• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-06022007-150120
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Tallada Iborra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Passarelli, Marisa (Presidente)
Oliveira, Helena Coutinho Franco de
Ramires, Paulo Rizzo
Título em português
Treinamento físico aeróbio aumenta a capacidade antioxidante das HDL e reduz o estresse oxidativo plasmático no diabete melito tipo 2
Palavras-chave em português
Diabetes Mellitus tipo II
Estresse oxidativo
Exercício
Lipoproteínas do colesterol HDL
Resumo em português
Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar, em pacientes portadores de diabete melito tipo 2 (DM 2) e em indivíduos saudáveis (C), o efeito agudo e crônico do exercício físico aeróbio intenso (TFA) sobre o insulto oxidativo e defesas antioxidantes plasmáticas, bem como o reflexo sobre a habilidade das HDL2 e HDL3 em inibir a oxidação das LDL in vitro. Métodos: O consumo máximo de oxigênio no pico de exercício (VO2 pico) foi medido respiração a respiração, durante teste de esforço máximo, realizado antes e após as 18 sem de TFA supervisionado. Colesterol total (CT), triglicérides (TG), glicose plasmática e insulina foram determinados antes e após TFA. Também foram determinadas a concentração de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), o perfil antioxidante total e a atividade sérica da paraoxonase-1. As HDL2 e HDL3 foram isoladas do plasma por ultracentrifugação em gradiente descontínuo de densidade. Para determinar o lag time de oxidação de LDL (LAG) e a razão máxima de formação de dienos conjugados (RDC), as HDL2 e HDL3, isoladas nos diferentes períodos experimentais, foram incubadas com pool de LDL de doadores saudáveis, na presença de CuSO4 (10µmol/mL) a 37°C, com leitura a 234 nm, durante 4 h. CT, TG, fosfolípides e apolipoproteína A-I foram determinados nas subfrações de HDL. Resultados: O VO2 pico aumentou em ambos os grupos após TFA. Não se observou variação significativa de peso, TG, HDL colesterol (HDLc), insulina e índice HOMA entre os grupos, tampouco após o treinamento físico. Antes do período de TFA, o CT e o LDL colesterol plasmáticos do grupo C foram maiores que o do grupo DM 2, diferença que não se manteve após o período de treinamento físico. HbA1c e glicemia foram maiores no grupo DM 2, antes e após TFA. O TFA não alterou a HbA1c no grupo DM 2. Na presença de HDL3, o LAG foi semelhante entre os grupos antes do TFA, porém apenas no grupo DM 2 houve aumento do LAG e redução na RDC, mediante incubação com HDL3 isolada após TFA. Na presença de HDL2, o LAG foi menor no grupo DM 2 quando comparado ao grupo C, antes do TFA. Após TFA esta diferença desapareceu. Não houve alteração na RDC em ambos os grupos após TFA. Não houve diferença entre os grupos na composição da HDL3 antes e após TFA. No período basal, a HDL2 do grupo DM 2 apresentou concentrações menores de CT e livre, desaparecendo a diferença após o TFA. Após TFA, observou-se redução no TBARS apenas no DM 2. O TFA não alterou a atividade da paraoxonase-1 e o perfil antioxidante total no plasma em ambos os grupos. Conclusão: O TFA reduziu a peroxidação lipídica no plasma, corrigiu o efeito antioxidante da HDL2 e melhorou o da HDL3 em indivíduos portadores de DM 2. Estes eventos foram independentes de alteração na sensibilidade à insulina e da concentração e composição de HDL no plasma
Título em inglês
Aerobic exercise training enhances the HDL antioxidant role and reduces plasma oxidative stress in type 2 diabetes mellitus
Palavras-chave em inglês
Diabetes mellitus type II
Exercise
Lipoproteins HDL cholesterol
Oxidative stress
Resumo em inglês
Objective: The objective of this study was to analyze in type 2 diabetes mellitus (DM 2) and in healthy controls subjects (C) the role of acute and aerobic exercise training (AET) on plasma oxidative stress and antioxidant defenses as well as the HDL2 and HDL3 ability to inhibit the in vitro LDL oxidation. Methods: Peak oxygen uptake (VO2 peak) was measured breath to breath during a maximal cardiopulmonary exercise test before (basal period) and after a 18-wk supervised AET. HDL2 and HDL3 isolated in both periods by discontinuous density gradient ultracentrifugation were incubated with a healthy donor's plasma LDL pool for measuring at 234 nm both the lag time for LDL oxidation (LAG) and the maximal rate of conjugated diene formation (MCD) on CuSO4 (10 µmol/mL) at 37°C, for 4 h. Total cholesterol, triglycerides, apolipoprotein A-I and phospholipids were measured in HDL2 and HDL3. TBARS, total antioxidant status and paraoxonase-1 activity were determined in plasma or serum. Results: VO2 peak increased similarly in C and in DM 2 after AET. In the basal period and after AET, both DM 2 and C did not differ according to TG, HDL-c, insulin and HOMA index. HbA1c and glycemia were higher in DM 2 before and after AET. Before AET TC and LDL-c was lower in DM 2 than in C. After AET, TC and LDL-c was similar between C and DM 2. In the presence of HDL3 lag time and MCD was similar in C and DM 2, but only in DM 2 AET improved lag time and reduce MCD. HDL3 composition was similar in DM 2 and C after AET. In the presence HDL2 lag time was lower in DM 2 than in C in the basal period, but did not differ after AET. MCD was lower in DM 2 after AET. HDL2 had less total and free cholesterol in DM 2 than in C but differences vanished after AET. After training plasma TBARS concentration was reduced in DM 2 alone. Training did not modify the total antioxidant status and serum paraoxonase-1 activity in both groups. AET reduces lipid peroxides in plasma, corrects the HDL2 and improves the HDL3 antioxidant effects in DM 2 subjects. These events were independent of changes in insulin resistance and plasma HDL concentration and composition
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
completa.pdf (227.03 Kbytes)
Data de Publicação
2007-02-12
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • IBORRA, R. T., et al. Aerobic exercise training improves the role of high-density lipoprotein antioxidant and reduces plasma lipid peroxidation in type 2 diabetes mellitus : Exercise improves the antioxidant role of HDL [doi:10.1111/j.1600-0838.2007.00748.x]. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports [online], 2008, vol. 18, n. 6, p. 742-750.
  • RIBEIRO, ISABEL C. D., et al. HDL Atheroprotection by Aerobic Exercise Training in Type 2 Diabetes Mellitus [doi:10.1249/MSS.0b013e3181632d2d]. Medicine & Science in Sports & Exercise [online], 2008, vol. 40, n. 5, p. 779-786.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.