• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-27032018-132505
Documento
Autor
Nome completo
Karen Batschinski
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Dagli, Maria Lucia Zaidan (Presidente)
Nagai, Maria Aparecida
Gomes, Cristina de Oliveira Massoco Salles
Lourenço, Silvia Vanessa
Strauss, Bryan Eric
Título em português
Avaliação da eficácia da 5-Azacitidina e SAHA nas linhagens de hemangiossarcoma canino
Palavras-chave em português
Baço
Cães
Doxorrubicina
Esplenectomia
Hemangiossarcoma
Resumo em português
O hemangiossarcoma é uma neoplasia maligna de origem endotelial vascular de ocorrência comum em cães. Nessa espécie, o órgão primário mais acometido é o baço. O hemangiossarcoma de partes moles em cães é caracterizado por ter um comportamento biológico muito agressivo e metástases, principalmente para o pulmão e fígado, são frequentes e ocorrem de maneira rápida no início do curso da doença. O óbito ocorre na maioria dos casos devido a hemorragia interna aguda secundária à ruptura do tumor e/ou devido ao processo metastástico. A cirurgia continua a ser o principal método de tratamento para quase todos os cães com hemangiossarcoma, mas a quimioterapia adjuvante é indicada em razão do alto índice metastático e do prognóstico ruim associado com o procedimento cirúrgico sozinho. Um estudo retrospectivo foi realizado para determinar o tempo de sobrevida e potenciais fatores de risco em cães diagnosticados com hemangiossarcoma visceral. Prontuários de 42 cães foram revisados. Dados como idade e peso no momento do diagnóstico, raça, sexo, localização do tumor, estágio clínico da doença, tipo de tratamento, e tempo mediano de sobrevida foram analisados. Vinte e três cães foram tratados apenas com cirurgia, enquanto que 19 cães foram tratados com cirurgia e quimioterapia adjuvante. Houve diferença estatística na sobrevida dos cães tratados com cirurgia e Doxorrubicina (274 dias) em comparação com cães tratados apenas com cirurgia (66 dias). Cães com hemangiossarcoma esplênico tiveram um tempo mediano de sobrevida mais longo do que os cães com hemangiossarcoma localizados em outros sítios primários e com metástase (274 versus 117 versus 38 dias, respectivamente, p = 0,013). O tempo mediano global de sobrevida para esses 42 cães foi de 237 dias, e a taxa de sobrevida de um ano foi estimada em 26,32%. Conclui-se que a localização primária do hemangiossarcoma teve associação com o prognóstico e que o uso da Doxorrubicina após o tratamento cirúrgico aumentou a sobrevida dos cães diagnosticados com essa doença. Neste estudo, o estadiamento clínico dos cães não influenciou o prognóstico
Título em inglês
Visceral hemangiosarcoma in dogs: a retrospective study of 42 cases (2005-2014)
Palavras-chave em inglês
Dogs
Doxorubicin
Hemangiosarcoma
Spleen
Splenectomy
Resumo em inglês
Hemangiosarcoma is a very common canine neoplasm of vascular endothelial origin. In the dog, the most frequent primary site for hemangiosarcoma is the spleen. Typically, canine hemangiosarcoma has a very aggressive biologic behavior with metastases, especially to lung and liver, occurring early in the course of the disease. In the majority of cases, death is related to acute hemoabdomen secondary to tumor rupture and/or metastases. Surgery remains the main method of treatment for most dogs with this type o cancer, but adjuvant chemotherapy is highly recommended due to the high risk of metastasis and the poor outcome associated with surgery alone. A retrospective study was performed to determine survival times and potential risk factors in dogs diagnosed with visceral hemangiosarcoma. Medical records of 42 dogs were reviewed. Age and baseline weight at the time of diagnosis, breed, sex, tumor location, clinical stage of the disease, treatment type and median survival time were evaluated. Twenty-three dogs were treated with surgery alone, while 19 dogs were treated with surgery and adjuvant chemotherapy. There was significant difference in survival between dogs treated with surgery alone (66 days) and with surgery followed by Doxorubicin (274 days). Dogs with splenic hemangiosarcoma had a longer median survival time than dogs with hemangiosarcoma of other sites, and with metastasis (274 versus 117 versus 38 days, respectively, p = 0,013). The overall median survival time for these 42 dogs was 237 days, and the one-year survival rate was estimated to be 26.32%. In conclusion, primary tumor location was associated with prognosis and the addition of doxorubicin after surgery did improve survival. In this study, clinical stage had no association with prognosis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
KarenBatschinski.pdf (8.37 Mbytes)
Data de Publicação
2018-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.