• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Grassi Salles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Marcus Castro (Presidente)
Faria, José Carlos Marques de
Friedhofer, Henri
Schiozer, Wandir Antonio
Tuma Junior, Paulo
Título em português
Avaliação do efeito da toxina botulínica no lado são em pacientes com paralisia facial de longa duração
Palavras-chave em português
Assimetria facial/terapia
Eletromiografia
Paralisia facial
Qualidade de vida
Toxina botulínica tipo A
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A paralisia facial de longa duração cursa com déficit funcional e estético, responsáveis por distúrbios psicológicos e prejuízo na qualidade de vida. Mesmo técnicas cirúrgicas modernas de reanimação conseguem restabelecer apenas parcialmente a movimentação emocional e a simetria entre as hemifaces. A toxina botulínica tipo A provoca paralisia muscular flácida reversível, corrigindo desequilíbrios entre músculos agonistas hipoativos e antagonistas relativamente hiperativos. Não há na literatura séries padronizadas com mais de 10 pacientes com paralisia facial tratados por meio da aplicação de toxina botulínica no lado são a fim de obter maior simetria na dinâmica facial na região da boca. MÉTODOS: Este estudo prospectivo teve como objetivo avaliar o efeito do tratamento adjuvante com toxina botulínica no lado são de 25 pacientes com paralisia facial de longa duração, previamente tratados cirurgicamente. O tempo de seguimento foi de 6 meses. Foram métodos de avaliação escala clínica padronizada, grau de satisfação do paciente, Índices de Função Física (IFF) e de Bem-Estar Social (IBES) e eletromiografia de superfície. A dose total de toxina botulínica variou de 15 a 69 U, média 37,9 ± 5,4 U. Dezesseis pacientes apresentaram efeitos adversos com duração média de 14,1 ± 7,3 dias, incluindo dificuldade para articular palavras, beber, mastigar e se adaptar à redução do sorriso. RESULTADOS: 1) Houve redução significante da assimetria entre as hemifaces, de 48,4% após 1 mês e 16,8% aos 6 meses. O ganho de simetria após 1 mês ocorreu em decorrência da diminuição do movimento do lado são, combinada à melhora da avaliação do lado paralisado. Aos 6 meses, com a perda do efeito clínico da toxina botulínica, a nota do lado são voltou a ser semelhante à do pré-tratamento. A redução de assimetria nessa fase ocorreu devido à melhora significante do lado paralisado em relação ao pré-tratamento. 2) A avaliação subjetiva do paciente em relação à simetria apresentou aumento significante, 1 mês e 6 meses em relação ao pré-tratamento. 3) Houve aumento do IFF ao longo do tempo, porém não significante. O IBES apresentou aumento significante aos 6 meses, comparado ao pré-tratamento. 4) Um mês após a aplicação, o efeito da toxina botulínica levou à diminuição significante do potencial de ação do lado não-paralisado. Após 6 meses, o valor voltou a ser semelhante ao do pré-tratamento. CONCLUSÕES: O tratamento proposto permitiu, com técnica minimamente invasiva, obter melhor simetria facial estática, evidenciada pela posição do ângulo da boca, do filtro labial, dos sulcos nasogenianos, do nariz e do supercílio, e melhor simetria dinâmica, principalmente ao sorrir, falar, na exposição dos dentes e na movimentação facial como um todo. Mesmo após a perda do efeito clínico da droga aos 6 meses, houve 18% de melhora da avaliação clínica do lado paralisado em relação ao pré-tratamento, e melhora dos índices de satisfação e qualidade de vida dos pacientes.
Título em inglês
Evaluation of the botulinum toxin effect in the healthy side of patients with long-standing facial paralysis
Palavras-chave em inglês
Botulinum toxin type A
Electromyography
Facial asymmetry/therapy
Facial paralysis
Quality of life
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Long-standing facial paralysis presents with functional and aesthetic deficits, which are responsible for psychological disturbances and life quality impairment. Even after modern facial reanimation surgical techniques, the emotional movement and the symmetry of the hemifaces is only partially restablished. Botulinum toxin type A causes reversible flacid muscle paralysis, thus correcting imbalances among hypoactive agonists and relatively hyperactive antagonists. There are no standardized series in the literature with more than 10 facial paralysis patients treated with botulinum toxin injection in the non-paralysed side in the mouth area, with the objective of obtaining better dynamic facial symmetry. METHODS: This prospective study had the objective of evaluate, with 6 months follow-up, the effects of the adjuvant treatment using botulinum toxin in the healthy hemiface of 25 patients with long-standing facial paralysis, previously treated surgically. The methods of evaluation were a standardized clinical scale, the patients degree of satisfaction, the Physical Function and Social/well-being Function subscales of the Facial Disability Index and surface electromyography. Total botulinum toxin dose varied from 15 to 69 U, mean 37,9 ± 5,4 U. Sixteen patients presented adverse effects with mean duration time 14,1 ± 7,3 days, including difficulty in speaking, drinking, eating and adapting to the reduced smile. RESULTS: 1) There was significant reduction of facial asymmetry, of 48,4% at 1 month and of 16,8% at 6 months post-treatment. The better symmetry 1 month post-treatment was consequent to reduced movement on the non-paralysed side combined to better evaluation on the paralysed side. At 6 months, the non-paralysed side had similar grading than that of pre-treatment, showing absence of clinical effect of the toxin. At this time, the asymmetry reduction was due to significant increase in the evaluation of the paralysed side in relation to the pre-treatment. 2) Patients satisfaction with facial symmetry showed significant increase, 1 month and 6 months post-treatment. 3) The Physical Function Index increased, but not significantly. The Social/well-being Function Index showed significant increase at 6 months compared to pre-treatment. 4) There was significant decrease in the action potential of the non-paralysed side one month post-injection of the botulinum toxin. After 6 months, the value returned to baseline. CONCLUSIONS: The proposed treatment allowed, with minimally invasive technique, better facial symmetry at rest, evidenced by better mouth, nose and brow position, and on facial movement as a whole, especially when smiling, speaking or exposing teeth. Even after the loss of the clinical effect of the drug at 6 months, there was an 18% increase in the clinical evaluation of the paralysed side in relation to pre-treatment, and increase in the satisfaction and quality of life indexes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AlessandraGSalles.pdf (921.75 Kbytes)
Data de Publicação
2009-08-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.