• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Débora dos Santos Queija
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Dedivitis, Rogério Aparecido (Presidente)
Araujo Filho, Vergilius José Furtado de
Castro, Mario Augusto Ferrari de
Padovani, Marina Martins Pereira
Santos, André Bandiera de Oliveira
Título em português
Avaliação do linfedema cérvico-facial e faringolaríngeo e sua relação com a deglutição após o tratamento para o câncer de cabeça e pescoço
Palavras-chave em português
Avaliação
Deglutição
Esvaziamento cervical
Face
Linfedema
Neoplasias de cabeça e pescoço
Radioterapia
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O tratamento para o câncer de cabeça e pescoço (CCP) envolve várias estruturas e tecido linfático que estão sob risco de prejuízo pelo tratamento cirúrgico e/ou radio-quimioterápico. O linfedema secundário externo e interno de cabeça e pescoço é sequela importante, ainda que subdiagnosticada, subtratada e subvalorizada e, em muitos casos, com impacto nas funções de respiração, deglutição e voz. OBJETIVO: Avaliar a presença, estadiamento e características do edema facial, cervical e laríngeo, a deglutição, após o tratamento para o câncer de cabeça e pescoço. MÉTODOS: O estudo utilizou as Escalas do MD Anderson Cancer Center (MDACC) para avaliar e estadiar o linfedema externo de face e pescoço e a Escala do Edema da Radioterapia de Patterson et al. para o edema interno faringolaríngeo após um mínimo de três meses de tratamento para o CCP, no Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do ICESP. A deglutição foi avaliada por meio de videoendoscopia da deglutição (VED) nas consistências de líquido, néctar, pastoso e sólido. RESULTADOS: O linfedema foi detectado em 97,8% das avaliações com predomínio do tipo composto (73,9%). Foram detectados percentual alto de linfedema externo de pescoço (71,7%) e submandibular (63%), com predomínio para os níveis mais avançados (2 e 3) indicando tendência à fibrose. Encontrou-se edema interno em quase todas as estruturas e espaços avaliados. À VED, observou-se resíduo, penetração em todas as cosnistências analisadas. O tratamento combinado com Rt teve relação com o linfedema externo submandibular e pescoço, interno, bem como com a alteração de sensibilidade faringolaríngea, presença de resíduo e penetração para pastoso. CONCLUSÃO: O linfedema cervicofacial e faringolaríngeo é um evento frequente após o tratamento para o CCP, com consequências importantes no desempenho da deglutição caracterizadas por resíduo e levar à penetração e aspiração. O tratamento combinado com Rt é um fator associado a estas alterações
Título em inglês
Evaluation of cervicofacial and pharyngolaryngeal lymphedema and its relation to swallowing after treatment for head and neck cancer
Palavras-chave em inglês
Deglutition
Evaluation
Face
Head neck neoplasms
Lymphedema
Neck dissection
Radiotherapy
Resumo em inglês
BACKGROUND: Treatment for head and neck cancer (HNC) involves several structures and lymphatic tissue that are at risk of injury by surgical and / or radio-chemotherapy treatment. External and internal secondary lymphedema of the head and neck is an important outcome, although underdiagnosed, under-treated and undervalued, and in many cases with an impact on breathing, swallowing and voice functions. OBJECTIVE: To evaluate the presence, stage and characteristics of facial, cervical and laryngeal lymphedema, swallowing, after treatment for HNC. METHODS: The study used the MD Anderson Cancer Center Scales (MDACC) to evaluate the stage of external face and neck lymphedema and the Patterson et al. for internal pharyngolaryngeal edema after a minimum of three months of treatment for HNC at the Head and Neck Surgery Service of the Hospital das Clínicas of FMUSP and ICESP. Swallowing was evaluated by Fiberoptic Endoscopic Evaluation of Swallowing (FEES) in the consistencies of liquid, nectar, pasty and solid. RESULTS: Lymphedema was detected in 97.8% of the evaluations with a predominance of the composite type (73.9%). A high percentage of external lymphedema of the neck (71.7%) and submandibular (63%) were detected, with a predominance of the more advanced levels (2 and 3) indicating a tendency to fibrosis. Internal edema was found in almost all structures and spaces evaluated. At FESS, residue was observed, penetration in all analyzed aspects. The combined treatment with Rt was related to external submandibular, neck lymphedema and internal edema, as well as the alteration in pharyngolaryngeal sensitivity, presence of residue and penetration to pasty. CONCLUSION: Cervicofacial and pharyngolaryngeal lymphedema is a frequent event after treatment for HNC, with important consequences on swallowing performance characterized by residue that lead to penetration and aspiration. Combined treatment of Rt is a factor associated with these changes
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.