• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Gissele Rolemberg Oliveira Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Strauss, Bryan Eric (Presidente)
Andrade, Luciana Nogueira de Sousa
Gomes, Cristina de Oliveira Massoco Salles
Rangel, Maria Cristina Rodrigues
Título em português
Estabelecimento de linhagens celulares de melanoma canino e transdução com vetores adenovirais aprimorados
Palavras-chave em português
Cães
Gene TP53
Linhagem celular
Melanoma
Terapia gênica
Vetores virais
Resumo em português
NTRODUÇÃO: O melanoma é um câncer de alta mortalidade tanto na medicina quanto na veterinária, devido à baixa resposta às terapias utilizadas e à capacidade de evolução metastática da doença. Avanços no campo da oncologia têm mostrado que os agentes que têm como alvo componentes do sistema imunológico, bem como as terapias molecularmente dirigidas, são muito promissores no tratamento do melanoma. Nosso grupo tem desenvolvido vetores virais para a transferência gênica de fatores antitumorais. O aprimoramento no vetor adenoviral inclui a inserção do tripeptídeo RGD, que permite um amplo tropismo de transdução, e o uso de um promotor responsivo a p53 para controlar expressão do gene terapêutico. Visto que o melanoma canino pode ser um modelo experimental por se tratar de um câncer de ocorrência espontânea e de comportamento biológico semelhante ao melanoma humano, procuramos testar nossa abordagem, que chamamos AdRGD-PG, neste modelo. MÉTODOS: Para isso foram estabelecidas linhagens celulares de melanoma canino para a determinação da capacidade de transdução pelos vetores adenovirais. Em seguida foi realizado o sequenciamento dos exons 4 - 8 do gene TP53 e a avaliação da expressão de genes da via de TP53 induzidos por doxorrubicina e Nutlin-3. RESULTADOS: As quatro linhagens de melanoma canino estabelecidas possuem capacidade tumorigênica e de serem transduzidas pelos vetores adenovirais. Não foram identificadas alterações na sequência do TP53 na região avaliada e a doxorrubicina promoveu aumento da expressão dos transgenes dirigidos pelo promotor PG e a ativação de genes da via de TP53. CONCLUSÕES: A funcionalidade desta plataforma adenoviral aprimorada abre oportunidades para estudos da transferência gênica, incluindo da combinação p19ARF/IFN-beta, nas linhagens estabelecidas. Com o sucesso destas análises, teremos um importante modelo experimental a ser utilizado no desenvolvimento de novas terapias para o melanoma
Título em inglês
Establishment of canine melanoma cell lines and transduction with improved adenoviral vectors
Palavras-chave em inglês
Cell lines
Dogs
Gene therapy
Melanoma
TP53 gene
Viral vectors
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Melanoma is a cancer of high mortality both in human and veterinary medicine due to the poor response to therapies and the metastatic evolution of the disease. Advances in the field of oncology have shown that agents that target immune system components, as well as molecularly targeted therapies, are very promising for the treatment of melanoma. Our group has developed viral vectors for gene transfer of antitumor factors. The improvement in the adenoviral vector includes the insertion of the RGD tripeptide, which allows a broad transduction tropism, and the use of a p53 responsive promoter to control therapeutic gene expression. Canine melanoma may be considered as an experimental model since it is a spontaneous cancer with biological behavior similar to human melanoma, thus we aim to test our approach, which we call AdRGD-PG, in this model. METHODS: For this purpose, canine melanoma cell lines were established before determining the transduction capacity of adenoviral vectors. Next, sequencing of exons 4-8 of the TP53 gene and evaluation of the expression of genes in the TP53 pathway upon induction with doxorubicin and Nutlin-3 were performed. RESULTS: The four established canine melanoma lines have tumorigenic capacity and are transduced by the adenoviral vectors. No changes were identified in the TP53 sequence in the assessed region and doxorubicin promoted increased expression of the transgenes directed by the PG promoter as well as activation of the TP53 pathway genes. CONCLUSIONS: The functionality of this improved adenoviral platform opens up opportunities for gene transfer studies, including the p19ARF / IFN-beta combination, in the established cell lines. With the success of these analyses, we have an important experimental model to be used in the development of new therapies for melanoma
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.