic and simultaneous frequency stimulation for 500, 1000, 2000 and 4000 Hz, with automatic response detection, by the F-test, at p-value <0.01 and 5 dB-step threshold seek. Results and Discussion: the thresholds for Preterm group were higher than Term and the mean values, in dB SPL, were 49.11 (± 9.44), 26.38 (± 6.59), 26.74 (± 7.57) and 35.9 (± 8. 3) for Preterm group and 44.30 (± 9.88), 27.8 (± 6.79), 26.77 (± 6.09) and 32.87 (± 6.12), for Term group at 500, 1000, 2000 and 4000 Hz, respectively. The adopted protocol was feasible and the average time collection was 1h 20 min. The time collection can be reduced to 40 min, for clinical application, considering the response detection at p-value < 0.05 and 10 dB-step threshold seek, as the difference on thresholds were only 2 dB, when compared to the suggested protocol. The p-value < 0.01 and 5-dB step threshold seek can be a strategy to confirm the presence of response, besides the automatic detection, which does not exclude the examiner interpretation for final outcomes. Conclusion: The ASSR thresholds in young-infants, with normal hearing, demonstrate a maturational effect from 35 to 39 weeks of age. The ASSR results were elevated, considering an electrophysiological response, especially for 500 and 4000 Hz, and therefore it has to be applied carefully to identify normal hearing neonates.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
flaviagiuliSMribeiro.pdf (911.26 Kbytes)
Data de Publicação
2008-11-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • RIBEIRO, F. M., and CARVALLO, R. M. M. Tone- evoked ABR in full-term and preterm neonates with normal hearing [doi:10.1080/14992020701643800]. International Journal of Audiology [online], 2008, vol. 47, p. 21-29.
  • RIBEIRO, F. M., CARVALLO, R. M. M., and Marcoux, A M. Auditory Steady-State Evoked Responses for Preterm and Term Neonates [doi:10.1159/000231635]. Audiology & Neuro-Otology [online], 2010, vol. 15, p. 97-110.
  • RIBEIRO, F. M., Marcoux, A M, and CARVALLO, R. M. M. Auditory Steady State Evoked Responses for premature and term neonates. In XXI Biennial Symposium International Evoked Response Audiometry Study Group, Rio de Janeiro, 2009. XXI Biennial Symposium International Evoked Response Audiometry Study Group., 2009. Abstract. Available from: http://www.ierasg2009.org.
  • RIBEIRO, Flavia Giuli Santi Martins, and CARVALLO, R. M. M. Frequency Specific ABR in Full Term Infants. In XVIII IERASG BIENNIAL SYNPOSIUM, Puerto de La Cruz, 2003. XVIII IERASG Abstract Book., 2003. Abstract. Available from: www.auditio.com/ierasg/abstract/069.htm.
  • RIBEIRO, Flavia Giuli Santi Martins, e CARVALLO, R. M. M. Potencial evocado auditivo de estado estável em lactentes. In 24º Encontro Internacional de Audiologia, Bauru, 2009. Anais do 24º Encontro Internacional de Audiologia., 2009. Resumo. Dispon?vel em: http://www.audiologiabrasil.org.br.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.