• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Maria Cristina Figueroa Magalhães
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Mano, Max Senna (Presidente)
Castro Junior, Gilberto de
Júnior, Ulysses Ribeiro
Makdissi, Fabiana Baroni Alves
Título em português
O papel do ferro intravenoso na prevenção da anemia associada a quimioterapia em mulheres em tratamento neoadjuvante ou adjuvante para o câncer de mama: ensaio clínico randomizado
Palavras-chave em português
Anemia
Anemia ferropriva
Câncer de mama
Ferro
Quimioterapia
Quimioterapia adjuvante
Resumo em português
Introdução: A anemia é uma complicação comum em pacientes com câncer, especialmente naqueles em quimioterapia (QT). Existem poucas estratégias de tratamento para combater a anemia associada ao câncer (AAC). No entanto, pouco tem sido explorado em relação ao efeito do ferro intravenoso (IV) como uma estratégia única para o controle e tratamento da anemia. Objetivos: avaliar a efetividade da suplementação de ferro IV na prevenção da anemia em pacientes submetidos à QT para câncer de mama (CM) não metastático. O objetivo secundário foi a eficácia do Fe IV na redução da necessidade de uso de agentes estimuladores de eritropoiese (AEE) e transfusão de sangue. Métodos: Estudo prospectivo, randomizado, aberto, que incluiu 45 pacientes com CM submetidas a quimioterapia neo ou adjuvante. As pacientes foram selecionadas para o grupo de tratamento com Fe IV nos primeiros 4 ciclos de QT ou para o grupo controle (GC), de maio/10 a setembro/15. Resultados: Todos os parâmetros basais, como nível de hemoglobina (Hb), funções hepática e renal e do metabolismo do ferro, estavam dentro dos valores de referência. Houve redução da Hb inicial em 70% dos pacientes no grupo do Fe e em 82,6% nos pacientes no GC (p não significativo). No entanto, embora a queda de Hb tenha ocorrido, o nível mais baixo foi de 9,4, e nenhuma transfusão de sangue ou o uso de AEE foi necessário. Além disso, houve um bom perfil de tolerância no braço investigacional. Conclusão: A suplementação de Fe IV não foi eficaz na prevenção de AAC no presente estudo. No entanto, esse resultado não invalida novos estudos em diferentes populações e/ou com diferentes esquemas que explorem essa estratégia de tratamento
Título em inglês
The role of intravenous iron in the prevention of chemotherapy-associated anemia in women on neoadjuvant or adjuvant treatment for breast cancer: a randomized clinical trial
Palavras-chave em inglês
Anemia
Anemia iron-deficiency
Breast neoplasms
Chemotherapy
Chemotherapy adjuvant
Iron
Resumo em inglês
Introduction: Anemia is a common complication in cancer patients, especially those on chemotherapy (CT). There are few treatment strategies to combat cancer-associated anemia (CAA). However, little has been explored regarding the effect of intravenous (IV) iron as a unique strategy for the control and treatment of anemia. Objectives: to evaluate the effectiveness of iron supplementation in the prevention of anemia in patients undergoing CT for non-metastatic breast cancer. The secondary endpoint was the effectiveness of iron in reducing the need for ESA use and blood transfusion. Methods: A prospective, randomized, open-label study including 45 BC patients undergoing neo or adjuvant chemotherapy. Patients were selected for the IV iron treatment group in the first 4 cycles of CT or for the control group, from May/10 to September/15. Results: All baseline parameters as hemoglobin (Hb) level, liver functions and renal and the iron metabolism, were within normal reference values. There was a reduction in initial Hb in 70% of patients in the iron group and in 82.6% in patients without iron. However, even though the Hb drop occurred, the lowest level was 9.4, and no blood transfusion or ESA was required in any of the cases. In addition, there was a good tolerance profile in the investigation arm. Conclusion: IV iron supplementation was not effective in the prevention of CAA in the present study. However, this result does not invalidate further studies in different populations and with different schedules that explore this treatment strategy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.