• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-25032009-092144
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Mingarini Terra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Fernandes, Paulo Manuel Pego (Presidente)
Haddad, Rui
Moreira, Luiz Felipe Pinho
Perfeito, João Aléssio Juliano
Saad Junior, Roberto
Título em português
Análise de resultados clínicos e radiológicos de dois métodos de pleurodese com talco em pacientes com derrame pleural maligno recidivante
Palavras-chave em português
Derrame pleural
Pleurodese
Qualidade de vida
Talco
Toracoscopia
Resumo em português
Introdução: A pleurodese com talco é o método mais popular para controle sintomático do derrame pleural maligno recidivante. A administração intrapleural do talco pode ser por videotoracoscopia ou dreno de tórax e qual o melhor método é uma questão controversa. Ainda que a expansão pulmonar seja um dos principais critérios de sucesso do procedimento, suas características pós-pleurodese ainda são pouco estudadas. Objetivo: Avaliar a expansão pulmonar após dois diferentes métodos de pleurodese com talco (dreno de tórax ou videotoracoscopia) em pacientes com derrame pleural maligno recidivante, considerando a evolução radiológica, diferença entre os métodos e correlação com desfecho clínico. O objetivo secundário foi comparar ambos os métodos quanto a: efetividade clínica, segurança, qualidade de vida e sobrevivência. Método: Estudo prospectivo randomizado que incluiu 60 pacientes (45 Mulheres, 15 Homens, idade média: 55,2 anos) com derrame pleural maligno recidivante entre janeiro de 2005 e janeiro de 2008. Os pacientes foram alocados em dois grupos: videotoracoscopia com insuflação de talco (VT) ou instilação de talco por dreno de tórax (DT). A expansão pulmonar imediata e a evolução da expansão pulmonar foram avaliadas através de tomografias de tórax obtidas nos primeiros 7 dias, 1, 3 e 6 meses após a pleurodese, as quais foram analisadas por dois observadores independentes. Efetividade clínica (considerada como ausência de necessidade de novos procedimentos pleurais durante o seguimento), complicações, tempo de drenagem e de internação hospitalar e qualidade de vida (questionários gerais e específicos) foram também analisados. A análise estatística foi realizada através dos testes de Qui-quadrado e Fisher para as variáveis categóricas e Mann-Whitney para variáveis contínuas não paramétricas. A sobrevivência foi analisada através do método de Kaplan- Meier e o teste de log-Rank para foi usado para identificar fatores que interferissem na sobrevida. Os resultados dos questionários de qualidade de vida foram avaliados através de ANOVA de duplo-fator. Resultados: Não houve diferença significativa entre os grupos nas variáveis clínicas préoperatórias. A expansão imediata total (>90%) foi observada em 27 (45%) pacientes e foi mais freqüente no grupo VT (60 vs. 30%, p=0.027). Durante o seguimento, 71% dos pacientes estudados tiveram melhora ou ao menos mantiveram a expansão pulmonar observada na 1ª tomografia, fato que ocorreu de forma semelhante entre os grupos (p=0,58). Novos procedimentos pleurais foram necessários em 9(15%) pacientes (5 recidivas no grupo VT e 4 no grupo DT, p=0.999). Não foram encontradas diferenças entre os grupos quanto a: complicações, tempo e de internação. A análise dos questionários de qualidade de vida revelou resultados semelhantes para ambos os grupos. A expansão pulmonar imediata não se correlacionou com recidiva radiológica, recidiva clínica ou complicações (p= 0.60, 0.15 e 0.20, respectivamente). A sobrevida após ambos os procedimentos foi semelhante, porém a ocorrência de recidivas foi um fator relacionado a sobrevida mais curta (p=0,02). Conclusão: Expansão pulmonar imediata parcial foi freqüente, particularmente no grupo DT. Contudo, manutenção do quadro radiológico e até melhora radiológica ocorreram na maioria dos casos. Não foi encontrada correlação entre expansão pulmonar imediata e desfecho clínico neste estudo.
Título em inglês
Analysis of clinical and radiological results of two methods of talc pleurodesis in patients with recurrent malignant pleural effusion
Palavras-chave em inglês
Pleural effusion
Pleurodesis
Quality of life
Talc
Thoracoscopy
Resumo em inglês
Introduction: Talc pleurodesis is the most popular method to control recurrent malignant pleural effusion symptoms. Two methods may be used to deliver talc into the pleural space: videothoracoscopy or talc slurry through a chest tube ; which is the best method is still controversial. Although lung expansion is the most accepted pleurodesis outcome variable, its features are poorly studied. Objective: To analyze and compare radiological lung expansion after talc pleurodesis performed either by videothoracoscopy or chest tube and correlate it with clinical outcome. Secondary endpoints evaluated were: clinical efficacy, safety, quality of life and survival. Methods: Prospective randomized study that included 60 patients (45 Female, 15 Male, mean age: 55,2 years) with recurrent malignant pleural effusion, between January, 2005 and January, 2008. They were enrolled into two groups: videothoracoscopic talc poudrage (VT) and talc slurry through a chest tube (TS). Lung expansion was evaluated through chest CT scans obtained in the first 7 days and 1, 3 and 6 months after pleurodesis. All examinations were revised by two independent observers. Clinical efficacy (considered as lack of new procedures during follow up), complications, drainage duration, hospital stay and quality of life (general and specific questionnaires) were also analyzed. Categorical variables were compared with the Chi-Square test or Fisher´s exact test for small samples. Mann-Whitney test was used to compare continuous non parametric variables. Survival curves were calculated according to the Kaplan-Meier method and Log-rank test was used to identify factors that could interfere with survival. Double factor ANOVA was used to compare quality of life questionnaires results. Results: No significant difference in pre-procedure clinical variables was observed between groups. Postoperative lung expansion was total (>90%) in 27 (45%) patients and was more frequent in VT group (60% vs. 30%, p=0.027). During follow-up 71% of the patients showed unaltered or improved lung expansion and lung expansion evolution was similar in both groups (p=0.58). Nine (15%) patients needed new pleural procedures (5 recurrences in VT group and 4 in DT group, p=0.999). No statistical difference was found between groups regarding complications, drainage time and hospital stay. Quality of life questionnaires were evaluated but no difference between study arms was observed. There was no correlation between initial lung expansion and clinical recurrence, radiological recurrence or complications (p = 0.60, 0.15 and 0.20, respectively). No difference in survival between study arms was observed, but a shorter survival was observed in patients that developed clinical recurrence (p=0.02). Conclusion: Immediate partial lung expansion was a frequent finding and was more frequent in TS group. However, maintenance of the radiological image and even radiological improvement occurred in most cases. No correlation between immediate lung expansion and clinical outcome was found in this study
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ricardomterra.pdf (1.29 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.