• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2014.tde-06082014-093427
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Roberta Donola Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Malbergier, André (Presidente)
Amaral, Ricardo Abrantes do
Baltieri, Danilo Antonio
Mijares, Miriam Garcia
Wagner, Gabriela Arantes
Título em português
Sintomas de ansiedade, depressão, nível de estresse, uso de álcool e outras drogas e repertório de habilidades sociais como fatores relacionados ao comportamento sexual de risco em pessoas infectadas pelo HIV em tratamento na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Ansiedade
Assertividade
Comportamento sexual
Consumo de bebidas alcoólicas
Depressão
Drogas ilícitas
Estresse psicológico
HIV
Sexo sem proteção
Sindrome de imunodeficiência adquirida
Tabaco
Resumo em português
Objetivo: Avaliar a influência de sintomas de ansiedade e depressão, nível de estresse, consumo de álcool e drogas e repertório de habilidades sociais na prática de sexo sem preservativo em uma amostra representativa de indivíduos com HIV/AIDS em tratamento ambulatorial na cidade de São Paulo. Métodos: Participaram da pesquisa 667 pacientes, 383 (57,4%) homens e 284 (42,6%) mulheres, portadores do vírus HIV em tratamento na Casa da AIDS, Emílio Ribas, CRT Santa Cruz, SAE DST/AIDS Campos Elíseos, SAE DST/AIDS Cidade Líder II, CR DST/AIDS Nossa Senhora do Ó, AE Vila Prudente e CR DST/AIDS Santo Amaro. Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: Mini Exame do Estado Mental, questionário sociodemográfico, Escalas de Avaliação de Ansiedade e Depressão de Beck, Inventário de Sintomas de Estresse, Escala de assertividade de Rathus, questionário sobre uso de álcool, tabaco e outras drogas, AUDIT, Questionário sobre Comportamento Sexual na Vida e a Escala de Avaliação de Comportamento Sexual de Risco - SERBAS. Os pacientes foram entrevistados nos locais onde faziam seu tratamento. Resultados: A análise múltipla mostrou que ter algum parceiro soropositivo e ter feito uso de maconha antes do sexo foram associados negativamente ao uso do preservativo. Ter dois ou mais parceiros sexuais nos últimos três meses foi associado a ter trabalho regular, ter feito sexo em grupo, contaminação anterior por alguma outra doença sexualmente transmissível, parceiro soropositivo, não residir com o parceiro, sexo em troca de álcool, droga, abrigo/comida alguma vez na vida, orientação homossexual, prática de sexo anal, CD4 acima de 350 cels/mm3 e uso de cocaína antes do sexo. Sintomas de ansiedade e depressão, nível de estresse e falta de habilidades sociais afetaram significativamente a vida sexual dessa população diminuindo as chances de fazer sexo nos três meses anteriores à entrevista, mas não mostraram associação com o uso de preservativo e múltiplos parceiros. Conclusão: Pessoas com HIV que fazem sexo sem preservativo apresentam características diferentes daquelas que tem múltiplos parceiros. A sorologia do parceiro foi uma variável importante para a prática de sexo sem preservativo. A orientação homo e bissexual, prática de sexo anal e o sexo masculino foram mais associadas a ter mais parceiros sexuais. O consumo de álcool e outras drogas esteve presente nos dois comportamentos de risco. Identificar os fatores associados a esses comportamentos de risco e as diferenças encontradas no perfil das pessoas que fizeram sexo sem preservativo e daquelas que tiveram múltiplos parceiros são pontos importantes para programas de prevenção. Tais características podem servir como marcadores que auxiliam os profissionais de saúde a detectar possíveis comportamentos de risco e planejar estratégias de prevenção
Título em inglês
Symptoms of anxiety, depression, stress level, use of alcohol and other drugs and range of social skills as factors related to sexual risk behavior in HIV-positive individuals being treated in the city of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Acquired immunodefiency syndrome
Alcohol drinking
Anxiety
Assertiveness
Depression
HIV
Illicit drugs
Sexual behavior
Stress psychological
Tobacco
Unsafe sex
Resumo em inglês
Introduction: The AIDS epidemic is a major public health problem. It is estimated that, even after becoming aware of their serostatus, one in three people with HIV continues to have sex without a condom, regardless of the partner's serostatus. Purpose: To evaluated the influence of symptoms of anxiety and depression, stress level, alcohol and drug use and the range of social skills on having sex without a condom in a representative sample of individuals living with HIV/AIDS and receiving outpatient treatment in the city of São Paulo. Methods: 667 patients - 383 (57.4%) men and 284 (42.6%) women - with HIV and being treated at Casa da AIDS, Emílio Ribas, CRT Santa Cruz, SAE DST/AIDS Campos Elíseos, SAE DST/AIDS Cidade Líder II, CR DST/AIDS Nossa Senhora do Ó, AE Vila Prudente and CR DST/AIDS Santo Amaro participated in the study. The following tools were used to collect data: Mini-Mental State Examination, social and demographic survey, Beck Anxiety and Depression Inventories, Stress Symptom Inventory, Rathus Assertiveness Schedule, alcohol, tobacco and other drugs use survey, Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT), Sexual Behavior Survey, and Sexual Risk Behavior Assessment (SERBAS). Patients were interviewed at the places where they were being treated. Results: The multiple analysis has shown that having an HIV-positive partner and using marijuana before sex were negatively associated with condom use. Having two or more partners over the past three months was been associated with having regular job, have done group sex, previous infection with other sexually transmitted infections, an HIV-positive partner, not living with the partner, sex in exchange for alcohol, drug, shelter/food at least once in their lives, homosexuality, engagement in anal sex, CD4 cells/mm3 count above 350, and use of cocaine before sex. Anxiety and depression symptoms, stress level and lack of social skills significantly affected the sexual lives of that population, making them less likely to have sex in the three months before the interview, but they were not associated with the use of a condom and multiple partners. Conclusion: The characteristics of HIV-positive individuals who have unprotected sex are different from those who have multiple partners. The partners' serostatus was an important variable for engaging in unprotected sex. Homosexuality and bisexuality, anal sex and male gender were more associated in individuals who had more sexual partners. Use of alcohol and other drugs was present in both risk behaviors. Identifying the factors associated with those risk behaviors and the differences between the profiles of the individuals who had sex without a condom and those who had multiple partners is critical for prevention programs. Such characteristics can serve as markers to help health care professionals identify possible risk behaviors and plan prevention strategies ____________________________
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.